Warner confirma data de estreia do reboot de Harry Potter

A série reboot de Harry Potter estreia no serviço de streaming Max em 2026, anunciou a Warner Bros. Falando durante uma teleconferência financeira, o CEO David Zaslav expressou seu entusiasmo com a série Harry Potter.

Zaslav destacou que o último filme de Harry Potter foi feito há mais de uma dúzia de anos e está comprometido com a franquia rumo ao futuro.

“Não temos vergonha de nossa empolgação com Harry Potter”, disse Zaslav. “O último filme foi feito há mais de uma dúzia de anos. Estive em Londres há algumas semanas com Casey e Channing e passamos um tempo real com JK e sua equipe. Ambos os lados estão entusiasmados por reacender esta franquia. Nossas conversas foram ótimas e não poderíamos estar mais entusiasmados com o que está por vir.”

“Mal podemos esperar para compartilhar uma década de novas histórias com fãs de todo o mundo no Max. Nosso objetivo é estrear em 2026.”

Filmes iguais Harry Potter

No ano passado, a estrela de Harry Potter, Daniel Radcliffe, disse que não achava que voltaria para o reboot. Durante uma entrevista ao Deadline, o ex-aluno de Hogwarts e vencedor do Torneio Tribruxo explicou se faria ou não uma aparição especial.

“Acho que não, não”, disse ele. “Certamente, tudo o que li sobre a série está começando do zero, então seria um pouco estranho me ver aparecer… Acho que Harry Potter sempre esteve destinado a se tornar como Sherlock Holmes… Há provavelmente uma criança de oito anos cuja vida vai mudar em alguns anos, então meu cérebro vai para lá.”

Harry Potter: A Série está em desenvolvimento desde 2021 e chegará no catálogo da MAX. Foi assumido um compromisso de 10 anos pela Warner Bros. Discovery e será uma “adaptação fiel” dos romances com um elenco totalmente novo. J.K Rowling atuará como produtora executiva.

 

*Fonte: IGN Brasil

Veja também:

 

Fátima Bernardes deixa a Rede Globo após 37 anos na emissora

Fátima Bernardes já não faz mais parte do quadro de funcionários fixos da TV Globo. Nesta segunda-feira (26), a jornalista anunciou que trabalhará por obra na emissora, já tendo em mãos o projeto de uma nova empreitada.

“Hoje foi divulgado que meu último contrato com a Globo terminou em 31 de dezembro de 2023. Ao sair do Encontro, já renovei por obra certa, o novo formato de trabalho da empresa. Naquele momento, renovamos para apresentar os realities The Voice Brasil e Kids“, explicou em uma publicação no Instagram.

“Com o término do The Voice, entreguei, em novembro, 3 propostas de novos programas. E fico feliz em dividir com vocês que já estamos desenvolvendo um deles. Pra quando? Ainda não sabemos. O importante é que seja de qualidade como o público merece e a Globo sabe fazer, interessante e com o meu perfil”, ainda revelou.

Sem um vínculo com a emissora, Fátima Bernardes poderá tocar projetos paralelos enquanto seu novo programa na Globo não estrear.

“Nesses 37 anos na TV, tive todas as possibilidades de evoluir profissionalmente e continuo acreditando que algo muito bom para mim e para o público virá pela frente”, finalizou a jornalista em seu texto.

Novo projeto

Aos 61 anos, Fátima já foi confirmada na Paris é Brasa, equipe de influenciadores que vai cobrir os Jogos Olímpicos de Paris em julho deste ano.

O Paris é Brasa foi criado pela Play9 em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e reúne nomes como Podpah, Matheus Costa e Valen Bandeira.

 

*CNN Brasil

Veja também:

 

Com foco em conteúdos nacionais, Max já está disponível no Brasil

A Max, a nova plataforma de streaming da Warner Bros. Discovery, estreia no Brasil e na América Latina nesta terça-feira, 27.

O serviço substitui a HBO Max, abarcando todo o seu portfólio, com a adição do conteúdo do Discovery+, outra plataforma do grupo. Apesar de ter seus realitys, programas e demais conteúdos na Max, o Discovery+ continuará existindo de forma independente.

A América Latina é o primeiro território fora do mercado dos Estados Unidos em que a plataforma é lançada. Por lá, a Max chegou em maio de 2023.

Esse tempo entre o lançamento dos Estados Unidos e a chegada à América Latina foi necessária para que a plataforma adaptasse seu conteúdo aos idiomas espanhol e português, além de ampliar os investimentos em conteúdo local.

Conteúdos brasileiros

“Ter produtos internacionais fortes como Big Bang Theory e Friends, mas acredito que há tipos de histórias que apenas brasileiros, mexicanos ou latino-americanos podem contar”, diz Mariano Cesar, general entertainment content leader da Warner Bros. Discovery na América Latina.

Argentino, o executivo se diz orgulhoso do fato de o continente sediar o primeiro polo de produção de novelas da companhia. É no Brasil que a plataforma está produzindo seus dois primeiros títulos do gênero: Dona Beja e Beleza Fatal. Ainda não há data de lançamento para as produções.

Elenco de “Dona Beja” (Foto: Divulgação)

Apesar do entusiasmo com as novelas, a plataforma não está preocupada com o volume de produções de dramaturgia nesse primeiro momento. “Algo que aprendemos no passado é que quantidade de conteúdo que temos é menos importante do que a maneira como tornamos esse conteúdo algo de impacto para a audiência”, acredita Cesar.

Além das novelas, outras produções brasileiras já anunciadas pela plataforma são os documentários Romário – O Cara e Luva de Pedreiro – A História Jamais Contada, e a série Cidade de Deus, que será uma continuação do filme de Fernando Meirelles.

Eventos ao vivo

O líder de conteúdo da Warner Bros. Discovery na região também destaca as transmissões ao vivo como um dos diferenciais do conteúdo do Max.

Além da Champions League, campeonato que já fazia parte da HBO Max, a nova plataforma aposta nas transmissões de grandes premiações do cinema e da indústria do entretenimento.

“Toda a temporada de premiações também passa a estar disponível na Max, após mais de 20 anos na grade de programação do TNT. Poucos dias após o lançamento já teremos o Oscar”, recorda o executivo. A cerimônia de premiação do cinema acontece no próximo dia 10.

Preços e planos

Outro diferencial da Max em relação à HBO Max será a inclusão de um plano de assinatura com anúncios.
Essa categoria, aliás, é a mais barata da plataforma no Brasil, com valor mensal de R$ 29,90.

Já o plano Standard, que não contém anúncios, oferece conteúdo em full HD e tem valor mensal de R$ 39,90. Por fim, o plano Platinum, que permite o uso simultâneo por quatro devices diferentes, chega ao consumidor pelo valor mensal de R$ 55,90.

“Pela perspectiva do conteúdo, é muito importante ter mais opções para os consumidores. Teremos três modelos de assinatura, com três preços, mas com a oferta idêntica de conteúdo. O que mudará, claro, é a inclusão de publicidade ou funcionalidades, como a quantidade de downloads e de devices conectados ao mesmo tempo”, explica o executivo.

 

*Meio e Mensagem

Veja também:

 

4 coisas que você precisa saber sobre a mudança da HBO Max no Brasil

A partir do dia 27 de fevereiro, a Max, novo serviço de streaming da Warner Bros Discovery, chega à América Latina com a promessa de mais conteúdo e uma nova proposta de valor aos assinantes da atual HBO Max e àqueles que buscam séries, filmes e eventos ao vivo. Com a virada de chave de um serviço para o outro, muitos se perguntam o que muda de verdade com essa mudança além do nome.

O novo streaming é o serviço que junta o universo da HBO, Warner Bros, DC, Cartoon Network e Adult Swim — já disponíveis na HBO Max — com o universo da Discovery, com programas criados para canais como Discovery Channel, Home & Health, Investigação Discovery e Discovery Kids. Além disso, o streaming continua oferecendo conteúdo de esportes ao vivo e transmissão de premiações, como o Oscar.

A ideia é oferecer mais de 35 mil horas de conteúdo para todas as idades.

Mas o que muda para o assinante?

  1. Seus perfis, seu histórico de visualização e sua ‘’minha lista’’ serão transferidos automaticamente para a Max para que você possa continuar de onde parou.
  2. Dependendo do seu dispositivo, a HBO Max será automaticamente atualizada para Max. Ou, ao abrir a HBO Max, você receberá uma solicitação para baixar o novo aplicativo.
  3. Se você possui aquele desconto de 50% sobre o valor da assinatura da HBO Max, ele continuará válido na Max. Desde que você mantenha a sua assinatura ativa e cumpra com o restante dos requisitos dessa oferta.
  4. Suas informações de faturamento de login na Max serão as mesmas que as da HBO Max.

Quais são os novos planos da Max?

Atualmente, a HBO Max conta com um plano multi-telas com três opções de assinatura:

Mensal: R$ 34,90

Trimestral: R$ 74,90

Anual: 239,90.

Os assinantes tinham acesso ao serviço em até três telas simultâneas, conteúdo com qualidade 4K, possibilidade de baixar filmes e séries do catálogo e criar até 5 perfis diferentes.

Com a mudança para a Max, tudo isso passará por mudanças. Com isso, o streaming terá três tipos diferentes de planos:

Plano Básico com Anúncios

A assinatura mensal custará R$29,90 e a anual custará R$225,90.

Assista com anúncios limitados

2 dispositivos ao mesmo tempo

Resolução Full HD

Plano Standard

A assinatura mensal custará R$39,90 e a anual custará R$357,90.

2 dispositivos ao mesmo tempo

Resolução Full HD

30 downloads para curtir offline

Plano Platinum

A assinatura mensal custará R$55,90 e a anual custará R$ 477,90.

4 dispositivos ao mesmo tempo

Resolução Full HD e 4K Ultra HD

Áudio Dolby Atmos

100 downloads para curtir offline

 

 

Veja também:

 

As Empreguetes estão de volta à TV!

Após 14 anos de sua exibição original, a novela ‘Cheias de Charme’ (2012) volta para a programação da TV Globo. O sucesso do horário das sete substituirá ‘Mulheres de Areia’ (1993), que atualmente alcança uma média de 14 pontos de audiência na Grande São Paulo. Cada ponto equivale a 191 mil telespectadores.

A reprise de ‘Cheias de Charme’ começa em março, a partir da primeira quinzena do mês. Durante a primeira semana, irá dividir o horário com a atual história das gêmeas protagonizada por Gloria Pires. A produção vai ao ar na Edição Especial, às 14h45, após o Jornal Hoje.

Trama

Escrita por Felipe Miguez e Izabel de Oliveira, a trama conta a história de três empregadas domésticas: Maria da Penha (Taís Araújo), Maria do Rosário (Leandra Leal) e Maria Aparecida (Isabelle Drummond).

Logo no primeiro episódio, as três se conhecem na delegacia após participarem de uma confusão e se transformam em um trio de musical. No entanto, como nem tudo é um conto de fadas, a cantora Chayenne (Claudia Abreu), uma das grandes vilãs da dramaturgia, passa por uma má fase na carreira e, para se reerguer, usa do sucesso de Fabian (Ricardo Tozzi), cantor de sertanejo universitário, que se apaixona pela personagem de Leal, o que não agrada nem um pouco sua parceira.

Sucesso e audiência

Em sua primeira exibição, a novela marcou, em média, 30 pontos de audiência e as músicas se tornaram hits nacionais, especialmente ‘Vida de Empreguete’. Passadas no mesmo ano, a dramaturgia só não foi considerada a produção do ano devido à faixa das nove, ‘Avenida Brasil’.

Nas redes sociais, a atriz Taís Araújo comemorou a volta da novela no ‘’Vale a Pena Ver de Novo’’:

 

Uma das maiores séries dos anos 2000 chegou no Prime Video

“One Tree Hill”, aclamada como uma das séries emblemáticas dos anos 2000, acaba de encontrar um novo lar no catálogo do Prime Video.

A série, que capturou o coração de uma geração, volta a ficar acessível para os fãs nostálgicos e promete conquistar novos admiradores com suas tramas envolventes e personagens inesquecíveis.

Conhecida no Brasil como “Lances da Vida”, a produção se destacou por retratar de forma autêntica os dilemas da juventude, amizades, amores e desafios da vida adulta, tornando-se um marco na cultura pop da década.

A estreia no Prime Video é um evento significativo para os aficionados pela série, que durante anos acompanharam as vidas de Lucas, Nathan, Peyton, Brooke e Haley na pequena mas agitada Tree Hill. Sua inclusão no serviço de streaming oferece a oportunidade perfeita para uma maratona nostálgica, permitindo que os fãs revivam momentos icônicos e emocionantes que marcaram época.

“One Tree Hill” se destacou não apenas por sua narrativa cativante, mas também pela forma como abordou temas complexos e relevantes com sensibilidade e profundidade. A série soube equilibrar drama, romance e humor, criando uma conexão genuína com seu público.

Agora, disponível na íntegra no Prime Video, ela promete reacender as emoções e lembranças daqueles que cresceram acompanhando as reviravoltas de seus personagens favoritos.

No Brasil, a popularidade de “One Tree Hill” foi amplificada pelas exibições no SBT sob o título “Lances da Vida”. Fato que a tornou uma queridinha entre o público brasileiro. As transmissões pela emissora abriram as portas para uma legião de fãs que, mesmo após o fim da série, continuaram fiéis. Compartilhando, dessa forma, sua paixão pela trama em comunidades e redes sociais.

A chegada do drama ao Prime Video, portanto, não é apenas uma oportunidade de reencontro para os fãs de longa data. Mas também uma porta de entrada para que novas gerações descubram a magia dessa série atemporal.

Em um momento em que a nostalgia dos anos 2000 está em alta, “One Tree Hill” retorna para reivindicar seu lugar no coração dos espectadores, provando que histórias bem contadas são verdadeiramente eternas.

Quem lembra desse ícone de abertura?

 

*Fonte: Mix de Séries

Veja também:

Vanessa Lopes aperta botão e desiste do BBB 24

A influenciadora Vanessa Lopes apertou o botão de desistência do “BBB 24”, nesta sexta-feira (19).

Desde terça, Vanessa se tornou um dos assuntos mais comentados das redes sociais, ao criar uma série de teorias da conspiração sobre o programa, chorar com frequência e confrontar os outros brothers.

Antes de apertar o botão, Vanessa conversava com os outros participantes, que tentavam lhe convencer a não desistir do reality.

“Eu sei a minha essência, se eu agir por impulso, acabou. Eu posso ser doida, mas eu sou uma doida que eu sei da minha loucura”, disse a sister.

 

Sobre Vanessa

A brasiliense Vanessa Lopes tem 22 anos e hoje mora em São Paulo, mas foi criada em Recife, Pernambuco. É dançarina e criadora de conteúdo, e soma mais de 40 milhões de seguidores em suas redes sociais.

 

*g1

Veja também:

 

Os Feiticeiros de Waverly Place vai ganhar uma nova temporada com Selena Gomez

Uma das séries mais marcantes do Disney Channel – e responsável por lançar Selena Gomez ao estrelato –, Os Feiticeiros de Waverly Place (2007-2012) vai ganhar uma nova temporada com retorno de parte do elenco original.

A nova versão do programa será um spin-off protagonizado por Justin Russo (David Henrie), irmão mais velho da personagem de Selena (Alex), e já está com o episódio piloto encomendado pela Disney.

As informações foram divulgadas pelo Deadline. Até o momento, Selena está confirmada apenas no primeiro capítulo da história, mas há chances de a artista negociar para participar mais vezes.

Justin será o protagonista da vez!

A série acompanhará a vida adulta de Justin, que optou por deixar seus dias de bruxo para trás. Agora, ele vive uma vida humana como qualquer um, e cuida de sua esposa, que será interpretada por Mimi Gianopulous (Baby Daddy), e seus dois filhos (Alkaio Thiele e mais um ator, que ainda não foi definido).

O mais velho dos Russo, porém, é surpreendido por uma poderosa jovem bruxa (Janice LeAnn Brown) que bate em sua porta em busca de treinamento –e, assim, ele precisa reviver seu passado bruxo para salvar o mundo dos feiticeiros.

O spin-off está nas mãos de Jed Elinoff e Scott Thomas, responsáveis por outra sequência de sucesso do Disney Channel: A Casa da Raven. Ainda não se sabe como será a participação de Selena Gomez, nem mesmo se outros atores como Jennifer Stone (Harper), Jake T. Austin (Max) ou David DeLuise (Jerry) terão espaço na nova atração.

 

 

Veja também:

 

BBB 24 registra a pior audiência da história!

A aguardada estreia do Big Brother Brasil 2024 (BBB 24) na noite de segunda-feira, 8, não correspondeu às expectativas da TV Globo em termos de audiência.

Conforme reportado pelo site TV Pop, o programa, apresentado por Tadeu Schmidt, apresentou um resultado abaixo do esperado, marcando uma média de 22 pontos de ibope na Grande São Paulo.

As projeções indicavam um desempenho mais robusto, especialmente considerando que a temporada anterior, ‘Terra e Paixão’, havia encerrado com 33 pontos. No entanto, o BBB 24 ficou aquém desses números, ficando atrás das estreias das edições de 2019, com 22,5 pontos, e 2023, com 22,7 pontos.

Segundo dados da Kantar Ibope Media, essa audiência representa o pior índice registrado desde a estreia do programa em janeiro de 2002. O resultado superou o recorde negativo da temporada de 2019, que detinha a marca de 22,5 pontos.

Vale destacar que o BBB 1, em sua estreia, detém o pico histórico de audiência em São Paulo, alcançando 48,7 pontos.

Mudança de horário e Internet

A direção do BBB 24 optou por alterar o horário do programa após os telespectadores reclamarem da hora término, principalmente aos domingos.

Ainda assim, a casa mais vigiada do país não conseguiu se destacar em audiência. Apesar do desempenho aquém do previsto, o reality conseguiu ocupar algumas posições nos trending topics do X (Twitter).

 

 

Confira todos os vencedores do Globo de Ouro 2024

A 81ª edição do Globo de Ouro, uma das maiores premiações da Televisão e do Cinema no mundo, aconteceu na noite deste domingo (7) em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Foram premiados produções e atores em 27 categorias diferentes, que vão desde melhor desempenho na atuação até qualidade das obras.

Oppenheimer foi o líder nas categorias de cinema, com 5 prêmios incluindo Melhor Direção (Christopher Nolan), Ator (Cillian Murphy) e Filme de Drama. Já Barbie acabou mais esnobado do que o esperado, levando apenas Melhor Canção e a nova categoria do Globo de Ouro, Conquista Cinematográfica e de Bilheteria. O prêmio de Melhor Filme de Comédia ficou com Pobres Criaturas, que rendeu também uma estatueta a Emma Stone por sua performance.

Já na categoria das séries, Succession, líder das indicações, não surpreendeu ao levar diversas estatuetas por sua última temporada. A série da HBO começou com a vitória de Matthew Macfadyen como ator coadjuvante mas, depois dele, também rendeu estatuetas para Kieran Culkin, Sarah Snook e levou Melhor Série Dramática.

Confira abaixo a lista dos indicados e os vencedores de cada categoria:

Cinema

Melhor filme de drama

“Oppenheimer”.

 

O filme concorria com:

“Assassino da Lua das Flores”;

“Maestro”;

“Vidas Passadas”;

“Zona de Interesse”;

“Anatomia de uma Queda”.

Melhor filme de comédia ou musical

“Pobres criaturas”.

O longa-metragem concorria com:

“Air: a história por trás do logo”;

“American Fiction”;

“Barbie”;

“Os Rejeitados”;

“Segredos de um escândalo”.

Melhor animação

“O Menino e a Garça”.

A produção concorria com:

“Elementos”;

“Homem-Aranha: Através do Aranhaverso”;

“Super Mario Bros – O Filme”;

“Suzume”;

“Wish”.

Melhor roteiro

Justine Triet e Arthur Harari por “Anatomia de Uma Queda”.

Eles concorriam com:

Greta Gerwig e Noah Baumbach por “Barbie”;

Tony Mcnamara por “Pobres Criaturas”;

Christopher Nolan por “Oppenheimer”;

Eric Roth e Martin Scorsese por “Assassinos da Lua das Flores”;

Celine Song por “Vidas Passadas”.

Melhor diretor

Christopher Nolan por “Oppenheimer”.

Ele concorria com:

Bradley Cooper por “Maestro”;

Greta Gerwig por “Barbie”;

Yorgos Lanthimos por “Pobres Criaturas”;

Martin Scorsese por “Assassinos da Lua das Flores”;

Celine Song por “Vidas Passadas”.

Melhor trilha sonora

Ludwig Göransson por “Oppenheimer”.

Ele concorria com:

Jerskin Fendrix por “Pobres Criaturas”;

Joe Hisaishi por “O Menino e a Garça”;

Mica Levi por “Zona de Interesse”;

Daniel Pemberton  por “Homem-Aranha Através do Aranhaverso”;

Robbie Robertson por “Assassinos da Lua das Flores”.

Melhor canção original

“What Was I Made For”, de Billie Eilish e Finneas O’Connell para “Barbie”

 

A música concorria com:

“Addicted to Romance”, de Bruce Springsteen para “She Came to Me”

“Dance the Night”, de Mark Ronson, Andrew Wyatt, Dua Lipa e Caroline Ailin “Barbie”

“I’m Just Ken” de Mark Ronson e Andrew Wyatt para “Barbie”

“Peaches”, de Jack Black, Aaron Horvath, Michael Jelenic, Eric Osmond e John Spiker para “Super Mario Bros”

“Road to Freedom”, de Lenny Kravitz para “Rusitn”

Melhor ator em drama

Cillian Murphy por “Oppenheimer”.

Ele concorria com:

Bradley Cooper por “Maestro”;

Leonardo Dicaprio por “Assassinos da Lua das Flores”;

Colman Domingo por “Rustin”;

Barry Keoghan por “Saltburn”;

Andrew Scott por “Todos Nós Desconhecidos”.

Melhor atriz em drama

Lily Gladstone por “Assassinos da Lua das Flores”.

Concorriam com ela:

Annette Bening por “Nyad”;

Sandra Hüller por “Anatomia de uma Queda”;

Greta Lee por “Vidas Passadas”;

Carey Mulligan por “Maestro”;

Cailee Spaeny por “Priscilla”.

Melhor ator em musical ou comédia

Paul Giamatti por “Os Rejeitados”.

Ele concorriam com:

Nicolas Cage por “Dream Scenario”;

Timothée Chalamet por “Wonka”;

Matt Damon por “Air: A História Por Trás do Logo”;

Joaquin Phoenix por “Beau Tem Medo”;

Jeffrey Wright por “American Fiction”.

Melhor atriz em musical ou comédia

Emma Stone por “Pobres Criaturas”.

Ela concorria com:

Margot Robbie por “Barbie”;

Natalie Portman por “Segredos de um Escândalo”;

Fantasia Barrino por “A Cor Púrpura”;

Alma Pöysti por “Folhas de Outono”;

Jennifer Lawrence por “Que Horas Eu Te Pego?”.

Melhor ator coadjuvante

Robert Downey Jr. por “Oppenheimer”.

Concorriam com ele:

Willem Dafoe por “Pobres Criaturas”;

Robert de Niro por “Assassinos da Lua das Flores”;

Ryan Gosling por “Barbie”;

Charles Melton por “Segredos de um Escândalo”;

Mark Ruffalo por “Pobres Criaturas”.

Melhor atriz coadjuvante

Da’vine Joy Randolph por “Os Rejeitados”.

Concorriam com ela:

Emily Blunt por “Oppenheimer”;

Danielle Brooks por “A Cor Púrpura”;

Jodie Foster por “Nyad”;

Julianne Moore por “Segredos de um Escândalo”;

Rosamund Pike por “Saltburn”.

Melhor filme em língua não-inglesa

“Anatomia de uma Queda” (França).

Concorria com:

“Zona de Interesse” (Reino Unido);

“A Sociedade da Neve” (Espanha);

“Folhas de Outono” (Finlândia);

“Vidas Passadas” (Estados Unidos);

“Io capitano” (Itália).

Conquista cinematográfica de bilheteria

“Barbie”.

O longa de Greta Gerwig concorria com:

“Guardiões da Galáxia Vol. 3”;

“John Wick 4: Baba Yaga”;

“Missão: Impossível – Acerto de Contas Parte 1”;

“Oppenheimer”;

“Homem-Aranha: Através do Aranhaverso”;

“Super Mario Bros. – O Filme”;

“Taylor Swift: The Eras Tour”.

Televisão

Melhor série de drama

“Succession”.

A produção concorria com:

“1923”;

“The Crown”;

“A Diplomata”;

“The Last of Us”;

“The Morning Show”;

Melhor série de comédia

“O Urso”.

A produção concorria com:

“Abbott Elementary”;

“Barry”;

“Na Mira do Júri”;

“Only Murders in the Building”;

“Ted Lasso”.

Melhor série limitada, antológica ou filme para TV

“Treta”.

A produção concorriam com:

“Toda Luz que Não Podemos Ver”;

“Daisy Jones & The Six”;

“Fargo”;

“Companheiros de Viagem”;

“Questão de Química”.

 

Melhor ator em série de drama

Kieran Culkin por “Succession”.

Ele concorria com:

Brian Cox por “Succession”;

Gary Oldman por “Slow Horses”;

Pedro Pascal por “The Last of Us”;

Jeremy Strong por “Succession”;

Dominic West poe “The Crown”.

 

Melhor atriz em série de drama

Sarah Snook por “Succession”.

Ela concorria com:

Helen Mirren por “1923”;

Bella Ramsey por “The Last of Us”;

Keri Russel por “A Diplomata”;

Imelda Staunton por “The Crown”;

Emma Stone por “The Curse”.

 

Melhor ator em série de comédia ou musical

Jeremy Allen White por “O Urso”.

Ele concorria com:

Bill Hader por “Barry”;

Steve Martin por “Only Murders In The Building”;

Jason Segel por “Falando a Real”;

Martin Short por “Only Murders In The Building”;

Jason Sudeikis por “Ted Lasso”.

 

Melhor atriz em série de comédia ou musical

Ayo Edebiri por “O Urso”.

Ela concorria com:

Natasha Lyonne por “Poker Face”;

Quinta Brunson por “Abbott Elementary”;

Rachel Brosnahan, por “Maravilhosa Sra. Maisel”;

Selena Gomez por “Only Murders in the Building”;

Elle Fanning por “The Great”.

 

Melhor atriz coadjuvante em série

Elizabeth Debicki por “The Crown”.

Concorriam com ela:

Meryl Streep por “Only Murders in the Building”;

Hannah Waddingham por “Ted Lasso”;

Smith Cameron, por “Succession”;

Billie Eilish por “Enxame”;

Abby Elliott por “O Urso”;

Christina Ricci por “Yellowjackets”.

 

Melhor ator coadjuvante em série

Matthew Macfadyen por “Succession”.

Concorriam com ele:

Billy Crudup por “The Morning Show”;

James Marsden por “Na Mira do Júri”;

Ebon Moss-Bachrach por “O Urso”;

Alan Ruck por “Succession”;

Alexander Skarsgard por “Succession”.

 

Melhor ator em série limitada, antológica ou filme para TV

Steven Yeun por “Treta”.

Concorriam com ele:

Matt Bomer por “Companheiros de Viagem”;

Sam Clafin por “Daisy Jones & The Six”;

Jon Hamm por “Fargo”;

Woody Harrelson por “Os Encanadores da Casa Branca”;

David Oyelowo por “Homens Da Lei: Bass Reeves”.

 

Melhor atriz em série limitada, antológica ou filme para TV

Ali Wong por “Treta”.

Concorriam com ela:

Riley Keough por “Daisy Jones & The Six”;

Brie Larson por “Uma Questão de Química”;

Elizabeth Olsen por “Amor e Morte”;

Juno Temple por “Fargo”;

Rachel Weisz por “Gêmeas – Mórbida Semelhança”.

 

Melhor especial de stand-up

Ricky Gervais por “Ricky Gervais: Armageddon”.

Ele concorriam com:

Trevor Noah – “Trevor Noah: Where Was I”;

Chris Rock por “Chris Rock: Selective Outrage”;

Amy Schumer por “Amy Schumer: Emergency Contact”;

Sarah Silverman por “Sarah Silverman: Someone You Love”;

Wanda Sykes por “Wanda Sykes: I’m An Entertainer”.

 

 

Veja também:

 

BBB 24: confira quem são os famosos confirmados no reality

Os participantes do Camarote do BBB 24 foram anunciados oficialmente nesta sexta-feira (5) durante a Maratona Big Day, e o público finalmente pode dar *aquela* espiadinha e conferir quem são os famosos que fazem parte do elenco da temporada.

Dos 18 participantes que foram revelados, seis integram o time dos camarotes: MC Bin Laden, Yasmin Brunet, Vanessa Lopes, Vinicius Rodrigues, Rodriguinho e Wanessa Camargo.

Conheça abaixo:

 

 

Nostalgia! Programas Cocoricó e Castelo Rá-Tim-Bum terão novos episódios em 2024

A TV Cultura planeja novas versões de alguns dos seus programas infantis mais famosos: “Cocoricó” e “Castelo Rá-Tim-Bum”. As produções foram confirmadas pela emissora e acompanham as comemorações dos 55 anos do canal, em 2024.

A Cultura anunciou que os projetos de remake de “Cocoricó” e “Castelo Rá-Tim-Bum” já estão confirmados, enquanto o de “Mundo da Lua” ainda é analisado. O “Bem Brasil”, programa de shows musicais que era transmitido nas manhãs de domingo, também está sendo avaliado para uma nova versão.

Exibida desde 1996, a clássica série infantil Cocoricó retrata o dia a dia de Júlio e seus amigos. Seja na cidade ou na fazenda, eles sempre vivem aventuras divertidas e educativas cheias de música e bom humor

O novo “Castelo Rá-Tim” também acompanha o filme que a emissora já desenvolve com Cao Hamburguer, diretor e cocriador do programa original. Há ainda uma outra série de 26 episódios baseado na marca que está andamento. Ambos estão previstos para 2025.

De acordo com Eneas Pereira, vice-presidente executivo e diretor de programação da Cultura, os remakes fazem parte de um projeto maior da emissora. “O nosso desafio é termos algumas dessas propriedades valiosas e de um valor imensurável revisitadas de forma contemporânea”, diz o executivo.

“Não interessa para a gente ficar olhando para trás, não é um retrovisor. O nosso slogan para 2024 é ‘o melhor é agora’.”

 

 

 

*FolhaPress

Veja também:

 

Luccas Neto faz SBT ter pior audiência da história

No dia em que o SBT apostou suas fichas na estreia do Youtuber Luccas Neto, a emissora viu seus índices de audiência atingirem um patamar preocupante, marcando um dos piores desempenhos de sua história. Na última segunda-feira (25), a programação especial de Natal, culminou em uma média de apenas 2,1 pontos na Grande São Paulo, marcando a segunda vez em dois dias que o canal atinge tal nível de audiência, de acordo com dados da Kantar Ibope Media

O teste de algumas apostas para o próximo ano se revelou um fracasso, conforme dados consolidados obtidos por fontes do mercado. O Primeiro Impacto começou o dia na vice-liderança, superando o Balanço Geral Manhã por 1,7 a 1,5 ponto. No entanto, a emissora entregou o segundo lugar para a Record assim que o telejornal de Marcão do Povo chegou ao fim.

Disputa entre emissoras

A Record, por sua vez, não apenas ultrapassou o SBT como também venceu a Globo em determinados momentos, evidenciando a dificuldade da emissora de Silvio Santos em manter-se competitiva. O desempenho de programas como Superbook e Barbie contribuiu para a queda nos índices, com marcas de 1,7 e 1,6 ponto, respectivamente.

O ponto mais crítico foi alcançado com a estreia de Luccas Neto. O tão aguardado especial “Escola de Aventureiros” marcou apenas 1,6 ponto, aproximando-se perigosamente do traço absoluto de audiência.

O irmão de Felipe Neto, vendido como o “Rei dos Baixinhos”, não conseguiu corresponder às expectativas, registrando índices que chegaram a empatar tecnicamente com a Record News em diversos momentos, revelando uma queda de 41% em comparação com as quatro segundas anteriores.

 

Big Brother Brasil 24: confira a data de estreia da nova edição do reality show

Um novo ano se aproxima, e a expectativa pelo reality show mais aguardado do Brasil já se inicia. A estreia do Big Brother Brasil será mais cedo, agendada para o dia 8 de janeiro. A nova edição conta com mudanças significativas nas dinâmicas do programa que já caiu na boca do povo dos brasileiros.

Em 2024, o BBB promete introduzir novas provas, desafios emocionantes e claro as fofocas e tretas que mantêm os espectadores ligados em cada detalhe na casa mais vigiada do país.

As novidades já começam com a estreia antecipada em relação aos anos anteriores. Podemos esperar um novo formato de jogo, pois a emissora parece estar ansiosa para recuperar a popularidade e credibilidade após as críticas das edições passadas.

Data de estreia do programa

O BBB 24 estreia dia 8 de janeiro e não ao final do mês como nos anos anteriores, apenas uma semana após a virada do ano, sendo assim conheceremos mais cedo os participantes que ficaram em confinamento por 100 dias.

O reality quebrou recordes nas edições de 2020 e 2021 quando introduziram ao elenco que continha pessoas anônimas e famosas. Com dinâmicas que se adaptaram ao longo do programa e com disputas históricas que renderam milhões de votos.

Nova edição e novas regras

Mesmo com a estreia longe, já sabemos como as novas dinâmicas vão funcionar. O novo líder da semana terá mais responsabilidades no esquema do jogo como uma dinâmica nova que vai acontecer às sextas-feiras. E terá uma câmera exclusiva para o grande líder que será controlada por inteligência artificial.

Também contará com um novo formato de voto, um individual por CPF, chamado voto único. E o voto da torcida, que é da mesma forma que nas edições passadas.

Serão duas etapas: a primeira onde o público vota quem fica na casa e a segunda onde o voto é na pessoa que o telespectador quer que saia do do programa.

O “Jogo da Discórdia” dá lugar ao “Sincerão” que é o um novo quadro das segundas-feiras e também haverá outro grupo além do “Pipoca” e do “camarote”.

O apresentador continua sendo Tadeu Schmidt, que está como a cara do programa desde a edição 2021 e foi muito bem aceito pelo público.

Após 10 anos, Jorge Kajuru está de volta à TV!

Fora da televisão desde 2014, quando foi dispensado do Esporte Interativo (2007-2021), o senador Jorge Kajuru (PSB-GO) voltará a ter uma atração no meio que lhe deu popularidade como âncora esportivo em passagens por RedeTV! e SBT.

Kajuru estreia nesta segunda (20) o Jogo Duro, na TV Goiânia, parceira da Band no estado. No projeto, Kajuru vai unir esporte e comentários polêmicos. Junto com o senador, estarão os comentaristas Nivaldo Carvalho, Fabão, ex-zagueiro do Goiás e São Paulo); e Carlos Eduardo; ex-jogador do Internacional).

O apresentador estará no comando da atração algumas vezes por semana, quando estiver em Goiânia. Caso seus compromissos como senador em Brasília (DF) se choquem com a atração, que irá ao ar diariamente, às 12h, ele enviará material gravado e será substituído.

O fato chama a atenção porque Kajuru teve uma relação tumultuada com a Band. Ele passou pela emissora entre 2003 e 2004 e acumulou bons índices de audiência com o programa Esporte Total.

Em junho de 2004, porém, Kajuru acusou a Band de ter aceitado reclamações do então presidente da CBF, Ricardo Texeira, e de Aécio Neves, então governador de Minas Gerais, sobre irregulares na entrada de um jogo entre Brasil e Argentina em Belo Horizonte (MG). Kajuru foi demitido enquanto estava no ar.

Posteriormente, sua relação com a Band melhorou e ele passou a dar entrevistas eventualmente como senador eleito por Goiás nos últimos anos.

A última atração que Kajuru comandou na TV foi o programa O Incrível Kajuru, no Esporte Interativo. Ele saiu após o fim de seu contrato com a TV esportiva da Warner Bros Discovery.

 

Veja também:

Plataformas de streaming para fugir da mesmice da Netflix

 

 

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.