Água termal de vila em Goiás está entre as 3 melhores do mundo

Um estudo recente realizado pela Universidade de Brasília (UNB) revelou que a água termal de uma vila em Goiás está entre as melhores do mundo.

As águas termais emergentes próximo ao encontro dos Rios São Miguel e Tocantinzinhos, na Chapada dos Veadeiros, estão classificadas entre as três melhores e mais saudáveis águas minerais do planeta. A vila é São Jorge, distrito de Alto Paraíso.

Essa descoberta oficial confirma a qualidade excepcional dessas águas, competindo diretamente com marcas renomadas mundialmente na categoria de águas termais dermocosméticas.

 

Saiba mais sobre a água termal de uma vila em Goiás

As análises conduzidas pelo Serviço Geológico do Brasil, em colaboração com pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e Universidade Federal de Goiás (UFG), corroboraram estudos prévios destacando as propriedades físico-químicas dessas águas.

Localizadas próximo ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, as fontes termais na antiga Fazenda Água Quente Mirador são consideradas preciosidades naturais.

Além de apresentarem uma idade superior a 7 mil anos antes do presente, os testes evidenciaram a pureza desses recursos, marcada pela ausência do elemento químico trítio, gerado por explosões atômicas e ausente na natureza.

A exploração dessas águas está em sintonia com princípios de preservação ambiental e sustentabilidade, buscando minimizar impactos negativos e promover práticas transparentes em toda a cadeia produtiva.

A iniciativa também visa gerar benefícios para a comunidade local, impulsionando o desenvolvimento econômico e a geração de empregos.

 

Leia Também

Bom Dia Verônica: saiba tudo sobre a 3ª temporada da série

Quarta-feira de Cinzas é feriado?

 

Com potencial terapêutico e cosmético, as águas termais da Chapada dos Veadeiros prometem atrair turistas e investidores interessados em usufruir de seus benefícios, ao mesmo tempo em que contribuem para a preservação desse patrimônio natural único.

O destino se posiciona como uma joia natural a ser explorada, promovendo a valorização das riquezas do Brasil.

“Londres do Brasil” tem clima europeu e encanta visitantes

“Bem-vindo a pequena Londres”, saudação que ecoa no aeroporto Governador José Richa, introduz os visitantes à atmosfera única de Londrina, conhecida como a “Londres” do Brasil.

A cidade paranaense é acolhedora e tem um clima europeu, de fato!

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Frio em Londrina. Foto: Tem Londrina

Essa alcunha, que vai além do nome, pode ser confirmada ao explorar o centro da cidade, onde cabines telefônicas remetem à icônica decor britânica.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Foto: Blog Londrina

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Foto: RIC Mais

Fundada na década de 1930, Londrina, com cerca de 600 mil habitantes, destaca-se como a segunda cidade mais populosa do Paraná. Seu nome, escolhido pela semelhança da névoa local com a de Londres, é uma herança da Companhia de Terras Norte do Paraná, fundada por Simon Joseph Fraser e outros britânicos em 1925.

Localizada a 369 km de Curitiba, Londrina é predominantemente universitária, abrigando sete renomadas instituições de ensino superior.

UEL é a 24ª melhor universidade do País, segundo ranking internacional |

Universidade Estadual de Londrina – UEL. Foto: Agência Estadual de Notícias

Entre elas, a Universidade Estadual de Londrina, Centro Universitário Filadélfia, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Universidade Norte do Paraná, Faculdade Metropolitana Londrinense, Universidade Tecnológica do Paraná e Escola de Música da Universidade Estadual de Londrina.

A cidade, apelidada de Capital do Café, já foi um grande produtor mundial do grão, mas enfrentou uma crise em 1975 devido à “geada negra”.

Atualmente, a Rota do Café resgata e preserva a rica história desse setor, oferecendo 30 atrativos distribuídos em nove municípios, sendo Londrina o epicentro desse roteiro.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Rota do Café. Foto: Abordagem Notícias

O esporte é parte intrínseca da identidade londrinense, com destaques notáveis como o bicampeão olímpico de vôlei Giba, nascido na cidade.

Além disso, o automobilismo tem presença marcante no Autódromo Internacional Ayrton Senna, anexo ao Estádio do Café, palco da estreia colorada na Série B do Brasileiro.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Autódromo Internacional Ayrton Senna. Foto: Portal da Cidade de Londrina

Em 2000, Londrina foi sede de um torneio Pré-Olímpico de Futebol, testemunhando a vitória do Brasil. O time comandado por Vanderlei Luxemburgo contava com grandes nomes como Ronaldinho Gaúcho, Alex, Mancini, entre outros.

Apesar de não ser unanimidade no futebol local, o Londrina conquista o coração dos torcedores, enquanto as preferências por times paulistas como São Paulo, Corinthians e Santos também são evidentes.

O Estádio do Café, palco de emocionantes partidas, promete receber cerca de 10 mil torcedores apaixonados pelo time local. Enquanto o Internacional enfrenta a limitação de 3 mil colorados, a atmosfera vibrante e competitiva do estádio é um reflexo do fervor esportivo que permeia a cidade.

 

Leia Também

Divisa de Goiás e Tocantins guarda uma prainha pouco conhecida que parece um oásis no Cerrado

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Menor rio da América Latina fica pertinho de Goiás e impressiona com águas azuis cristalinas

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

5 lugares imperdíveis para conhecer em Goiânia, segundo a IA

As 10 cidades mais visitadas do mundo em 2023

 

Turismo na pequena “Londres do Brasil”

 

Vamos conhecer os principais pontos turísticos de Londrina, a cidade que pode encantar não só pela beleza e pela cultura, mas também pelo acolhimento do povo, que está se especializando em receber turistas.

 

1. Bosque Marechal Cândido Rondon

O Bosque Municipal Marechal Cândido Rondon fica na região central da cidade, entre as avenidas Rio de Janeiro e São Paulo, ao lado da Catedral Metropolitana. Seus 20 mil metros quadrados de área são constituídos por duas quadras, onde estão preservadas espécies remanescentes da cobertura vegetal primitiva.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Foto: Hoteis.com

Doado pela Companhia de Terras Melhoramentos Norte do Paraná, atualmente o bosque possui um parquinho infantil, banheiros e bancos, além de pista de cooper e aparelhos para exercícios físicos.

 

2. Jardim Botânico

O Jardim Botânico é um dos mais belos pontos turísticos de Londrina e uma das maiores unidades de pesquisa e conservação de espécies nativas e exóticas do Paraná.

Espécies silvestres raras, ameaçadas de extinção e importantes para restauração e reabilitação de ecossistemas podem ser encontradas lá.

Lagos, estufas, trilhas e pistas de caminhada são alguns dos atrativos do jardim. O Jardim Botânico fica na Avenida dos Expedicionários, 200, no Conjunto Residencial Vivendas do Arvoredo.

 

3. Lago Igapó

Uma das mais belas áreas de que o visitante pode desfrutar em Londrina é o Lago Igapó, cujo nome, na língua tupi, significa “transvasamento de rios”. O lago foi projetado em 1957 e inaugurado em dezembro de 1959, no Jubileu de Prata de Londrina. Recentemente, o local passou por um projeto de revitalização.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Foto: Hotéis.com

4. Zerão

A Área de Lazer Luigi Borghesi é mais comumente conhecida como “Zerão”, em função de seu formato parecer um grande zero. O local possui uma pista de cooper de 1.050 metros, que circunda a área e é entrecortado por um pequeno riacho.

Recentemente, foram anexados à área várias benfeitorias, como anfiteatro (com capacidade para 15.000 pessoas), postos telefônicos, bebedouros, chuveiros e um estacionamento com cerca de 220 vagas.

No Zerão, são realizadas manifestações artísticas, culturais e esportivas da comunidade como o Projeto Brisa, apresentações do Festival de Música de Londrina e diversos campeonatos de ginástica aeróbica.

 

5. Salto do Apucaraninha e Reserva indígena

Salto do Apucaraninha é uma cachoeira de 116 metros de altura, que fica a cerca de 80 km do centro de Londrina, próximo à divisa com o Município de Tamarana. A cachoeira está localizada dentro da reserva indígena Apucaraninha, pertencente aos índios Kaingang.

O visitante interessado em conhecer a reserva e a cachoeira precisa obter autorização da FUNAI e seguir pela Rodovia Celso Garcia (PR445) até Lerroville (distrito de Londrina), onde encontrará a estrada rural que o levará até a cachoeira. A estrada atravessa o rio na parte superior do Salto, onde existe um mirante em que se pode apreciar as belezas tanto da cachoeira quanto da região.

 

6. Mata dos Godoy

Reserva de mata nativa, o local foi transformado em parque estadual em 1989. O parque é aberto à visitação desde 1995 e abriga várias espécies de animais, bem como um variado e exuberante conjunto da flora da região.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Foto: Hotéis.com

Existem três trilhas abertas à visitação: a Trilha do Projeto Madeira, a Trilha Interpretativa ou das Perobas e Figueiras e a Trilha Álvaro Godoy ou dos Catetos. As trilhas são uma boa alternativa para ficar em contato com a natureza, nas também servem ao propósito de pesquisa e educação ambiental.

 

7. Museu Histórico de Londrina

O Museu Histórico de Londrina “Padre Carlos Weiss” está localizado no centro da cidade e registra importantes fatos do crescimento da região, principalmente em relação à cultura do café. Há um acervo permanente e outro itinerante que costumam passar pelas escolas da região.

O museu mostra como a chegada dos imigrantes na região mudou completamente os hábitos e a cultura local, e como a cidade foi mudando o seu perfil, principalmente a partir da década de 70. Existe também o Museu Rural, que fica localizado dentro do Centro de Exposições de Londrina.

 

8. Planetário de Londrina

O Planetário de Londrina é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Londrina e possui fins acadêmicos, educativos e culturais. O atendimento do planetário está previsto para aproximadamente 85 mil pessoas por ano, entre estudantes, professores, moradores da cidade e turistas em geral.

É preciso agendar a visita para participar das sessões do planetário, sempre com a orientação de algum astrônomo, que conduz uma inesquecível viagem virtual pelas formações celestes.

 

9. Parque Arthur Thomas

O Parque Arthur Thomas é um dos últimos remanescentes florestais de Mata Atlântica da região norte do Estado.

É o local ideal para passeios, caminhadas e excursões às margens do lago ou pelos sinuosos caminhos mata adentro, onde é possível observar, além de um verde exuberante, macacos-prego, quatis, cotias, gambás, lagartos, aves da região e algumas migratórias.

 "Londres do Brasil" tem clima europeu e encanta visitantes

Foto: Hotéis.com

Através da trilha, pode-se chegar a uma das maiores atrações do parque, a belíssima visão da cascata com 20 metros de queda.

 

10. Rota do Café

A Rota do Café nasceu em 2009 e, hoje, é uma das principais ações de promoção do café do Paraná no Brasil e no mundo. Gerida por meio de uma associação, a rota busca resgatar tradição e cultura cafeeira do Estado.

Trata-se de uma aventura que proporciona aos visitantes oportunidade única de voltar às origens, conhecimento da história e vivência dos atrativos naturais e culturais do norte do Paraná, sempre na companhia de pessoas acolhedoras que habitam a região.

 

 

Londrina, a “Londres” do Brasil, não é apenas uma cidade, mas uma experiência que combina história, cultura, esporte e paixão.

Seja explorando a Rota do Café ou vibrando nas arquibancadas do Estádio do Café, a cidade reserva encantos únicos que conquistam visitantes de todo o Brasil.

Em cada esquina, a herança britânica se mescla com a autenticidade paranaense, criando um destino singular que merece ser descoberto.

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Você está pronto para uma imersão nas maravilhas naturais de Goiás?

Caiapônia, a joia escondida a apenas 318 km de Goiânia e 549 km de Brasília, emerge como a capital das cachoeiras e o destino perfeito para quem busca uma experiência única de turismo sustentável.

 

Neste guia exclusivo, mergulhe nas razões que fazem desta cidade um tesouro pouco explorado, mas que merece cada segundo da sua visita.

 

Você precisa conhecer a cidade goiana de Caiapônia: capital das cachoeiras

Para os amantes de esportes radicais, Caiapônia é um parque de diversões natural. Trilhas de mountain bike desafiadoras, descidas audaciosas de rapel e cachoeiras majestosas aguardam os aventureiros.

 

Se a busca é por tranquilidade, a cidade revela seu lado sereno, oferecendo banhos relaxantes em cachoeiras e a exploração da mística Gruta Santa.

 

Cultura e Tradição na “Capital das Cachoeiras”

Além da natureza exuberante, Caiapônia carrega consigo uma rica herança cultural.

Desde a origem do seu nome em homenagem aos Índios Caiapós até as festividades animadas do carnaval, a cidade é um caldeirão de tradições. Prepare-se para uma experiência única e autêntica.

 

Aquarela de Atrações: O Mosaico Natural de Caiapônia

Caiapônia foi recentemente coroada como a “Capital das Cachoeiras” por Goiás, e as razões são evidentes.

Explore o imponente Morro do Gigante Adormecido, as deslumbrantes Cachoeiras Samambaia e Abóbora, e a intrigante Gruta da Água Santa. Cada atração é um convite para desvendar a beleza única de Caiapônia.

 

Roteiro de Aventuras em Caiapônia – cidade goiana capital das cachoeiras

 

Morro do Gigante Adormecido

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Diário da Manhã

Destino procurado pelos turistas em busca de aventura, Caiapônia também tem seu lado místico.

A cidade abriga a Gruta da Água Santa, que tem atraído visitantes religiosos que acreditam que a gruta é um lugar para reflexão e oração, e a Serra do Gigante Adormecido, paredão místico que envolve a cidade e abriga formações rochosas esculpidas pela natureza, como o Rosto do Gigante Adormecido e os monumentos das Torres, da Freira e da Muralha.

 

Cachoeira da Samambaia

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Flickr

Com 54 metros de queda, a Cachoeira da Samambaia é destino perfeito para a prática de rapel, além de contar com um visual incrível. Localiza-se a uma distância de 50 quilômetros de Caiapônia, a metade pela BR-158 e o restante por estrada de chão.

 

Cachoeira do Abóbora

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Trilhando Montanhas

A cachoeira do Abóbora apresenta uma queda de 52 metros e é uma das mais belas de Goiás, com um farto volume d’água e um poço muito profundo.

Para chegar, saindo de Caiapônia, você também seguirá pela BR-158, passando por uma estrada de terra. A trilha é mais pesada, com 30 minutos de caminhada. A Goiás Turismo recomenda o acompanhamento de um guia local.

 

Santa Helena 1 e 2

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Goiás Turismo

Cachoeira da Santa Helena à 78km do centro da cidade sendo 43km de asfalto e 35km de chão, com várias quedas e uma beleza incondicional, com vários poços de águas cristalinas próprias para banho, com águas cristalinas e praia propicia para banho e bronzeamento. A Trilha no complexo de cachoeiras tem 1 km.

 

Gruta das Águas Santas

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: divulgação

Saída pela manhã para Gruta das Águas Santas: localizada à 38km do centro, com águas cristalinas e uma vista incondicional.

Com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida em cima de uma pedra onde o turista faz a sua oração e goteira água do teto da gruta em frente a imagem. Trilha de 3km.

 

Cachoeira do Coqueiro

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Flickr

Deslocando 60 km para Cachoeira do Rio Verdão com 30 metros de altura e um poço ao pé da cachoeira ótimo para banho e contemplação, uma trilha de 200 metros para Cachoeira do Coqueiro com 15 metros de altura e águas cristalinas próprias para banho e contemplação.

 

Cachoeira Campo Belo

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Turismo Caiapônia

A Cachoeira do Campo Belo e Caverna do índio Caiapó tem trilha no cerrado de 3km, fazendo observação de aves e plantas nativas no cerrado. A cachoeira tem 45metros de altura ao pé um lindo poço com águas cristalinas para banho.

Andando mais um pouco chega a gruta dos índios Caiapós onde eles se escondiam dos colonos que queriam fazer eles de escravos.

 

Cachoeira Jalapa

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Marcos moura | Flickr

A Cachoeira Japala está localizada à 16km do centro, com um belo poço para tomar banho e várias quedas.

 

Cachoeira do Lageado

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: Goiás Turismo

Essa linda cachoeira possui uma queda bem menor, no entanto é mais propícia para quem quer tomar um banho e relaxar em um lugar de fácil acesso e tranquilo.

O ambiente é bem organizado, com área gramada e lugar para pouso. Há também uma lojinha no local para alimentos e bebidas. Fica a pouco mais de 50 km do perímetro urbano da cidade, seguindo pela BR-158, virando à esquerda na GO-221 e depois à direita a GO-188.

 

Cachoeira do Pântano

Você precisa conhecer a cidade goiana famosa por ser a capital das cachoeiras

Foto: divulgação

Possui uma queda de 35 metros e recebe esse nome por ser formada pelas águas do ribeirão do Pântano. Tem uma larga faixa de areia e um poço profundo.

O acesso é difícil e o mais recomendado para chegar até lá é a contratação de um guia na cidade. Fica a 14 km da saída norte de Caiapônia, seguindo pela GO-221.

 

Mais sobre a cidade goiana de Caiapônia: capital das cachoeiras

Caiapônia é um município goiano localizado à 318 km de Goiânia. Sua população é de aproximadamente 16.513pessoas, e a área territorial é de 8.627,961 km². 

Antigamente habitada pelos índios Caiapós, nos fins do século XVIII quando foi devastada por grandes levas de mineiros, equipados com escravos e rebanhos bovinos e equinos.

Nessa época deu-se a fundação de vários povoados, entre eles a Vila do Divino Espírito Santo das Torres do Rio Bonito, por membros das famílias Vilela,Neri e Goulart.

Tem uma importante fonte de recursos na pecuária, sendo o município detentor do 3° maior rebanho bovino do Estado com 415.000 Cabeças. É atualmente o 7° produtor de Soja do Estado com mais de 100.000 hectares plantados, o 9° maior produtor de Milho Safrinha com aproximadamente 50.000 hecteres, alem de Feijão, Sorgo ,Algodão, Abacaxi, Melância e outras culturas agrícolas.

Atualmente é tido como o Municipio com o maior potêncial de crescimento Agrílola e Turistico do Estado de Goiás. Através das suas belezas naturais como o ‘Morro do Gigante Adormecido” e também as suas belas cachoeiras.
    

As cachoeiras mais conhecidas são: a Cachoeira de São Domingos, Cachoeira da Jalapa, Cachoeira da Samambaia, Cachoeira do Sereno, Cachoeira da Abóbora, Cachoeira do Rio Verdão, Cachoeira do Rio Bonito, Cachoeira da Santa Márcia, Cachoeira do Pântano, entre muitas outras. Além das várias cachoeiras, há também os morros, como o Morro do Gigante e Morro do Peão, e várias serras.

Na área urbana, a maior atração é o Lago dos Buritis, onde se realiza boa parte das festas da cidade, como o Carnaval do Zé Pereira, Festa de Maio (Barraquinhas), além de outras atrações. É um município centenário, chegando inclusive a ser linha de rota da Fundação Brasil Central. Seu patrimônio histórico entretanto, foi quase que totalmente destruído, não restando quase nada das antigas edificações do lugar.
    

Com uma cultura religiosa marcante, população de maioria Católica, que tem Nossa Senhora do Montserrat como padroeira da cidade, tendo inclusive uma imagem da mesma exposta na Igreja Matriz do Divino Espírito Santo. 

Em Caiapônia o povo é criativo na sua essência, cria formas diferentes de vida. Basta escolher esse destino turístico para o turista criar também ou ser parte de mais uma criação seja ela artística, de aventura ou de eco-turismo do fantástico destino Caiapônia.

 

Explore Caiapônia

Para embarcar nessa aventura, siga pela estrada a partir de Goiânia ou Brasília e prepare-se para descobrir os encantos de Caiapônia.

Recomendamos o auxílio de guias turísticos para garantir uma experiência inesquecível.

Não perca mais tempo; entregue-se à magia de Caiapônia, onde a simplicidade se encontra com a grandiosidade em um abraço acolhedor de natureza e aventura.

 

Leia Também

Divisa de Goiás e Tocantins guarda uma prainha pouco conhecida que parece um oásis no Cerrado

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Menor rio da América Latina fica pertinho de Goiás e impressiona com águas azuis cristalinas

Conheça a cidade goiana que tem acesso a maior ilha fluvial do mundo

São Miguel do Araguaia, situada a 476 km de Goiânia, é uma cidade goiana do noroeste do estado. Ela surpreende com suas belas praias de água doce. Um dos atrativos é o seu acesso a maior ilha fluvial do mundo: a Ilha do Bananal.

 

Já conhece? Continue lendo e descubra tudo sobre o local. Tenho certeza que você vai querer conhecer!

 

Conheça a cidade goiana que tem acesso a maior ilha fluvial do mundo

Foto: Prefeitura de São Miguel do Araguaia

Enquanto muitos associam o estado apenas a paisagens serranas do Cerrado, essa cidade encanta com seu potencial turístico aquático.

 

Praias de Água Doce e Pôr do Sol Deslumbrante

Conheça a cidade goiana que tem acesso a maior ilha fluvial do mundo

Foto: Prefeitura de São Miguel do Araguaia

As praias de São Miguel do Araguaia oferecem não apenas refresco nos dias quentes, mas também cenários espetaculares para contemplar o pôr do sol.

Esses locais são populares entre os locais e visitantes, proporcionando momentos relaxantes e a oportunidade de se aventurar na pesca esportiva, uma tradição enraizada na comunidade.

 

Saiba mais sobre o acesso da cidade goiana à maior ilha fluvial do mundo

Conheça a cidade goiana que tem acesso a maior ilha fluvial do mundo

Foto: Prefeitura de São Miguel do Araguaia

São Miguel do Araguaia é a porta de entrada para a Ilha do Bananal, considerada a maior ilha fluvial do mundo, mesmo localizada no estado vizinho do Tocantins.

Embarcações partem desta cidade para explorar esse paraíso ecológico, habitado por grupos indígenas como Javaé, Karajá e Xambioá, totalizando cerca de 2 mil índios na região.

A Ilha do Bananal é um espetáculo de fauna e flora típicas do Centro-Oeste e Norte do Brasil, uma experiência imperdível para os amantes da natureza.

 

Praias do Araguaia: Um Refúgio Natural com Infraestrutura Confortável

Conheça a cidade goiana que tem acesso a maior ilha fluvial do mundo

Foto: Prefeitura de São Miguel do Araguaia

As praias do Araguaia não apenas convidam para um mergulho revigorante, mas também oferecem infraestrutura com quiosques e comodidades para garantir uma experiência confortável aos visitantes.

Desfrutar da beleza do Rio Araguaia e contemplar o entardecer em cenários deslumbrantes tornam essas praias uma parada obrigatória em qualquer roteiro turístico.

 

Explorando o Parque Estadual do Cantão

Conheça a cidade goiana que tem acesso a maior ilha fluvial do mundo

Parque Estadual do Cantão, no Tocantins. Foto: To Pensando em Viajar

Outra atração imperdível é o Parque Estadual do Cantão, uma vasta área com 90 mil hectares que abrange as cidades de Lagoa da Confusão e Pium.

Com mais de 1000 lagos, o parque oferece oportunidades para passeios de canoa ou caiaque, permitindo aos visitantes explorar a vegetação característica da região.

Considerado um santuário ecológico no Norte do Brasil, o Parque Estadual do Cantão é uma janela para a riqueza natural do cerrado.

 

 

 

São Miguel do Araguaia emerge como um destino turístico único em Goiás, combinando praias fluviais, acesso à Ilha do Bananal e a beleza preservada do Parque Estadual do Cantão.

Essa cidade surpreendente oferece uma escapada tranquila para aqueles que buscam explorar as maravilhas naturais do Brasil além das praias tradicionais.

Seja para relaxar nas águas do Araguaia ou explorar ecossistemas únicos, São Miguel do Araguaia revela-se como um tesouro escondido pronto para ser descoberto pelos amantes da natureza e da aventura.

 

Mais sobre São Miguel do Araguaia

A região teve sua primeira exploração em 1952 com a chegada dos colonizadores: José Pereira do Nascimento, Lozorik Belém e Ovídio Martins de Souza, que ali adquiriram uma extensa área de terras dedicando-se à lavoura e criação de gado.

Um dos fatores que despertou a formação do povoado foi o ‘curandeirismo’ implantado por um dos pioneiros, que atraiu numerosas pessoas vindas em busca de cura para seus males físicos e espirituais.

Construíram-se as primeiras casas de adobe e pau-a-pique, em lugar dos ranchos primitivos, nas margens do ribeirão São Miguel, denominando-se o povoado Nascente de São Miguel.

Tempos depois, o Governo Estadual determinou a medição e divisão das terras adjacentes ao povoado, que, em lotes iguais, foram adquiridos por fazendeiros do sul do estado de Minas Gerais.

O maior impulso ao município foi dado no período de 1960 a 1963, quando milhares de colonos, das mais distantes regiões do país, chegaram para desbravar as matas, formando extensas lavouras e pastagens, incrementando, sobretudo, a pecuária, suporte econômico do município.

O topônimo é em homenagem ao santo padroeiro e ao rio pelo qual é banhado.

O destino mais acolhedor do mundo é brasileiro

Em um universo vasto de destinos turísticos, a hospitalidade dos moradores pode ser um fator decisivo para transformar sua viagem em uma experiência inesquecível.

Anualmente, a Booking reconhece os destinos mais acolhedores do mundo, e, para orgulho do Brasil, Arraial d’Ajuda, na Bahia, conquistou o primeiro lugar na 12ª edição do Traveller Review Awards.

O destino mais acolhedor do mundo é brasileiro

Foto: Melhores Destinos

Essa premiação, que abrange prestadores de serviços de viagens de 221 países, celebra o compromisso com a hospitalidade e a excelência ao longo do ano.

O destaque brasileiro foi moldado pelas mais de 309 milhões de avaliações verificadas de clientes, posicionando Arraial d’Ajuda como o destino mais caloroso do planeta.

 

Conheça o destino mais acolhedor do mundo e saiba quais são os outros 9 que compõem o ranking:

 

1° – Arraial d’Ajuda, Brasil

O destino mais acolhedor do mundo é brasileiro

Foto: Melhores Destinos

Arraial d’Ajuda, no Litoral Sul da Bahia, conquistou merecidamente o primeiro lugar como o destino mais acolhedor do mundo. Inteiramente inserido na rota da Costa do Descobrimento, este distrito de Porto Seguro oferece uma charmosa vila de praia que se destaca por seu encanto natural.

 

Ideal para escapadas rápidas, Arraial d’Ajuda oferece um equilíbrio perfeito entre relaxamento e animação. Longe das obrigações turísticas convencionais, a vila proporciona uma atmosfera descontraída, onde os visitantes podem desfrutar de paisagens incríveis e momentos de tranquilidade.

Neste pedacinho da Bahia, a prioridade é recarregar as energias e desfrutar da felicidade sem preocupações.

 

2° – Ermoupoli, Grécia: Encanto Histórico nas Ilhas Cíclades

3° – Viana do Castelo, Portugal: Acolhimento à Beira do Atlântico

4° – Daylesford, Austrália: Refúgio Relaxante no Coração do País

5° – Grindelwald, Suíça: Aconchego Alpino e Paisagens Deslumbrantes

6° – Moab, Estados Unidos: Aventura e Hospitalidade no Meio do Deserto

7° – Uzes, França: Elegância e Simpatia em Solo Francês

8° – Mazatlán, México: Vibração Mexicana à Beira do Pacífico

9° – Jaisalmer, Índia: Magia e Hospitalidade no Deserto de Thar

10° – Fujikawaguchiko, Japão: Tranquilidade aos Pés do Monte Fuji

 

Leia Também

Praia mais bonita do mundo é brasileira, segundo Washington Post

 

Mais sobre Arraial D’Ajuda

A caminhada de Arraial d’Ajuda a Trancoso é um dos passeios mais populares entre os turistas. A boa notícia é que o passeio é de graça!

Basta passar o protetor solar, consultar a tábua de marés e seguir rumo às praias de Trancoso.

O ponto de partida e o ponto de chegada dependerão do seu pique. Você poderá começar na última praia de Arraial d’Ajuda e ir até a primeira praia de Trancoso ou investir em percursos mais longos. Quanto mais longo, mais praias você verá.

O percurso mais comum tem 13 km de caminhada, com saída da Praia de Mucugê – Arraial d’Ajuda e chegada ao Quadrado de Trancoso.

O destino mais acolhedor do mundo é brasileiro

Foto: Melhores Destinos

No trajeto, você verá a Praia do Parracho, Praia da Pitinga, Praia de Taípe, Praia do Rio da Barra, Praia dos Nativos e, finalmente, a Praia dos Coqueiros. Depois é só subir até o Quadrado. O caminho é todo à beira-mar e é difícil definir qual o trecho mais bonito. Para retornar, pegue o ônibus de Trancoso a Arraial d’Ajuda.

O importante da caminhada é saber que ela deve ser feita durante a maré baixa, para não ter problema de encontrar o mar muito alto nas passagens por rios e pedras. Sendo assim, nunca deixe de consultar a tábua de maré antes de sair para o passeio.

 

Carnaval em Arraial d’Ajuda

Se você programar as suas férias na praia para essa época do ano, não perca o Carnaval em Arraial d’Ajuda. Leve a sua fantasia na mala ou entre em contato com os blocos com antecedência para garantir o seu abadá. O bloco mais tradicional da vila é o Bandeiroza, liderado pela banda de Horácio e Claudinho.

Outro bloco que faz a festa no CarnAjuda é o Afro Oduduwa. Em uma apresentação cheia de axé e empoderamento, é a mulherada quem mostra o talento nos tambores. Já o bloco Ladeira Abaixo tem uma marchinha nova todo ano e acolhe foliões de todas as idades, de bebês de colo a quem tem cabelos brancos.

 

Arraial d’Ajuda Eco Parque

O destino mais acolhedor do mundo é brasileiro

Foto: divulgação

Quem curte parques aquáticos não pode deixar de visitar o Arraial d’Ajuda Eco Park. Localizado na Praia de Mucugê, o Arraial d’Ajuda Eco Park é o destino perfeito para famílias que gostam de emoção. Há atrações para todos os níveis de emoção e o parque aquático oferece piscina de ondas, toboáguas, arvorismo, tirolesa, praça de alimentação, ampla área verde e, de quebra, uma linda praia. Nos meses de alta temporada, o parque aquático oferece ainda shows ao vivo, o que torna a experiência ainda melhor.

Os ingressos para o Arraial d’Ajuda Eco Park têm custo a partir de R$ 70 e o passeio completo, com 8h30 de duração, tem custo a partir de R$ 150.

 

Passeio de barco e mergulho no Parque Marinho de Recife de Fora

O destino mais acolhedor do mundo é brasileiro

Foto: Melhores Destinos

O Parque Marinho de Recife de Fora está entre os passeios prediletos dos turistas que visitam Arraial d’Ajuda e o lugar rende ótimas fotos e um mergulho com muita vida marinha. O tour de escuna tem saída do porto da balsa e o trajeto de 45 minutos até o Parque Marinho de Recife de Fora. Ao chegar às piscinas naturais do Parque Marinho de Recife de Fora, turistas têm entre 1h30 e 2h para curtir o mergulho e praticar snorkeling entre os corais e bancos de areia. O passeio de barco para o Parque Marinho de Recife de Fora pode incluir também uma experiência de mergulho autônomo, com batismo para quem pratica o esporte pela primeira vez.

O passeio de barco para o Parque Marinho de Recife de Fora tem custo a partir de R$ 110 por pessoa e duração de 4h, com horário de saída sempre pela manhã e de acordo com a maré. O custo médio do passeio para mergulho autônomo é de R$ 200 por pessoa.

 

Centro Histórico de Arraial d’ Ajuda

Depois de passar o dia na praia, vale a pena conhecer o Centro Histórico de Arraial d’Ajuda. O centrinho é repleto de casas antigas e coloridas, enquanto que na Broadway, que só leva mesmo o nome da rua xará em Nova York, você pode conferir artigos para praia e o artesanato da região.

A construção mais famosa é a Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, que começou com uma capelinha erguida por 5 jesuítas que acompanhavam Tomé de Souza em 1549. A estrutura atual, com interior bem simples, é de 1722.

Não perca a oportunidade de fazer um pedido e amarrar uma fitinha do Senhor do Bonfim no mirante que fica atrás da igreja, com uma vista linda para a praia.

 

Localização: R. Bela Vista, 81 – Arraial d’Ajuda, Porto Seguro – BA

O que fazer em Arraial d’Ajuda

As praias são a principal atração em Arraial d’Ajuda, mas vale a pena se divertir também com outros passeios. Para curtir uma caminhada despretensiosa, a Praça Caminho do Mar tem de tudo um pouco, com lojas de marcas conhecidas, feirinha de artesanato e restaurantes com mesinhas sob as copas das árvores.

A criançada vai adorar a Ilha dos Aquários, que fica entre Arraial e Porto Seguro. Esse centro de lazer cercado pela vegetação local conta com aquários, teatro, museu do mar e restaurante.

Já quem tem uma vibe mais espiritual vai gostar da Fonte Nossa Senhora d’Ajuda. Diz a lenda que a água cura doenças e começou a brotar ali quando os moradores rezaram para a santinha em uma época de seca.

Como funciona o prêmio?

A Booking é uma das maiores plataformas de hospedagens do mundo e tem esse prêmio como parte da pesquisa de Previsões de Viagem para 2024.

Os destinos do ranking foram selecionados conforme a proporção total dos vencedores do Traveller Review Awards 2024, em comparação ao número total de propriedades elegíveis naquela cidade ou região (apenas acomodação).

Os destinos também precisavam ter um número de vencedores superior à média para serem incluídos na lista (200 ganhadores ou mais para cidades e regiões) e foram selecionados de acordo com sua localização geográfica.

Conforme a plataforma, a pesquisa em questão foi realizada com um grupo de adultos que planeja viajar a lazer ou a negócios nos próximos 12 a 24 meses. Ao todo, 27.730 pessoas em 33 países e territórios participaram. Os participantes responderam a uma pesquisa on-line em julho de 2023.

 

Esses destinos não apenas oferecem cenários deslumbrantes, mas também acolhem os visitantes com calor humano e hospitalidade autêntica. Descubra a magia de cada lugar, permitindo que a simpatia local torne sua viagem única e memorável.

O mundo está repleto de destinos incríveis, e essas cidades são a prova de que a experiência do viajante vai além das paisagens, é também uma jornada de interações e acolhimento caloroso.

Arraial d’Ajuda, com seu charme na Costa do Descobrimento, conquistou o título principal, mostrando que a hospitalidade brasileira é um diferencial marcante.

Assim, ao escolher um destino para sua próxima jornada, considere não apenas as atrações turísticas, mas também o calor humano que cada lugar oferece.

Afinal, a verdadeira riqueza de uma viagem está na experiência compartilhada, nos sorrisos trocados e na sensação acolhedora que permanece mesmo após o retorno para casa.

Viajar é mais do que descobrir lugares; é vivenciar a hospitalidade que torna cada destino único.

Conheça a cidade goiana que tem mais imóveis que habitantes

Você acredita que Goiás tem uma cidade que tem mais imóveis que habitantes?

E não é a única do Brasil. Continue lendo para entender.

A cidade de Rio Quente, situada em Goiás, figura entre os 18 municípios brasileiros que surpreendem com um cenário peculiar: possuem mais domicílios do que habitantes.

Os dados, recém-divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Censo Demográfico 2022, revelam que Rio Quente registra 3,9 mil habitantes e surpreendentes 4,1 mil domicílios.

Conheça a cidade goiana que tem mais imóveis que habitantes

Foto: Goiás Turismo

Ao explorarmos esses dados, fica evidente que essa situação não é exclusiva de Rio Quente.

O município de Arroio do Sal, localizado no litoral norte do Rio Grande do Sul, é um exemplo intrigante, apresentando 7.800 domicílios a mais do que o número de residentes, mesmo contando com uma população de cerca de 11,1 mil habitantes.

A maioria dos casos semelhantes ocorre em cidades turísticas, como Ilha Comprida (SP), Matinhos (PR), Ilha de Itamaracá (PE), Mangaratiba (RJ) e Saubara (BA).

No litoral norte do Rio Grande do Sul, sete das 18 cidades nessa situação estão concentradas, com destaque para Arroio do Sal, que apresenta uma relação de 1,7 residência por pessoa.

Conheça a cidade goiana que tem mais imóveis que habitantes

Foto: Prefeitura de Rio Quente

A região gaúcha se destaca com outros municípios que compartilham essa peculiaridade, como Xangri-Lá, Cidreira, Balneário Pinhal e Palmares do Sul, todos situados no litoral norte.

O ranking dos dez municípios com o maior número de domicílios por habitante inclui ainda cidades como Jaguaruna (SC), Pontal do Paraná (PR), Imbé (RS), Ilha Comprida (SP) e Saubara (BA), onde a relação se aproxima de 1,2 residência por pessoa.

Mangaratiba, no Rio de Janeiro, destaca-se por sua presença de condomínios luxuosos, incluindo a residência do jogador Neymar.

A cidade, com 41.220 habitantes, atrai visitantes da zona oeste do Rio e da Baixada Fluminense, especialmente nos fins de semana, que buscam desfrutar do Poção de Muriqui, um curso d’água que começa no encontro de três cachoeiras e deságua na praia de Muriqui.

Já Matinhos, no litoral do Paraná, investiu expressivos R$ 314,9 milhões para alargar sua orla com 3,2 milhões de metros cúbicos de areia, equivalente a 220 mil caminhões.

Essa iniciativa faz parte de uma tendência observada em diversas cidades litorâneas do país, que buscam no alargamento de suas praias uma estratégia para impulsionar o turismo e combater problemas de erosão costeira.

Conheça a cidade goiana que tem mais imóveis que habitantes

Foto: Hoteis.com

Na Baía de Todos os Santos, Vera Cruz (BA) destaca-se como um destino conhecido pela praia da Conceição, famosa por sua boa estrutura e tranquilidade.

Essa cidade, que se desmembrou de Itaparica há seis décadas, atrai uma considerável quantidade de visitantes em busca de um refúgio litorâneo.

Esses casos, apesar de peculiares, evidenciam a complexidade demográfica e turística de diversas localidades brasileiras, onde a relação entre número de habitantes e domicílios ganha contornos interessantes e desafia as expectativas.

 

Mais sobre Rio Quente, a cidade goiana que tem mais imóveis que habitantes

Em 1722, no auge do colonialismo, Bartolomeu Bueno Filho descobriu, por acaso, uma importante riqueza natural: as águas quentes de Goiás. Durante suas andanças pelas serras do estado, o bandeirante se deparou com fontes borbulhantes, no leito rochoso do rio quente. Um tesouro, até então escondido, que brotava em abundância, compondo um belíssimo ecossistema.

Um verdadeiro paraíso, que tempos depois, transformou-se em um dos destinos turísticos mais procurados do país, famoso em toda parte.

Abriga o maior rio de águas termais do mundo (extensão de 12 kilometros), e principalmente pela fundação da Pousada do Rio Quente na década de 60 pela família Palmerston, que hoje bem estruturado transformou-se no Rio Quente Resorts.

Emancipada em 1988, a cidade de Rio Quente, atrai, todos os anos, milhares de turistas todos os anos, por conta de seus atrativos únicos.

O município de atrativos naturais únicos, oferece aos visitantes uma experiência rica e inesquecível, que envolve o contato direto com a natureza, em um clima interiorano, aconchegante e agradável.

O Processo geotérmico é responsável pelo aquecimento das águas, porque a Serra de Caldas possui fissuras, que ao serem penetradas pelas águas das chuvas, e essas águas descem até o subsolo e ao alcançar o lençol freático, chegam com temperatura altíssima, daí sobem com pressão adquirem temperatura quente média de 38 Cº.

 

Turismo

Com suas águas quentes e cristalinas, o Rio Quente é o destino perfeito para quem busca relaxar e se conectar com a natureza. Aqui, você poderá desfrutar de piscinas naturais de água quente, passeios de barco pelo rio e caminhadas em meio a paisagens exuberantes.

Além disso, o Rio Quente oferece uma ampla variedade de atividades para toda a família.

As crianças vão adorar o parque aquático Hot Park, com seus toboáguas e piscinas de ondas. Os adultos podem desfrutar de uma massagem relaxante no SPA ou jogar uma partida de golfe no campo de 18 buracos.

Para os amantes da aventura, o Rio Quente oferece opções emocionantes como trilhas de bicicleta, tirolesa e rapel. E para quem gosta de aprender, há várias opções de turismo ecológico, incluindo visitas a reservas naturais e observação de aves.

O Rio Quente tem uma gastronômica variada, com restaurantes que servem desde pratos típicos da região até opções internacionais. Além disso, há bares e casas noturnas para todos os gostos, desde ambientes mais tranquilos até festas animadas.

 

Gostou? Agora é só arrumar as malas e ir conhecer ou visitar novamente esse local incrível do nosso estado.

 

Leia Também

O que fazer em Rio Quente em 48 horas

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Se você está em busca de um refúgio paradisíaco próximo a Goiás, a Praia do Puçá, localizada em Lavandeira, Tocantins, é uma descoberta que vai encantar os amantes da natureza e do ecoturismo.

Aninhada na região das Serras Gerais, um complexo de serras, cânions e cachoeiras na divisa de Goiás com Tocantins, essa pérola turística tem conquistado os corações dos visitantes goianos. E nós achamos que você precisa conhecer esse lugar incrível em 2024!

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Foto: Prefeitura de Lavandeira

 

Saiba mais sobre a paradisíaca Praia do Puçá

A Praia do Puçá é um convite irrecusável para os amantes do ecoturismo. Aproximadamente 690 km separam Goiânia desse paraíso. É recomendado o acesso via carro, próprio ou alugado.

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Foto: Lincoln Valadares

O cenário é deslumbrante, com árvores exuberantes, areias branquinhas e um rio de águas verde-esmeraldas e cristalinas. O curso do rio oferece diversos poços para banho, proporcionando uma ‘difícil escolha’ entre as maravilhas naturais.

A paisagem é de tirar o fôlego, deixando até as águas do Mar do Caribe no chinelo!

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Foto: Lincoln Valadares

A atmosfera calma e tranquila da praia, aliada à proximidade de outros pontos turísticos notáveis, como o Rio Azuis (o menor rio de água doce do mundo), torna a viagem ainda mais fascinante. A região das Serras Gerais, merece uma visita de até 5 dias, para explorar com calma o paraíso, ainda intocado.

 

Mais dicas e valores da Praia do Puçá

A Praia do Puçá recebe visitantes diariamente, e a entrada tem o custo de R$ 30. Se a ideia é acampar e prolongar a experiência, a taxa é de R$ 80. Crianças entre 7 e 12 anos têm direito a meia-entrada.

Uma dica valiosa: tenha dinheiro em mãos, pois o local não aceita cartões.

Não há necessidade de guia para chegar ao local (mais dicas sobre o trajeto, no final da matéria), e não há trilhas a percorrer. Mas se você quiser explorar mais poços, basta continuar andando na margem do rio e outras maravilhas vão surgindo como a Praia do Segredo.

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Foto: Lincoln Valadares

Ao lado da praia, um bar e restaurante oferece delícias regionais e caseiras. Se estiver em grupo, é fundamental informar com antecedência para garantir o preparo das refeições.

Vale destacar que é proibida a entrada com alimentos, bebidas e som automotivo na praia.

Já no camping, os visitantes têm mais liberdade, podendo levar seus próprios mantimentos. O local disponibiliza mesas, cadeiras, banheiros com chuveiro elétrico e tomadas na área de camping.

 

Como Chegar

A jornada até a Praia do Puçá saindo de Goiânia, segue em direção a Brasília de carro próprio ou transporte alternativo. Em Brasília, pegue a rodovia em direção à Chapada dos Veadeiros pela GO 118 até a cidade de Campos Belos, que faz divisa com Tocantins.

De Campos Belos, continue pela TO 110 em direção a Novo Alegre, seguindo até Aurora do Tocantins ou Lavandeira.

A praia fica a apenas 24 km do centro da cidade de Lavandeira.

Embora qualquer veículo possa chegar até lá, carros mais altos são preferíveis.

Não há necessidade de guia, e não há trilhas a percorrer.

 

Melhor época para visitação

O período ideal para visitar a Praia do Puçá é durante a estiagem, de maio a outubro.

Nessa época, as águas atingem sua máxima transparência, proporcionando uma experiência bem cristalina!

 

Serras Gerais

Você precisa conhecer essa praia paradisíaca que fica bem pertinho de Goiás

Foto: @canionencantadooficial

Na região das Serras Gerais, os principais atrativos são as montanhas esculpidas pela ação das águas e dos ventos, detalhadas por cânions, mirantes, grutas, cavernas, cachoeiras e rios, ora mansos ora revoltos, apropriados às emoções do rafting. Tudo isso cercado por uma vegetação exótica!

Os municípios que compõem a região são: Almas, Arraias, Aurora do Tocantins, Dianópolis, Natividade, Paranã, Rio da Conceição e Taguatinga.

As Serras Gerais do Tocantins, apesar de não possuir fervedouros, possui atrações tão belas quanto o vizinho mais famoso, o Jalapão. Entre as principais atrações, se destacam o espetacular Cânion Encantado, o Rio Azuis e a Lagoa do Japonês.

 

Mais Informações

Praia do Puçá – Lavandeira, Tocantins

  • Instagram: @praiadopucaoficial
  • Telefone: (63) 99122 5278
  • Taxa de Visitação: R$30
  • Taxa de Camping: R$80
  • Criança de 7 a 12 anos: Meia-entrada

 

Se você busca um refúgio próximo a Goiás, a Praia do Puçá é uma opção imperdível!

Se você já visitou, conta para gente o que achou!

Conheça os 3 países mais baratos para brasileiros e que valem a visita em 2024

O ano de 2024 chegou com tudo! E promete muitas oportunidades para os amantes de viagens, especialmente para aqueles que buscam destinos internacionais, sem comprometer o orçamento. Entãos, nós fomos atrás e descobrimos os 3 países mais baratos para brasileiros e que valem a visita!

Os três países proporcionam aventuras inesquecíveis e são gentis com o bolso dos brasileiros.

 

Conheça os encantos acessíveis da Argentina, Colômbia e Chile!

 

Que tal explorar novas culturas este ano? Topa?

 

Conheça os 3 países mais baratos para brasileiros e que valem a visita em 2024

 

Argentina: tango, gastronomia e paisagens deslumbrantes

Conheça os 3 países mais baratos para brasileiros e que valem a visita em 2024

Foto: Visit Argentina

A Argentina, terra do tango e dos pampas, figura como um dos destinos mais acessíveis para brasileiros em 2024.

Com a desvalorização do peso argentino em relação ao real, viajar para esse país tornou-se uma opção ainda mais atraente. Buenos Aires, a capital, cativa com sua arquitetura europeia, ruas vibrantes e uma cena gastronômica única.

As regiões vinícolas de Mendoza oferecem paisagens deslumbrantes, enquanto a Patagônia surpreende com seus glaciares imponentes.

Com uma ampla variedade de atrações, a Argentina é um convite ao encontro de experiências ricas sem comprometer o orçamento do viajante.

 

Colômbia: diversidade cultural e natureza exuberante

Conheça os 3 países mais baratos para brasileiros e que valem a visita em 2024

Foto: Hoteis.com

A Colômbia, país que tem conquistado cada vez mais espaço no coração dos turistas, é outra escolha sensata para quem busca destinos econômicos em 2024.

Com a recente estabilização econômica, a Colômbia oferece uma gama de opções para explorar, desde as praias caribenhas de San Andrés até as ruas históricas de Cartagena. A diversidade cultural é evidente nas cidades, refletindo-se na música, dança e culinária.

A cidade de Medellín, por exemplo, conhecida como a Cidade da Eterna Primavera, apresenta uma atmosfera agradável e inúmeras atrações a preços acessíveis.

Além disso, Cartagena e San Andres são um paraíso para os amantes da natureza, com paisagens que variam de praias paradisíacas a selvas exuberantes. Imperdível para 2024, não acha?.

 

Chile: do Deserto do Atacama à Patagônia Chilena

Foto: Nós no Chile

O Chile, com sua geografia diversificada que abrange o deserto mais árido do mundo, o Deserto do Atacama, até as majestosas paisagens da Patagônia Chilena, surge como outro destino extraordinário e acessível.

Santiago, a capital, oferece uma mistura de modernidade e tradição, enquanto o Valle Nevado atrai os amantes de esportes de inverno. A rota dos vinhos no Vale Central proporciona experiências enológicas inesquecíveis.

O Chile também se destaca pela segurança e facilidade de locomoção, tornando-o uma escolha prática e atraente para os turistas brasileiros.

Com uma moeda estável, o peso chileno, e uma variedade de atrações a custos acessíveis, o Chile figura como um destino que realmente vale a pena explorar em 2024.

O país é composto por muita cultura e singularidades, e essas características o tornam um destino extremamente atrativo e interessante.

Descubra as principais curiosidades chilenas:

  • O Chile é o maior produtor de cobre do mundo;
  • A cidade mais ao sul da Terra, Puerto Williams, é chilena;
  • O Chile é o melhor lugar do mundo para realizar observações astronômicas;
  • O edifício mais alto da América Latina, Costanera Center Torre, fica no Chile;
  • O Chile é o país que possui mais vulcões no mundo (mais de 500);
  • As múmias mais antigas do mundo estão no Chile;
  • O Chile é o país mais longo e fino/estreito do mundo;
  • O maior terremoto já registrado no mundo ocorreu no Chile;
  • Os vinhos chilenos são reconhecidos mundialmente;
  • Não é permitido beber bebidas alcoólicas nas ruas chilenas;
  • O Deserto do Atacama, localizado no território chileno, é o deserto mais seco do mundo.

 

A Argentina, Colômbia e Chile emergem como destinos acessíveis para os brasileiros em 2024, oferecendo não apenas riquezas culturais e naturais, mas também uma experiência enriquecedora que se alinha a orçamentos conscientes.

Ao optar por destinos que proporcionam uma excelente relação custo-benefício, os viajantes têm a oportunidade de explorar o melhor que esses países têm a oferecer sem comprometer suas finanças.

Embarque nessa jornada emocionante, descubra novas culturas, sabores e paisagens, e faça de 2024 o ano em que suas viagens se tornarão inesquecíveis, sem esvaziar sua carteira.

Listamos 8 destinos imperdíveis de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024 (1 é em Goiás!)

Se você é um amante do ecoturismo, certamente ficará encantado em saber que o Brasil é um dos principais destaques mundiais nesse segmento. Mas quais são os lugares que se destacam quando o assunto é ecoturismo no Brasil? Nós listamos, junto com a PlanetaEXO, 8 destinos de ecoturismo para visitar em 2024 e 1 é em Goiás! Continue lendo para saber tudo!

 

Em 2023, a revista norte-americana “Forbes” elegeu o Brasil como referência em ecoturismo, reconhecendo suas paisagens deslumbrantes e iniciativas sustentáveis.

Mas quais são os destinos que se destacam dentro do país?

Nós, do Curta Mais, elaboramos uma lista, com uma ajudinha da PlanetaEXO, especializada em experiências de viagem sustentáveis, destacando oito lugares imperdíveis para visitar no Brasil em 2024.

Um deles está localizado em Goiás e merece sua atenção especial!

 

Confira os 8 destinos de ecoturismo no Brasil que listamos, para visitar em 2024

 

1. Amazônia (AM)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: CAF Amazônia

A maior floresta tropical do mundo não é apenas uma maravilha natural, mas um destino fascinante para o ecoturismo.

Hospedar-se em lodges sustentáveis, explorar rios e igarapés, observar a vida selvagem e interagir com as comunidades ribeirinhas oferece uma experiência única e inesquecível.

A Amazônia desempenha um papel crucial no combate ao desmatamento, tornando o ecoturismo uma ferramenta poderosa para conscientização ambiental e proteção das comunidades indígenas e ribeirinhas.

 

2. Jalapão (TO)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Worldpackers

Conhecido por suas paisagens selvagens e preservadas, o Jalapão, região de Cerrado, impressiona com dunas douradas, fervedouros de água azul e cachoeiras.

Iniciativas de conservação da biodiversidade, como o manejo do capim-dourado e a proteção de espécies ameaçadas, fazem da região um destino especial. Além dos fervedouros, que são poços de águas cristalinas, onde você não consegue afundar de jeito nenhum!

Sabemos que muitos viajantes evitam ao máximo contratar agências para viajar, mas no caso do Jalapão é imprescindível.

O terreno difícil e as estradas mal sinalizadas fazem com que motoristas inexperientes na região tenham grande dificuldade de locomoção. Outro fator que prejudica a viagem por conta própria é a precária cobertura de telefonia móvel, que mantém os celulares sem sinal em grande parte dos percursos, sendo bem difícil pedir ajuda no caso de atolar o carro, por exemplo.

 

3. Pantanal (MT/MS)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Rede de Hotéis Mato Grosso

Maior pantanal do mundo, este santuário ecológico abriga uma das maiores concentrações de vida selvagem do planeta.

Safáris fotográficos, observação de onças-pintadas, jacarés e araras-azuis, além da pesca de piranhas, proporcionam experiências únicas.

A combinação de turismo sustentável e práticas agrícolas responsáveis contribui para a preservação das tradições pantaneiras e espécies ameaçadas.

 

4. Vale do Pati (BA)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Mala de Aventuras

Localizado na Chapada Diamantina, o Vale do Pati revela paisagens espetaculares e trilhas que destacam a biodiversidade única da região.

O turismo desempenha um papel crucial na economia local, sendo a principal fonte de renda da região. Adotando um modelo exemplar de sustentabilidade, as casas na região utilizam 100% de energia solar. É um lugar imperdível, que você tem que conhecer antes de morrer!

 

5. Bonito (MS)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Wikipedia

Polo de ecoturismo, Bonito é um paraíso para mergulhos em águas cristalinas, trilhas e cachoeiras.

Com uma forte política de preservação ambiental, a região é um exemplo da transição para o turismo sustentável, com um sistema eficaz de controle de visitação, promovendo uma gestão turística responsável.

 

6. Fernando de Noronha (PE)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Melhores Destinos

Arquipélago considerado patrimônio mundial pela Unesco, Fernando de Noronha encanta com praias paradisíacas e rica biodiversidade marinha.

O lugar promove a educação ambiental por meio da observação da vida selvagem, oferecendo uma experiência prática e interativa sobre a preservação do meio ambiente.

 

7. Lençóis Maranhenses (MA)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Rota das Emoções

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um dos lugares mais incríveis do Brasil, com dunas de areia branca que se transformam em lagoas de água doce durante o período chuvoso.

Além de ser um motor econômico para as comunidades locais, o turismo impulsiona o artesanato e promove guias credenciados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

8. Cavalcante (GO)

Listamos 8 destinos de ecoturismo no Brasil para visitar em 2024

Foto: Rio Quente

Localizado em Goiás, na região da Chapada dos Veadeiros, Cavalcante é uma cidade ainda pouco explorada, que abriga 70% da área do Parque Nacional.

Com mais de 100 cachoeiras, cânions, grutas e mirantes, a cidade oferece uma rica herança cultural, com comunidades remanescentes de quilombolas.

Além disso, Cavalcante apresenta atrativos únicos e ainda pouco explorados, sendo ideal para os amantes de esportes de aventura.

 

Ao escolher esses lugares imperdível, você tem a oportunidade de explorar a natureza exuberante do Brasil, e também contribui para práticas sustentáveis e a preservação do meio ambiente.

Está preparado para uma jornada única e inesquecível em 2024? Só depende de você!

 

Descobrimos os 3 destinos no Caribe que deixam os goianos apaixonados

O Caribe, refúgio paradisíaco mundial, ressurgiu com força após a pandemia, registrando, no final de 2022, recordes de visitantes internacionais. Entre os destinos mais procurados pelos brasileiros estão Cancún e Riviera Maya, no México, e Punta Cana, na República Dominicana. E os goianos também estão aproveitando essa onda!

O estado de Quintana Roo, lar de Cancún e Riviera Maya, testemunhou mais de 30 milhões de desembarques no aeroporto, um recorde notável conforme dados do governo local. Enquanto isso, a República Dominicana, especialmente Punta Cana, experimentou um surpreendente retorno ao turismo, ultrapassando os níveis pré-pandêmicos com 7,1 milhões de turistas via aérea e 1,3 milhões por cruzeiros.

 

Vamos conhecer um pouco de cada um desses destinos, acompanhe!

 

Cancún

3b8b3ebfe8c2c549d4d44a583934989a.png

Foto: Hotéis.com

Cancún, além de suas deslumbrantes praias e centros comerciais, abriga o icônico Chitzén Itzá, o sítio maia destacado como uma das sete maravilhas do mundo. Para explorar esta maravilha, a dica é chegar cedo, por volta das 8h, evitando as multidões e as horas mais quentes do dia. A visita, que inclui o espetacular cenote Il Kil, requer cerca de três horas.

Para os aventureiros, Chitzén Itzá é acessível de carro alugado ou ônibus, disponível na estação ADO em Cancún.

 

Riviera Maya

Riviera Maya Hotels, Things to Do, Restaurants, & Attractions

Foto: The Mexican Caribbean

A Riviera Maya é um tesouro de cenotes. Cenotes são poços de águas profundas considerados sagrados pelos maias. Atualmente, muitos desses cenotes estão abertos para visitação e banho durante todo o ano.

Destacam-se El Gran Cenote, próximo a Tulum; os cenotes de Cobá; Xcacelito, próximo à praia de Xcacel; e Dos Ojos, com suas fascinantes cavernas subaquáticas.

Os maias acreditavam que os cenotes eram portais para o mundo espiritual, realizando rituais ao redor deles. Hoje, visitantes têm a oportunidade de explorar esses locais incríveis.

 

Punta Cana

Guia Completo de Viagem a Punta Cana | Decolar

Foto: Decolar.com

Em Punta Cana, a imperdível excursão à Ilha Saona oferece um santuário de estrelas do mar, recifes de corais e praias de águas cristalinas. A partir da cidade litorânea de Bayahíbe, a uma hora de estrada de Punta Cana, barcos públicos e privados levam os visitantes para essa ilha paradisíaca em menos de uma hora.

Outra opção divertida é o passeio de buggy por Punta Cana, proporcionando uma aventura por praias, selvas e plantações de café.

Frente ao boom turístico, hotéis como o Hard Rock Hotels – An All Inclusive, presentes nesses destinos, estão oferecendo promoções irresistíveis para férias em família. Em Punta Cana, destaca-se o maior cassino da região e um parque aquático para todas as idades.

Até dezembro de 2023, crianças de 4 a 17 anos não pagam nos hotéis da marca, promovendo experiências únicas para famílias, casais e grupos de amigos. Esses destinos cativam os viajantes com suas praias paradisíacas e proporcionam opções exclusivas para todos os gostos.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Reprodução/Dicas para Punta Cana

Novidade! Goiás lança passaporte para turistas documentarem suas viagens no estado

No próximo dia 22 de novembro, das 8h às 13h, a Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (ALEGO), apresenta uma novidade empolgante para os amantes de viagens. O “Passaporte do Turismo Goiano” permite aos viajantes documentar suas viagens no estado.

O documento é ilustrado com fotos dos atrativos turísticos das onze regiões que abrangem os 95 municípios do Mapa do Turismo Goiano. No formato padrão de um passaporte, o documento oferece espaços para anotações das visitas, incluindo data e assinatura da pessoa que recebe o turista.

3e262c9df12264a9295b474818687288.jpg

Capa do Passaporte do Turismo Goiano. Foto: divulgação/ALEGO

Além de ser uma lembrança personalizada de cada visita, as informações registradas nas visitações serão compiladas para gerar dados estatísticos. Esses dados serão essenciais para orientar futuras ações de promoção do turismo em Goiás.

Se você é um entusiasta de viagens e está em busca de uma forma única de documentar suas aventuras em Goiás, o “Passaporte do Turismo Goiano” promete ser um companheiro inseparável em suas futuras explorações pelo estado.

 

Lançamento do Passaporte

O evento de lançamento contará com a participação de instituições públicas e privadas, empresários do setor turístico e profissionais ligados à cadeia de serviços, incluindo representantes da hotelaria, agentes de viagens e guias turísticos. 

O Fórum, com o tema “A Força das Parcerias nas Entregas do Turismo Goiano”, tem como objetivo apresentar um balanço das atividades de 2023, destacando a parceria entre a Comissão de Turismo, Goiás Turismo, Sebrae, CETUR e as Regiões Turísticas que compõem o Mapa do Turismo Goiano.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: Agência de Notícias Cora Coralina

Se você ama comer uma costela derretendo precisa conhecer esses lugares em Goiânia

A costela, considerada por muitos como a parte mais saborosa e macia da carne bovina, é uma iguaria que desperta desejos irresistíveis. Se você é daqueles que, de vez em quando, sente a necessidade incontrolável de saborear uma costela de encher os olhos, este roteiro é perfeito para você. Desfrute ao máximo esses lugares incríveis em Goiânia!

Se há um consenso entre os apreciadores da culinária, é que a arte de preparar uma costela suculenta envolve um ingrediente essencial: paciência. E foi justamente com esse tempero que elaboramos cuidadosamente essa lista. Utilizando nossa experiência em desbravar os melhores sabores da cidade, somada às sugestões de amigos e leitores que compartilham do amor por uma costela bem preparada, apresentamos uma seleção especial.

Vamos começar essa jornada gastronômica pelos melhores locais em Goiânia que elevam a experiência de degustar uma costela ao mais alto patamar. Boa leitura e bom apetite!

 

Costela de Vaca

Preview

Endereço: Rua Santarem Q13, L17 – Setor Serrinha – Goiânia

Telefone: (62) 98297-7121 Instagram: @costeladevaca_original

Costela na Brasa

Preview

Endereço: Av. C-233, 129 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3092-2473

 

Instagram: @costelanabrasa

 

Costelaria Rocha

Endereço: Av. C-104, 672 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3286-5382

 

Instagram: @costelariarocha

 

Costela e Cia

Preview

Endereço: Av. C-208, 319 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3092-8370

 

Instagram: @costelaeciagyn

 

Costelaria do Gaúcho

Foto

Endereço: Av. C-197 – Jardim América, Goiânia – GO

Telefone: (62) 3285-8174

 

Instagram: @costelaria_do_gaucho

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa: divulgação/

Praia de água doce cristalina na divisa de Goiás e Tocantins é um oásis que está atraindo turistas do mundo inteiro

Na divisa entre Goiás e Tocantins, próximo à cidade de Campos Belos, reside um tesouro turístico pouco explorado: a encantadora Praia do Pequizeiro, um verdadeiro oásis escondido em Lavandeira, Tocantins. Este destino pitoresco está rapidamente se tornando um segredo bem guardado para os amantes da natureza e aventureiros de todo o mundo.

 

Preview

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

Apesar de não ser uma típica praia de mar, a Praia do Pequizeiro deslumbra os visitantes com suas paisagens de tirar o fôlego. A água cristalina, uma característica única deste local, convida os turistas a um mergulho revigorante em meio ao calor característico da região. Além disso, os aventureiros têm a opção de montar suas próprias barracas, aproveitando a área de camping disponível no local e passando noites sob um céu estrelado.

 

Poço do Paraíso Aurora do Tocantins

Foto:  Reprodução/Aventuras Pelo Nosso Mundo

Situada em uma propriedade privada, a Praia do Pequizeiro requer uma pequena taxa de entrada para os visitantes: R$ 30 para um dia de visita e R$ 75 para aqueles que desejam acampar. Para vivenciar plenamente todas as maravilhas deste local único, é altamente recomendável contar com a orientação de um guia local.

A região das Serras Gerais, onde esta praia de água doce está localizada, é um verdadeiro tesouro natural. Cenários adornados por rios sinuosos, serras majestosas, cachoeiras encantadoras e trilhas desafiadoras aguardam os exploradores. Com cerca de 200 cavernas catalogadas, a área também é um paraíso para os espeleólogos e amantes da geologia.

 

114f6dafbfb51eb85225b46b528860f4.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

5dba71e873d8f6dd40be74146bad889a.png

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

 

A Praia do Pequizeiro recebe visitantes todos os dias, incluindo fins de semana e feriados, das 08h às 17h. Se você está em busca de um refúgio longe das multidões, onde a beleza da natureza é a principal atração, esta praia paradisíaca se revela como o destino perfeito para uma escapada inesquecível.

 

Deixe-se encantar pela serenidade e beleza intocada deste esconderijo natural entre Goiás e Tocantins.

 

Confira este vídeo do lugar:



 

Mais Informações

Praia do Pequizeiro

Onde: Lavadeira, Tocantins

Como chegar:

Horários: todos os dias das 8h às 17h

Telefone: (63) 992428086

Valores: Day Use R$ 30,00

Camping R$75,00

Instagram: @praiadopequizeiro

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa:  Reprodução/Instagram @praiadopequizeiro

Descobrimos a maior cachoeira do mundo e ela está localizada em baixo d’água

No vasto e misterioso mundo submarino, um fenômeno natural desafia as expectativas: a maior cachoeira do mundo está escondida no Estreito da Dinamarca, em baixo d´água. Enquanto as cataratas tradicionais nos deixam boquiabertos com suas alturas impressionantes, essa maravilha subaquática surpreende por sua grandiosidade inesperada nas profundezas do oceano Atlântico.

561cf657bd8602ce5907398fdfc61ac5.png

Foto: Reprodução/Olhar Digital

Localizada na convergência do Mar da Groenlândia e o Mar Irmenger, parte do vasto Oceano Atlântico, a cachoeira do Estreito da Dinamarca se estende por incríveis 3,5 quilômetros. Para colocar em perspectiva, essa extensão supera a famosa Angel Falls, a cachoeira ininterrupta mais alta da Terra, que despenca de alturas vertiginosas por 976 metros.

Assista esse vídeo:

 

O que torna essa cachoeira submarina tão única?

A resposta está na temperatura das águas. As correntes frias do Estreito da Dinamarca, mais densas do que as águas mais quentes ao seu redor, mergulham em um espetáculo natural que ocorre bem abaixo da superfície.

Com uma incrível largura, essas águas poderosas movem cerca de 5 milhões de metros cúbicos por segundo, criando uma queda d’água que é aproximadamente três vezes maior do que sua contraparte venezuelana.

O fenômeno desafia nossa compreensão das maravilhas naturais e nos lembra da vastidão e da complexidade dos ecossistemas oceânicos. Essa cachoeira submarina, embora escondida dos olhos do mundo, permanece como um tributo à beleza inexplorada dos oceanos. Um lembrete de que, mesmo em profundezas desconhecidas, a natureza continua a nos surpreender com sua grandeza e mistério.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto da capa: Divulgação/Olhar Digital

Praia paradisíaca que esconde um segredo de cair o queixo fica bem pertinho de Goiás

No coração da tranquila fronteira entre Goiás e Tocantins, próximo à cidade de Campos Belos, encontra-se um tesouro turístico esperando para ser desvendado. Conheça a Praia do Puça, uma jóia escondida em Lavandeira, Tocantins, que reserva um segredo ainda mais fascinante: a Prainha do Segredo, a apenas 200 metros de caminhada.

Estes destinos espetaculares estão prontos para proporcionar uma experiência única aos visitantes que se aventuram por suas águas cristalinas e paisagens de cai o queixo.

eb8d1d8fcb4187797b4dde0bef1a226f.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

Apesar de não estar à beira do mar, a Praia do Puça surpreende com suas areias douradas e águas incrivelmente cristalinas. A tentação de um mergulho refrescante é irresistível, especialmente sob o calor característico da região. Para os mais aventureiros, a opção de montar acampamento em meio a esse paraíso natural é uma possibilidade, graças à área de camping bem equipada disponível no local.

9fcfe71ea4e3a6dabd6c4c92b397ab86.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

O local não apenas oferece um ambiente perfeito para relaxar, mas também conta com uma infraestrutura impecável. Banheiros limpos, restaurantes que servem pratos regionais deliciosos e áreas de descanso estilosas tornam a estadia ainda mais agradável. No entanto, é essencial lembrar que a entrada na Praia do Puça é permitida mediante uma taxa de R$ 30 para passar o dia e R$ 80 para acampar durante a noite.

52ace465e815b7b7aecdbefdd6e97af9.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

A beleza da Praia do Puça é apenas o começo. A região das Serras Gerais, onde está situada, é um verdadeiro paraíso natural, com rios sinuosos, serras majestosas, cachoeiras encantadoras, trilhas desafiadoras e aproximadamente 200 cavernas catalogadas.

Para aproveitar ao máximo essa experiência única, é altamente recomendável contratar um guia local. Além de enriquecer a jornada com informações históricas e curiosidades locais, um guia proporciona uma exploração segura e informativa.

b92fc5711939f241c7a132f2ad56d795.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

É fundamental estar preparado ao visitar este paraíso intocado. Não há aceitação de cartões, e é proibido trazer som automotivo, garantindo assim um ambiente tranquilo e relaxante para todos os visitantes.

4a7aac08ebff2af08fed19d02f4543ab.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

Além da experiência natural, a culinária local é um deleite para os sentidos. Delicie-se com pratos autênticos como galinha capirira, moqueca de peixe, costelinha de tambaqui e mandioca frita com carne de sol, preparados com ingredientes frescos e saborosos que refletem a riqueza da região.

Por conta da sua popularidade crescente, a Praia do Puça tende a ficar bastante movimentada, especialmente na hora do almoço. Portanto, a dica é chegar cedo para garantir um lugar tranquilo para relaxar e apreciar a beleza natural ao redor.

17e7dcabd4d812448789ab8bee027fa8.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

E, se você estiver pronto para explorar ainda mais, a apenas 200 metros de distância, a Prainha do Segredo aguarda para surpreendê-lo com sua própria magia.

b92fc5711939f241c7a132f2ad56d795.jpg

Foto:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial

Uma viagem para esses destinos é mais do que uma escapada, é uma jornada para descobrir o encanto escondido entre as fronteiras de Goiás e Tocantins. Aventure-se e deixe-se maravilhar por esse paraíso secreto na Terra!

 

Mais Informações

Praia do Puça e Prainha do Segredo

Onde: Lavandeira, Tocantins

Como chegar: clique AQUI

Horários: todos os dias das 8h às 17h

Telefone: (63) 99122-5278

Valores: Day Use R$ 30

Camping R$80

Instagram: @praiadopucaoficial

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Foto de Capa:  Reprodução/Instagram @praiadopucaoficial