EUA renova regra que dispensa entrevistas consulares para vistos em 2024

O governo dos Estados Unidos renovou a regra que permite que consulados e embaixadas dispensem a realização de entrevista presencial para a emissão ou renovação de certos tipos de vistos. A regra, publicada no final de dezembro pelo Departamento de Estado americano, vale até o final de 2024.

O principal objetivo da medida, que vem sendo adotada desde a pandemia, é reduzir a fila de espera nos postos consulares ao redor do mundo, em razão da crescente demanda por vistos americanos.

Em 2024, detentores de um visto americano não imigratório, ou seja, aquele que não concede a residência permanente, poderão renová-lo sem realizar a entrevista consular, contanto que o documento não tenha vencido há mais de 48 meses. A regra se aplica, por exemplo, ao visto de turismo e negócios (B1/B2), que corresponde a mais de 90% das emissões para brasileiros.

Visto de primeira viagem para os Estados Unidos

Nos casos de solicitação de um visto novo, o solicitante também poderá ser dispensado da entrevista presencial caso já tenha recebido anteriormente um visto imigratório dos Estados Unidos que não o B1/B2 e esse visto não esteja vencido há mais de 48 meses.

“Para quem vai tirar o visto pela primeira vez, sem nunca ter recebido uma autorização anterior, a entrevista consular é mandatória. A única exceção, de acordo com a nova regra do Departamento de Estado, é o visto H-2, destinado a trabalhadores temporários que vão para os Estados Unidos atuar na agricultura ou em áreas que tenham picos de demanda sazonal”, explica Rodrigo Costa, CEO do Viva América, empresa especializada em serviços imigratórios.

O executivo explica ainda que, para conseguir a isenção da entrevista nos casos estabelecidos na nova regra do Departamento de Estado, os candidatos devem solicitar o visto em seu país de residência e não podem ter registro de um visto negado anteriormente, a não ser que essa negativa tenha sido superada posteriormente com uma aprovação ou anulada a critério do governo americano.

“Além disso, se houver qualquer outra razão aparente de inelegibilidade, a autoridade consular poderá, em ato discricionário, exigir a realização da entrevista”, completa Rodrigo Costa.

Filas de espera no Brasil 

A fila de espera para agendar uma entrevista nos consulados e na Embaixada dos Estados Unidos no Brasil bateu sucessivos recordes em 2022 e 2023. No ano passado, por exemplo, solicitantes que tentaram tirar o visto no Consulado de São Paulo chegaram a ter de aguardar mais de 630 dias – quase dois anos – para a entrevista.

Por causa disso, a Embaixada contratou novos funcionários e passou a realizar atendimentos aos sábados. E as medidas deram certo.

De acordo com um levantamento realizado pelo Viva América, que monitora a fila de espera para o visto B1/B2, o tempo para conseguir a entrevista consular na capital paulista é de 8 oito dias atualmente, com base na última atualização da pesquisa, referente à segunda semana de janeiro. O agendamento também está mais ágil nos consulados do Rio de Janeiro (40 dias), Porto Alegre (15) e Recife (98). Na Embaixada em Brasília, são 21 dias.

Com isso, a média de espera dos cinco postos diplomáticos dos Estados Unidos que emitem o visto de turismo e negócios no Brasil é de 36,4 dias, a menor desde novembro de 2022, quando o Viva América iniciou o monitoramento.

 

*Fonte: Terra

Veja também:

 

Grammy 2024: confira os vencedores da premiação musical

A 66.ª edição do Grammy, que ocorreu no domingo, 4, marcou um novo recorde na carreira de Taylor Swift. A artista, que ganhou na principal categoria da noite, a de Álbum do Ano, se tornou o primeiro artista na história da premiação a ganhar quatro vezes nesta categoria, um feito jamais alcançado por ninguém.

A premiação contou com número recorde de indicações femininas nas categorias mais importantes, como gravação do ano, com sete indicadas: SZA, Miley Cyrus, Billie Eilish, Victoria Monét, Taylor Swift, Olivia Rodrigo, além do trio indie feminino Boygenius. O único homem na categoria foi o pianista Jon Batiste.

As mulheres também foram as principais atrações dos shows da cerimônia, com apresentações de Joni Mitchell, SZA (liderando com nove indicações), Billie Eilish, Olivia Rodrigo e Dua Lipa. Também fizeram shows Billy Joel, o rapper Travis Scott, o cantor country Luke Combs e o nigeriano Burna Boy.

A cerimônia também deu a volta por cima e entregou uma das melhores edições de sua história, seja pelas apresentações históricas que levou ao palco, como de Stevie Wonder, Joni Mitchell, Billy Joel e Tracy Chapman, seja pelo número recorde de troféus entregues para mulheres e artistas negros.

Desta forma, a cerimônia do Grammy superou em muito as duas últimas e chatíssimas edições. Na de 2022, ainda tomada por precauções da Covid, a festa quase não contou com bons convidados.

Já a de 2023 pecou em não dar o mais importante prêmio da noite, o de álbum do ano, para Beyoncé, a artista mais premiada da história, com 32 troféus, mas nenhum nesta categoria (erro lembrado neste ano por seu marido, Jay Z, que discursou ao receber o gramofone de impacto global).

Confira a lista dos indicados, com os vencedores já anunciados até o momento em negrito:

Álbum do Ano

Jon Batiste – World Music Radio

boygenius – The Record

Miley Cyrus – Endless Summer Vacation

Lana Del Rey – Did You Know That There’s a Tunnel Under Ocean Blvd

Janelle Monáe – The Age of Pleasure

Olivia Rodrigo – Guts

Taylor Swift –Midnights (VENCEDOR)

SZA – SOS

 

Gravação do Ano

Jon Batiste – Worship

boygenius – Not Strong Enough

Miley Cyrus – Flowers (VENCEDOR)

Billie Eilish – What Was I Made For?

Victoria Monét – On My Mama

Olivia Rodrigo – Vampire

Taylor Swift – Anti-Hero

SZA – Kill Bill

 

Música do Ano

Lana Del Rey – A&W

Taylor Swift – Anti-Hero

Jon Batiste – Butterfly

Dua Lipa – Dance the Night

Miley Cyrus – Flowers

SZA – Kill Bill

Olivia Rodrigo – Vampire

Billie Eilish – What Was I Made For? (VENCEDOR)

 

Artista Revelação

Gracie Abrams

Fred again..

Ice Spice

Jelly Roll

Coco Jones

Noah Kahan

Victoria Monét (VENCEDOR)

The War and Treaty

 

Melhor Álbum Vocal de Pop

Kelly Clarkson – Chemistry

Miley Cyrus – Endless Summer Vacation

Olivia Rodrigo – Guts

Ed Sheeran – – (Subtract)

Taylor Swift – Midnights (VENCEDOR)

 

Melhor performance solo de pop

Miley Cyrus – Flowers (VENCEDOR)

Doja Cat – Paint the Town Red

Billie Eilish – What Was I Made For?

Olivia Rodrigo – Vampire

Taylor Swift – Anti-Hero

 

Melhor Performance Pop de dupla ou grupo

Miley Cyrus featuring Brandi Carlile – Thousand Miles

Lana Del Rey featuring Jon Batiste – Candy Necklace

Labrinth featuring Billie Eilish – Never Felt So Alone

Taylor Swift featuring Ice Spice – Karma

SZA featuring Phoebe Bridgers – Ghost in the Machine (VENCEDOR)

 

Melhor Gravação de Pop/Dance

David Guetta, Anne-Marie, Coi Leray – Baby Don’t Hurt Me

Calvin Harris featuring Ellie Goulding – Miracle

Kylie Minogue – Padam Padam (VENCEDOR)

Bebe Rexha and David Guetta – One in a Million

Troye Sivan – Rush

 

Melhor álbum tradicional de pop vocal

Liz Callaway – To Steve With Love: Liz Callaway Celebrates Sondheim

Rickie Lee Jones – Pieces of Treasure

Laufey – Bewitched (VENCEDORA)

Pentatonix – Holidays Around the World

Bruce Springsteen – Only the Strong Survive

Various Artists – Sondheim Unplugged (The NYC Sessions), Vol. 3

 

Melhor álbum de música Dance/Eletrônica

James Blake – Playing Robots Into Heaven

The Chemical Brothers – For That Beautiful Feeling

Fred Again.. – Actual Life 3 (January 1 – September 9 2022) (VENCEDOR)

Kx5 – Kx5

Skrillex – Quest for Fire

 

Melhor Gravação de Dance/Eletrônica

Aphex Twin – Blackbox Life Recorder 21F

James Blake – Loading

Disclosure – Higher Than Ever Before

Romy and Fred Again.. – Strong

Skrillex, Fred Again.., Flowdan – Rumble (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de rock

Foo Fighters – But Here We Are

Greta Van Fleet – Starcatcher

Metallica – 72 Seasons

Paramore – This Is Why (VENCEDOR)

Queens of the Stone Age – In Times New Roman…

 

Melhor música de rock

The Rolling Stones – Angry

Olivia Rodrigo – Ballad of a Homeschooled Girl

Queens of the Stone Age – Emotion Sickness

boygenius – Not Strong Enough (VENCEDOR)

Foo Fighters – Rescued

 

Melhor performance de metal

Disturbed – Bad Man

Ghost – Phantom of the Opera

Metallica – 72 Seasons (VENCEDOR)

Slipknot – Hive Mind

Spiritbox – Jaded

 

Melhor performance de Música Alternativa

Alvvays – Belinda Says

Arctic Monkeys – Body Paint

boygenius – Cool About It

Lana Del Rey – A&W

Paramore – This Is Why (VENCEDOR)

 

Melhor Álbum de Música Alternativa

Arctic Monkeys – The Car

boygenius – The Record (VENCEDOR)

Lana Del Rey – Did You Know That There’s a Tunnel Under Ocean Blvd

Gorillaz – Cracker Island

PJ Harvey – I Inside the Old Year Dying

 

Melhor performance de R&B

Chris Brown – Summer Too Hot

Robert Glasper featuring SiR and Alex Isley – Back to Love

Coco Jones – ICU (VENCEDOR)

Victoria Monét – How Does It Make You Feel

SZA – Kill Bill

 

Melhor álbum de R&B

Babyface – Girls Night Out

Coco Jones – What I Didn’t Tell You (Deluxe)

Emily King – Special Occasion

Victoria Monét – Jaguar II (VENCEDOR)

Summer Walker – Clear 2: Soft Life EP

 

Melhor música de R&B

Halle – Angel

Robert Glasper featuring SiR and Alex Isley – Back to Love

Coco Jones – ICU

Victoria Monét – On My Mama

SZA – Snooze (VENCEDOR)

 

Melhor performance tradicional de R&B

Babyface featuring Coco Jones – Simple

Kenyon Dixon – Lucky

Victoria Monét featuring Earth, Wind and Fire, and Hazel Monét – Hollywood

PJ Morton featuring Susan Carol – Good Morning (VENCEDOR)

SZA – Love Language

 

Melhor álbum de R&B progressivo

6lack – Since I Have a Lover

Diddy – The Love Album: Off the Grid

Terrace Martin and James Fauntleroy – Nova

Janelle Monáe – The Age of Pleasure

SZA – SOS (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de rap

Drake and 21 Savage – Her Loss

Killer Mike – Michael (VENCEDOR)

Metro Boomin – Heroes and Villains

Nas – King’s Disease III

Travis Scott – Utopia

 

Melhor música de rap

Doja Cat – Attention

Nicki Minaj and Ice Spice featuring Aqua – Barbie World

Lil Uzi Vert – Just Wanna Rock

Drake and 21 Savage – Rich Flex

Killer Mike featuring André 3000, Future, Eryn Allen Kane – Scientists and Engineers (VENCEDOR)

 

Melhor performance de rap

Baby Keem featuring Kendrick Lamar – The Hillbillies

Black Thought – Love Letter

Drake and 21 Savage – Rich Flex

Killer Mike featuring André 3000, Future, Eryn Allen Kane – Scientists and Engineers (VENCEDOR)

Coi Leray – Players

 

Melhor performance de rap melódico

Burna Boy featuring 21 Savage – Sittin’ On Top of the World

Doja Cat – Attention

Drake and 21 Savage – Spin Bout U

Lil Durk featuring J. Cole – All My Life (VENCEDOR)

SZA – Low

 

Melhor álbum de jazz alternativo

Arooj Aftab, Vijay Iyer, Shahzad Ismaily – Love in Exile

Louis Cole – Quality Over Opinion

Kurt Elling, Charlie Hunter, SuperBlue – SuperBlue: The Iridescent Spree

Cory Henry – Live at the Piano

Meshell Ndegeocello – The Omnichord Real Book (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de country

Kelsea Ballerini – Rolling Up the Welcome Mat

Brothers Osborne – Brothers Osborne

Zach Bryan – Zach Bryan

Tyler Childers – Rustin’ in the Rain

Lainey Wilson – Bell Bottom Country (VENCEDOR)

 

Melhor performance solo de country

Tyler Childers – In Your Love

Brandy Clark – Buried

Luke Combs – Fast Car

Dolly Parton – The Last Thing on My Mind

Chris Stapleton – White Horse (VENCEDOR)

 

Melhor performance duo ou grupo de country

Dierks Bentley featuring Billy Strings – High Note

Brothers Osborne – Nobody’s Nobody

Zach Bryan featuring Kacey Musgraves – I Remember Everything (VENCEDOR)

Vince Gill and Paul Franklin – Kissing Your Picture (Is So Cold)

Jelly Roll With Lainey Wilson – Save Me

Carly Pearce featuring Chris Stapleton – We Don’t Fight Anymore

 

Melhor performance de american roots

Jon Batiste – Butterfly

Blind Boys of Alabama – Heaven Help Us All

Madison Cunningham – Inventing the Wheel

Rhiannon Giddens – You Louisiana Man

Allison Russell – Eve Was Black (VENCEDOR)

 

Melhor performance de Americana

Blind Boys of Alabama – Friendship

Tyler Childers – Help Me Make It Through the Night

Brandy Clark featuring Brandi Carlile – Dear Insecurity (VENCEDOR)

Jason Isbell and the 400 Unit – King of Oklahoma

Allison Russell – The Returner

 

Melhor música de american roots

The War and Treaty – Blank Page

Billy Strings featuring Willie Nelson – California Sober

Jason Isbell and the 400 Unit – Cast Iron Skillet (VENCEDOR)

Brandy Clark featuring Brandi Carlile – Dear Insecurity

Allison Russell – The Returner

 

Melhor álbum Americana

Brandy Clark – Brandy Clark

Rodney Crowell – The Chicago Sessions

Rhiannon Giddens – You’re the One

Jason Isbell and the 400 Unit – Weathervanes (VENCEDOR)

Allison Russell – The Returner

 

Melhor álbum de bluegrass

Sam Bush – Radio John: Songs of John Hartford

Michael Cleveland – Lovin’ of the Game

Mighty Poplar – Mighty Poplar

Willie Nelson – Bluegrass

Billy Strings – Me/And/Dad

Molly Tuttle and Golden Highway – City of Gold (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de blues tradicional

Eric Bibb – Ridin’

Mr. Sipp – The Soul Side of Sipp

Tracy Nelson – Life Don’t Miss Nobody

John Primer – Teardrops for Magic Slim Live at Rosa’s Lounge

Bobby Rush – All My Love for You (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de blues contemporâneo

Samantha Fish and Jesse Dayton – Death Wish Blues

Ruthie Foster – Healing Time

Christone Kingfish Ingram – Live in London

Larkin Poe – Blood Harmony (VENCEDOR)

Bettye LaVette – LaVette!

 

Melhor álbum folk

Dom Flemons – Traveling Wildfire

The Milk Carton Kids – I Only See the Moon

Joni Mitchell – Joni Mitchell at Newport (Live) (VENCEDOR)

Nickel Creek – Celebrants

Old Crow Medicine Show – Jubilee

Paul Simon – Seven Psalms

Rufus Wainwright – Folkocracy

 

Melhor álbum pop latino

Pablo Alborán – La Cuarta Hoja

AleMor – Beautiful Humans, Vol. 1

Paula Arenas – A Ciegas

Pedro Capó – La Neta

Maluma – Don Juan

Gaby Moreno – X Mí (Vol. 1) (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de Música Urbana

Rauw Alejandro – Saturno

Karol G – Mañana Será Bonito (VENCEDOR)

Tainy – Data

 

Melhor álbum de rock latino ou álbum alternativo

Cabra – Martínez

Diamante Eléctrico – Leche De Tigre

Juanes – Vida Cotidiana (EMPATE)

Natalia Lafourcade – De Todas Las Flores (EMPATE)

Fito Paez – EADDA9223

 

Melhor álbum de Música Mexicana

Ana Bárbara – Bordado a Mano

Lila Downs – La Sánchez

Flor de Toloache – Motherflower

Lupita Infante – Amor Como en las Películas de Antes

Peso Pluma – Génesis (VENCEDOR)

 

Melhor álbum latino tropical

Rubén Blades Con Roberto Delgado & Orquesta – Siembra: 45o Aniversario (En Vivo en el Coliseo de Puerto Rico, 14 de Mayo 2022) (VENCEDOR)

Luis Figueroa – Voy a Ti

Grupo Niche y Orquesta Sinfónica Nacional de Colombia – Niche Sinfónico

Omara Portuondo – VIDA

Tony Succar, Mimy Succar – MIMY & TONY

Carlos Vives – Escalona Nunca Se Había Grabado Así

 

Melhor performance música global

Arooj Aftab, Vijay Iyer & Shahzad Ismaily – Shadow Forces

Burna Boy – Alone

Davido – Feel

Silvana Estrada – Milagro y Desastre

Falu & Gaurav Shah (Featuring PM Narendra Modi) – Abundance in Millets

Béla Fleck, Edgar Meyer & Zakir Hussain featuring Rakesh Chaurasia – Pashto (VENCEDOR)

Ibrahim Maalouf featuring Cimafunk & Tank and the Bangas – Todo Colores

 

Melhor álbum de música global

Susana Baca – Epifanías

Bokanté – History

Burna Boy – I Told Them…

Davido – Timeless

Shakti – This Moment (VENCEDOR)

 

Melhor performance de música africana

Asake and Olamide – Amapiano

Burna Boy – City Boys

Davido featuring Musa Keys – Unavailable

Ayra Starr – Rush

Tyla – Water (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de reggae

Buju Banton – Born for Greatness

Beenie Man – Simma

Collie Buddz – Cali Roots Riddim 2023

Burning Spear – No Destroyer

Julian Marley and Antaeus – Colors of Royal (VENCEDOR)

 

Melhor Trilha Sonora para Mídia Visual

Nicki Minaj and Ice Spice featuring Aqua – Barbie World

Dua Lipa – Dance the Night

Ryan Gosling – I’m Just Ken

Rihanna – Lift Me Up

Billie Eilish – What Was I Made For? (VENCEDOR)

 

Melhor trilha sonora para mídia visual (incluindo filmes e televisão)

Mark Ronson and Andrew Wyatt – Barbie

Ludwig Göransson – Black Panther: Wakanda Forever

John Williams – The Fabelmans

John Williams – Indiana Jones and the Dial of Destiny

Ludwig Göransson – Oppenheimer (VENCEDOR)

 

Melhor álbum de comédia

Trevor Noah – I Wish You Would

Wanda Sykes – I’m an Entertainer

Chris Rock – Selective Outrage

Sarah Silverman – Someone You Love

Dave Chappelle – What’s in a Name? (VENCEDOR)

 

Melhor gravação de audiobook, narração ou contação de histórias

Meryl Streep – Big Tree

William Shatner – Boldly Go: Reflections on a Life of Awe and Wonder

Rick Rubin – The Creative Act: A Way of Being

Senator Bernie Sanders – It’s OK To Be Angry About Capitalism

Michelle Obama – The Light We Carry: Overcoming In Uncertain Times (VENCEDOR)

 

Melhor compilação de trilha sonora para mídia visual

Daisy Jones and the Six – Aurora

Various Artists – Barbie the Album (VENCEDOR)

Various Artists – Black Panther: Wakanda Forever – Music From and Inspired By

Various Artists – Guardians of the Galaxy, Vol. 3: Awesome Mix, Vol. 3

Weird Al Yankovic – Weird: The Al Yankovic Story

 

Produtor do ano, não clássico

Jack Antonoff (VENCEDOR)

Dernst D’Mile Emile II

Hit-Boy

Metro Boomin

Daniel Nigro

 

Compositor do ano, não clássico

Edgar Barrera

Jessie Jo Dillon

Shane McAnally

Theron Thomas (VENCEDOR)

Justin Tranter

 

Melhor vídeo musical

The Beatles – I’m Only Sleeping (VENCEDOR)

Tyler Childers – In Your Love

Billie Eilish – What Was I Made For

Kendrick Lamar – Count Me Out

Troye Sivan – Rush

 

Melhor filme musical

Moonage Daydream (VENCEDOR)

How I’m Feeling Now

Kendrick Lamar: Live From Paris, the Big Steppers Tour

I Am Everything (Little Richard)

Dear Mama (Tupac Shakur)

 

 

*Fonte: Veja Abril

Veja também:

Goiana é destaque em competição internacional de Kart

Marina Brandão, uma talentosa piloto de apenas oito anos de idade, está deixando sua marca no cenário internacional do Kart. Natural de Goiânia, Marina recentemente participou do renomado Festival ROK Vegas, o principal evento de kart dos Estados Unidos, realizado em Las Vegas. Competindo na categoria Micro e já detentora do título de campeã goiana em sua faixa etária, a jovem promessa do automobilismo brasileiro está trilhando um caminho de sucesso que vem sendo cultivado por gerações em sua família.

 

A velocidade está no DNA de Marina, cujo pai, Hélio Brandão, foi o primeiro goiano a conquistar o título brasileiro de kart em 1997. Atualmente, Hélio desempenha o papel de preparador na categoria Turismo Nacional. O avô da jovem, Elpídio Brandão, também deixou sua marca no automobilismo, tendo sido piloto da Stock Car e Marcas e Pilotos nos anos 80.

 

O talento de Marina não passou despercebido, e sua trajetória no kartismo começou de forma natural. Desde cedo, os instrutores da Academia de Pilotos do Kartódromo de Goiânia reconheceram o entusiasmo e o potencial da garota. Com vitórias em competições locais e um impressionante desempenho em São Paulo, onde venceu corridas como estreante e se consagrou campeã na Copa São Paulo Light no Kartódromo de Interlagos, Marina demonstrou que está pronta para voos mais altos.

 

Além do apoio familiar, Marina conta com o respaldo do empresário Alessandro Sebba, do ramo de motocicletas em Inhumas. Sebba, que já foi patrocinador de Hélio Brandão no passado, agora também assume o papel de patrocinador e coach financeiro de Marina, apostando em um novo capítulo de sucesso que promete brilhar com a mesma intensidade que o legado de sua família.

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

De Berlim a Tóquio: 7 destinos imperdíveis para a elite inovadora de 2023

Em 2023, o universo das viagens corporativas renasceu das cinzas da pandemia, registrando um impressionante crescimento de 13,94% no segundo trimestre, culminando em um faturamento de R$ 3,35 bilhões, conforme apontado pela Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp). Esta reviravolta não é apenas um reflexo da recuperação econômica, mas também uma evidência clara do valor inerente às viagens de negócios na busca por inspiração e inovação.

Dentro deste contexto, profissionais que buscam experiências imersivas encontram nos destinos globais de tecnologia uma oportunidade para expandir suas perspectivas. “A inovação é mais do que apenas uma mentalidade; é a alma de uma organização. Viajar para hubs tecnológicos demonstra o investimento das empresas em seus talentos e compromisso com o futuro”, destaca Luiz Pinheiro, da Universidade Positivo.

Destinos Imperdíveis para Profissionais Visionários:

  • Berlim, Alemanha: A metrópole europeia está vibrando com mais de 3,5 mil startups tecnológicas, incluindo marcas renomadas como “N26” e “SoundCloud”.

 

  • Vale do Silício, EUA: Um símbolo do avanço tecnológico, abriga gigantes como Apple e Google. Cristiano Caporici da Tecnobank afirma que a experiência ali é inigualável para o desenvolvimento profissional.

  •  
  • Tel Aviv, Israel: Apelidado de “Silicon Wadi”, é um caldeirão de inovação, especialmente em cibersegurança e IA.

  •  
  • Londres, Reino Unido: Líder em inteligência artificial, Londres se destaca na fusão de tecnologia e globalização.

  •  
  • Tóquio, Japão: Lar da Sony e Toyota, é um epicentro de tendências tecnológicas.

  •  
  • Seul, Coreia do Sul: Cidade da Samsung e LG, Seul se destaca em inovação e qualidade de vida.

  •  
  • Cingapura: Uma ponte para mercados asiáticos emergentes, é um playground de inovação e diversidade.

Explorar estes destinos não é apenas uma questão de negócios, mas uma chance para enriquecer habilidades, vislumbrar novos horizontes e preparar profissionais para um futuro digitalmente interconectado.

 

Conheça o doguinho herói que encontrou o brasileiro fugitivo nos EUA

Um final emocionante ocorreu na perseguição ao assassino condenado Danilo Cavalcante, de 34 anos, nos Estados Unidos. Depois de avistarem sua cabeça espiando entre a vegetação, as autoridades lançaram Yoda, um cão policial belga Malinois de 4 anos, que o deteve com eficácia, levando à prisão de Cavalcante, quase duas semanas após sua fuga da prisão.

O valente cão Yoda, parte da equipe tática que caçou Cavalcante na Pensilvânia, teve um papel vital nessa captura. Ele impediu Cavalcante de acessar um rifle roubado que estava ao seu alcance, conforme relatado pelo tenente-coronel George Bivens da Polícia Estadual.

Preview

A prisão de Cavalcante ocorreu de forma tranquila, sem tiros disparados, graças à habilidade e coragem de Yoda e outras equipes K-9 que participaram da operação.

Cavalcante havia fugido da prisão do condado de Chester em 31 de agosto, deixando a comunidade em alerta e causando apreensão. Ele havia sido condenado pelo assassinato de sua ex-namorada, Deborah Brandão, ocorrido em 2021, além de ser procurado por um homicídio ocorrido no Brasil em 2017.

Preview

A captura de Cavalcante envolveu mais de 20 policiais no condado de Chester. Yoda, da Unidade Tática de Patrulha de Fronteira dos EUA baseada em Michigan, desempenhou um papel crucial na localização e detenção do fugitivo. A operação durou apenas cerca de cinco minutos após a intervenção das autoridades.

Cavalcante foi encontrado dormindo sobre um rifle roubado de um morador próximo. Ao ser surpreendido pela polícia, ele tentou fugir, mas Yoda e os policiais o detiveram. O cão Yoda, treinado para “morder e segurar”, mordeu Cavalcante no couro cabeludo e nas extremidades inferiores, mantendo-o sob controle até que pudesse ser detido pelas autoridades.

A decisão de usar Yoda antes de considerar medidas letais demonstra a eficácia e a importância dos cães policiais em situações de alto risco. O rifle que estava ao alcance de Cavalcante tornava a situação ainda mais delicada, mas a ação conjunta das autoridades e de Yoda resultou na prisão segura do fugitivo.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Fotos: CNN

Cantora americana Tina Turner morre aos 83 anos

A icônica cantora americana Tina Turner, conhecida como a rainha do rock n’ roll, faleceu aos 83 anos. A notícia foi confirmada por um porta-voz da cantora ao site Sky News.

Tina Turner alcançou grande sucesso juntamente com seu ex-marido, Ike Turner, nos anos finais da década de 1960 e no início dos anos 1970. Infelizmente, o casamento deles foi marcado por violência doméstica, e eles se separaram oficialmente em 1987, após anos de relacionamento conturbado.

Após a separação, Tina embarcou em uma carreira solo brilhante, destacando-se como uma cantora extraordinária. Ela encantou o público com hits como “What’s Love Got to Do with It” nos anos 1980, consolidando seu lugar como uma das artistas mais influentes de sua geração.

A trajetória de Tina Turner é um exemplo de superação, mostrando sua força e talento excepcionais. Sua voz poderosa e sua presença cativante no palco a tornaram uma verdadeira lenda da música, deixando um legado duradouro que continuará a inspirar gerações futuras.

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Prédio inspirado em arquitetura de Los Angeles está com obra abandonada há mais de 25 anos em Goiânia

 

Na década de 1950, a cidade de Los Angeles recebia a implantação de um edifício de 13 andares projetado pelo arquiteto Louis Naidorf, da Welton Becket Associates. O marco da cidade ficou conhecido como Capitol Records Tower, e foi o primeiro prédio de escritórios em formato circular.

Apesar da pouca altura, a arquitetura inusitada chama atenção daqueles que visitam a Cidade dos Anjos. A ideia para a construção girou em torno do mundo musical. Os toldos largos e curvos que cobrem as janelas de cada andar foram sobrepostos por um pico alto emergindo sobre o topo do edifício.

A espécime de agulha funciona como se fixasse uma pilha de registros musicais em uma plataforma giratória. O primeiro andar em formato retangular funciona como uma estrutura a parte, sendo unida à torre após a conclusão da mesma.

Segundo estudos realizados pelo arquiteto Matheus Vaz, graduado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), o projeto do “Redondo da Araguaia” teve suas bases ideológicas fundadas na apaixonante construção do prédio da Capital Records.

redondo

redondo

A localização escolhida foi o Centro de Goiânia. Na esquina da Rua 2, na Avenida Araguaia, o projeto de um prédio laboratorial circular começou a ganhar forma na década de 1990. Os donos do local tinham como objetivo a implementação de salas comerciais para profissionais da área da saúde.

Iniciada em 1994, a obra foi interrompida pela construtora no final de 1995. O motivo seria a falta de pagamentos por parte do proprietário do prédio. Com o Centro de Goiânia se tornando, cada vez mais, uma área de intenso fluxo comercial, as taxas para novas construções também aumentaram de forma significativa.

O dono do local possuía muitos investimentos vinculados ao dólar. Na época, a estabilização do plano Real, e as mudanças de valores para os investidores da região central da cidade, impactaram a renda dele. O investimento para o prédio já não fazia mais parte de sua realidade. A situação em que o prédio foi deixado corresponde a cerca de 30% do pagamento necessário para o desenvolvimento da obra na época.

Mesmo sem uso por, aproximadamente, duas décadas, o edifício ainda é estável e pode receber o uso que seus donos quiserem. No ano de 2012, o local foi adquirido por uma imobiliária que reuniu engenheiros para análise do local.

Em 2018, o local foi iluminado com as cores da bandeira LGBTQIA+ em função da Parada Gay que acontece na região da Avenida Araguaia, anualmente. No dia 7 de setembro de 2022, o local recebeu bandeiras nas cores verde e amarelo, apontadas como parte da comemoração da Independência do Brasil.

redondo

Imagens: Banco de Imagens

redondo

Imagem: Projeto Pigmentos

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Filmes da Saga Crepúsculo serão reexibidos nos cinemas do Brasil

Os 5 filmes da Saga Crepúsculo serão reexibidos nos cinemas do Brasil. O anúncio foi feito pela Paris Filmes, nesta segunda-feira (21), e com a intenção de celebrar os 10 anos do fim da franquia colocando todos os filmes para serem transmitidos nas telonas.

As reestreias acontecem em dezembro e os filmes serão lançados por semana, começando por ‘’Crepúsculo’’ na primeira quinta-feira do mês, 01/12. ‘’Lua Nova’’, o segundo filme da saga, estará nas telonas a partir de 08/12, seguido pelo terceiro filme, ‘’Eclipse’’, que chega aos cinemas em 15/12.

Os dois últimos filmes, ‘’Amanhecer’’ partes 1 e 2 chegam às telonas nos dias 20 e 27/12 respectivamente.

As informações das redes de cinemas participantes, assim como sessões e valores de ingressos, serão divulgadas em breve.

Sinopse

A estudante Bella Swan (Kristen Stewart) conhece Edward Cullen (Robert Pattinson), um belo mas misterioso adolescente. Edward é um vampiro, cuja família não bebe sangue, e Bella, longe de ficar assustada, se envolve em um romance perigoso com sua alma gêmea imortal.

No Brasil, a saga foi um grande sucesso e o último filme, lançado em 2012, levou mais de 3,1 milhões de pessoas aos cinemas.

Confira o trailer abaixo:

Mark Zuckerberg anuncia demissão em massa na Meta, dona do Facebook

O presidente-executivo da Meta (dona de Facebook, Instagram e WhatsApp), Mark Zuckerberg, anunciou, nesta quarta-feira (9), a demissão em massa de mais de 11 mil pessoas, o que representa 13% de sua força de trabalho – o maior corte de sua história até hoje.

Em seu último relatório, a Meta reportou um total de 87 mil funcionários ao redor do mundo. Só nos últimos dois anos, a empresa adicionou mais de 27 mil pessoas aos times, aproveitando o crescimento que a internet e as redes sociais registraram durante a pandemia.

No Brasil, funcionários foram informados que foram demitidos por e-mail, que chegou depois do comunicado oficial emitido pela empresa no site.

“Decidimos remover o acesso da maioria dos sistemas da Meta para as pessoas que estão saindo hoje, dada a quantidade de informação sensível. Mas vamos manter os e-mails ativos por hoje para que todos possam dizer adeus”, disse Zuckerberg.

Além das demissões, o CEO disse que novas contratações vão continuar congeladas ao longo do primeiro trimestre de 2023, e que novas medidas para cortar gastos serão anunciadas.

Em outubro do ano passado, a empresa trocou o nome de Facebook para Meta e investiu bilhões de dólares na criação de um metaverso —um mundo virtual que usa realidade aumentada, em que as pessoas poderiam trabalhar, socializar e jogar. A tecnologia, no entanto, ainda não decolou, e há dúvidas se algum dia irá.

Ator Chris Evans, o Capitão América, é eleito o homem mais sexy do mundo

Chris Evans foi eleito o homem mais sexy do mundo em 2022 pela revista americana People. O ator, conhecido por interpretar o Capitão América, segue a lista que anteriormente tinha Paul Rudd (2021) e Michael B. Jordan (2020).

Durante a sessão de fotos para a capa da revista, o ator falou sobre como ele ficaria empolgado se um dia alguém dissesse que ele levaria esse título. “Este provavelmente seria o caminho para a mesa mais legal da escola na qual eu não fazia parte”, contou.

O astro de 41 anos disse que ainda está se ajustando com essa nova posição, mas sabe que uma pessoa na sua vida vai ficar contente. “Minha mãe vai ficar tão feliz. Ela está orgulhosa de tudo o que eu faço, mas isso é algo que ela pode realmente se gabar”, revelou.

Evans, que esse ano estrelou Lightyear, da Pixar, e Agente Oculto, da Netflix e filmou três novos filmes, incluindo Ghosted, lançamento de 2023 para a Apple TV+, contou que seus planos agora são passar mais tempo na sua casa, em Boston, nos Estados Unidos, e com sua família.

“Quando se trata de procurar as pessoas que interpreto, é mais uma questão de onde o filme é filmado. Estou muito velho para viver com uma mala por seis meses e me estabeleci em uma fase mais agradável, onde estou feliz por estar em casa”, contou.

O astro falou também que está pronto para desacelerar a carreira de forma segura e pensando mais sobre construir família e ser pai, mas que esse assunto é algo que ele quer compartilhar apenas com os familiares e os amigos.

 

*Agência Estado

Parque nos EUA pede para turistas não lamberem sapos com toxina psicodélica

O Serviço Nacional de Parques (NPS), dos Estados Unidos, tem alertado turistas a não lamberem uma espécie de sapo encontrado na região do deserto de Sonora com toxina psicodélica.

 

Na última terça-feira, o NPS usou o Facebook para alertar as pessoas sobre os efeitos dessa prática. Segundo eles, é preciso ter cuidado com o chamado sapo do deserto de Sonora, também conhecido como sapo do rio Colorado.

 

O deserto de Sonora ocupa uma grande área do sudoeste dos Estados Unidos e parte sul do México.

 

O anfíbio é um dos maiores sapos encontrados na América do Norte, medindo até 18 centímetros, de acordo com o post do NPS no Facebook.

 

O coaxar do animal, segundo serviço de parques, é como um “toque baixo e distinto que dura menos de um segundo”.

 

Mas os sapos, encontrados no sudoeste americano também possuem outra característica única: eles “têm glândulas parótidas proeminentes que secretam uma toxina potente”, de acordo com o NPS.

 

As glândulas parótidas estão localizadas logo atrás dos olhos do sapo.

 

Essas substâncias podem deixar os humanos doentes se tocarem no sapo ou colocarem um na boca. Portanto, o serviço recomenda às pessoas que encontrarem o sapo “por favor, evitem lamber”.

 

“Como alertamos para a maioria das coisas que você encontra em um parque nacional, seja uma lesma, um cogumelo desconhecido ou um grande sapo com olhos brilhantes na calada da noite, evite lamber. Obrigado”, diz o serviço de parques.

Foto: Reprodução/Sapo do Colorado

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Astro da música pop dos anos 2000, Aaron Carter morre aos 34 anos

O cantor norte-americano Aaron Carter, de 34 anos, foi encontrado morto em sua casa neste sábado (5), em Lancaster, na Califórnia. As informações são do portal TMZ e G1.

De acordo com a rede NBC, um representante do cantor informou que a causa da morte está sendo investigada: “Estamos extremamente tristes e chocados em confirmar a morte de Aaron Carter hoje”, disse, em comunicado.

Segundo a polícia local, não há informações ou evidências de crime. Jornais da região informaram que a polícia recebeu um chamado às 11h, no horário local.

Aaron é irmão mais novo de Nick Carter, integrante do grupo norte-americano Backstreet Boys, que fez sucesso mundial nas décadas de 1990 e 2000.

Aaron conquistou a fama no final dos anos 1990, como cantor pop. Lançou seu primeiro disco aos 9 anos, em 1997, vendendo um milhão de cópias.

Elon Musk promove demissão em massa e se torna único diretor do Twitter

O conselho que supervisionou o Twitter durante sua tumultuada compra por Elon Musk foi dissolvido, com o CEO da Tesla servindo agora como o único diretor da empresa de mídia social.

Em documento junto à Securities and Exchange Commision (SEC, a CVM americana), o Twitter comunicou que os nove membros de seu ex-conselho não são mais diretores a partir da consumação da fusão de US$ 44 bilhões, que foi fechada na quinta-feira passada (27/10), após seis meses de dúvidas sobre o destino do acordo. Musk sempre teve a intenção de assumir o cargo de diretor único sob os termos do acordo de fusão, de acordo com o documento.

Após o fechamento da compra, o novo proprietário da empresa imediatamente demitiu os principais executivos do Twitter, publicando horas depois que “o pássaro está liberado” em uma aparente referência à rede social, que tem um pássaro azul como logotipo.

A dissolução do conselho foi divulgada em um arquivamento de valores mobiliários mais amplo que especificou outras formalidades como parte do fechamento do negócio, incluindo o pagamento da dívida sob um contrato de crédito rotativo, um aviso de fechamento de ações e informando que cada ação emitida foi cancelada e convertida em direito de receber a contrapartida da fusão de $ 54,20 por ação.

De acordo com o arquivamento, cada prêmio baseado em ações pendentes foi cancelado e convertido no direito de receber dinheiro, com base em quanto foi adquirido na época.

 

*Agência Estado

Imagem: Showmetech

Uma das maiores atletas do Tênis Feminino do mundo, Serena Williams anuncia aposentadoria

O reinado de Serena Williams no tênis mundial será encerrado no US Open deste ano. A aposentadoria foi anunciada pela própria tenista americana em artigo publicado na revista Vogue, nesta terça-feira (9). As informações são do Jornal Estadão.

Aos 40 anos, Serena finalizará uma das carreiras mais vitoriosas do esporte mundial, com algumas das principais marcas do tênis. “Infelizmente, eu não estava preparada para vencer em Wimbledon neste ano. E não sei se estarei pronta para vencer em Nova York. Mas vou tentar. E os torneios preparatórios serão divertidos”, disse a atleta, que disputa nesta semana o WTA 1000 de Toronto, no Canadá, em preparação para o US Open.

O quarto e último Grand Slam da temporada começa no dia 29 deste mês, em Nova York. Será o último torneio da longa carreira de Serena, que disse ainda sonhar em igualar o recorde de títulos de Grand Slam. Ela soma 23 troféus, contra 24 da australiana Margaret Court. Serena perdeu as quatro últimas finais de Major que jogou.

“Sei que há uma fantasia dos fãs de que eu poderia empatar com Margaret naquele dia em Londres (final de 2018), e aí eu poderia bater o recorde em Nova York. E, na cerimônia de premiação, eu poderia dizer: ‘sim, eu consegui!’ É uma boa fantasia. Mas não estou esperando por algum cerimonial ou um momento especial de despedida em quadra.”

Já prevendo como será sua saída das quadras, Serena afirmou que é “terrível” em despedidas. “Sou terrível para dar adeus, a pior das piores. Mas me agrada saber que sou mais grata a você (fã) do que posso expressar. Vocês me carregaram em tantas vitórias e em tantos troféus. Vou sentir desta versão de mim, da garota que jogou tênis. Vou sentir falta de vocês.”

No depoimento, Serena revelou que pretende ter um segundo filho, com o marido Alexis Ohanian. E que, desta vez, espera viver a gravidez como ex-atleta, após correr sérios riscos na sua primeira gestação.

Ela comentou também que sua aposentadoria se tornou um tabu em sua vida nos últimos anos, diante de suas dificuldades de pensar em uma vida pós-tênis. “Não há felicidade neste tópico para mim. Eu sei que não é uma coisa comum de se dizer, mas eu sinto muita dor. É a coisa mais difícil que eu poderia imaginar. Eu odeio isso. Eu odeio ter que estar nesta encruzilhada. Continuo dizendo a mim mesmo: gostaria que fosse fácil para mim, mas não é.”

Ao confirmar sua aposentadoria, ela disse não gostar desta palavra. “Nunca gostei da palavra ‘aposentadoria’. Não me parece uma palavra moderna. Tenho pensado nisso como uma transição, mas quero ser sensível sobre como uso essa palavra, que significa algo muito específico e importante para um grupo de pessoas. Talvez a melhor palavra para descrever o que estou fazendo seja ‘evolução’.”

Ex-número 1 do mundo, Serena vem de temporadas irregulares, entre lesões e poucos torneios disputados. No US Open, tem chances remotas de alcançar a segunda semana. Mesmo assim, vai encerrar uma das carreiras mais incríveis da modalidade. São 73 títulos no total, com premiação próxima a US$ 100 milhões (cerca de R$ 500 milhões). Seu retrospecto tem 856 vitórias e apenas 153 derrotas.

 

Influencer brasileiro que rodava o mundo com seu cachorro morre em acidente nos EUA

O brasileiro Jesse Koz, de 29 anos, conhecido por viajar o mundo com seu fusca 1978 com placas de Balneário Camboriú, morreu em um acidente de trânsito próximo da cidade de Portland, nos Estados Unidos, na segunda-feira (23). O golden retriever Shurastey, seu fiel companheiro nas viagens, também morreu no acidente. As informações são do portal G1.

Junto de Dodongo, como o fusca foi apelidado, Jesse percorria as Américas na companhia de Shurastey. O objetivo era chegar ao Alasca em setembro.

De acordo com informações da imprensa local, o fusca de Jesse teria tentado desviar de um engarrafamento, perdeu o controle do veículo e foi para a outra pista, batendo em um Ford Escape que vinha na direção contrária. Segundo a polícia, o motorista do Escape ficou ferido e encaminhado ao hospital.

‘’Shurastey or Shuraigow’’

O brasileiro vivia na estrada desde 2017, quando iniciou sua jornada. A viagem fazia parte de um projeto, chamado “Shurastey or Shuraigow?”, uma adaptação inspirada na música “Should I Stay or Should I Go” (traduzido do inglês Devo Ficar ou Devo Ir), sucesso da banda The Clash.

No Instagram, mais de 400 mil pessoas acompanhavam as aventuras diárias do trio Jesse, Dodongo e Shurastey. Juntos, Jesse e Shurastey viram 17 países e percorreram mais de 85 mil quilômetros.

 

Imagem: Arquivo Pessoal