24/02/2020 02:59
Turismo / Turismo em Goiás

7 coisas que todo turista deve saber antes de visitar Goiânia

Um guia sobre comidas típicas, entretenimento, opções de locomoção, hospedagem e muito mais

Curta
por Curta Mais

Sabendo que quem vem a Goiânia não quer ir embora e, quando vai, sempre volta, a equipe Curta Mais apresenta uma lista de 7 coisas que os turistas não podem deixar de vivenciar ao passarem pela nossa terrinha. A 8ª da lista é um bônus surpresa.

 

1. Comidas, não temos só pequi e pamonha

Ao chegar em Goiânia você não pode deixar de experimentar a culinária local: a cidade é famosa pelo pequi do Goiás, por pratos temperados com pimenta de cheiro e por apresentar diversas opções de pamonha, que vão muito além dos sabores doce e salgado, mas não para por aí não, viu?

Para quem prefere uma experiência gastronômica e sensorial, recomendamos que pense com carinho sobre visitar pessoalmente restaurantes, lanchonetes, feiras e pit dogs, pois um alimento típico vai além de um tempero, é resultado de tradições que são passadas de geração em geração. Uma imersão cultural exige a vivência do local como um todo, por isso, torna-se indispensável apreciar a decoração dos estabelecimentos, o jeitinho de falar e de atender, o modo de montar os pratos e, até mesmo, a música tocada nestes locais.

Vale a pena conferir:

Pit Dogs

Os Pit Dogs são reconhecidos nacionalmente como patrimônio goianiense inigualável! Possuem um público fiel, composto por todas as classes sociais. Reza a lenda que somente eles salvam a vida da galera quando bate aquela fome na madrugada. Visando atender a todos os públicos com bom custo-benefício, os comerciantes fornecem lanches robustos com variedade em ingredientes e molhos. 

f363f3db15bacb78e6a5224fb2d68161.jpg

7e0b5df811b189b52acf08922efc9286.jpg

Onde encontrá-los?

Goiânia possui Pit Dogs em quase todos os bairros, mas um local com volume considerável de comércio desse alimento é a Rua 10, 218 - St. Sul, Goiânia - GO.

 

Restaurante Chão Nativo do setor bueno 

Comida típica goiana no fogão à lenha e um cardápio variado com mais de 40 pratos quentes, como: A guariroba, o frango caipira, a galinhada, o pequi, empadão goiano, a costelinha de porco, a tradicional paçoca, entre outras delícias. Sem contar o variado buffet de saladas e sobremesas de doces caseiros. O Chão Nativo Bueno é reverenciado nacionalmente por ser autoridade no seguimento lazer, com uma ambientação de fazenda que nos leva as antiguidades rurais regionais.

4f642cd83a14a97e972437d97da63295.jpeg

Endereço: Av. T-11, 299 - St. Bueno, Goiânia - GO.
Telefone: (62) 3241-2266
Horário de Funcionamento: Segunda à Sexta das 11h às 15h/Sábado e Domingo das 11h às 16h
 
 
Restaurante Coralina 

Localizado no Mercure Hotel, o Restaurante Coralina é um patrimônio do Setor Oeste. Impossível passar pela praça Eurico Viana e não perceber a beleza de suas paredes de vidro, colocando-o em interação com a cidade. Seu nome homenageia um simbolo da cultura goiana, Cora Coralina, que além de poetisa era também doceira e cozinheira. Os pratos oferecidos contemplam a contemporânea alta gastronomia, mas sempre com um toque dos sabores de Goiás. 

b07abe807adb0492a7d9ea63dcc8fd21.jpeg

Endereço: Av. República do Líbano, 1613 - St. Oeste, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3605-7580

Horário de Funcionamento:

- Café da manhã: Segunda a Sexta das 6h às 10h/Finais de Semana e Feriados das 06h às 10:30

- Almoço: Todos os dias das 12h às 15h

- Jantar: Todos os dias das 19h às 22:30

 

Restaurante Popular

O local é um enorme casarão com quatro grandes cômodos. No primeiro fica uma acanhada entrada com o caixa, depois a área com as mesas e um cantinho com as sobremesas e depois a grande cozinha, separada por duas enormes árvores e repleta de panelas de alumínio com as mais gostosas receitas da pura gastronomia goiana. Frango frito, carne de lata, paçoca, bife de frango e carne acebolados, ovos fritos, purê, mandioca, farofa, quiabo, jiló, banana da terra frita, chuchu refogado, polenta, linguiça apimentada, linguiça de porto, abobrinha, omelete, macarrão ao molho, além de um Buffet com mais de 20 tipos de saladas cozidas e cruas.

7209e8ba388a36e45b3442b6e4e7960c.jpg

Endereço: Rua 72, Quadra 128 524 - St. Central, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3224-6150

Horário de Funcionamento: Segunda a Sábado das 11h às 14:30

 

Pamonharia Frutos da Terra

Que goiano não gosta de uma pamonha gostosa feita com um milho fresquinho e muito carinho, não é mesmo? O prato é um dos mais tradicionais da culinária do estado de Goiás e não tem pamonharia que represente melhor o orgulho das raízes goianas como a Frutos da Terra. Além das pamonhas tradicionais, a casa ainda oferece mais 8 sabores diferenciados e é especialista em chica doida, caldos, empadas, sopa de milho, curau e canjica.

eef06939aef434552cea50ecca524c36.jpg

Endereço: Av. Perimetral, 2110 - St. Oeste, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3233-1507

Horário de Funcionamento: Segunda a Domingo das 11h às 22:30

 

Mercado da 74

Construído em 1952 na Rua 74, no Centro de Goiânia, o Mercado Municipal da 74 foi entregue aos goianienses em 1953. Um dos pontos mais tradicionais da cidade conta, desde 2006, com vários eventos culturais e música ao vivo, além dos famosos barzinhos que oferecem de cervejas à cachaças artesanais. E para comer os bares oferecem um cardápio super variado, do tira gosto ao pastel, bem ao estilo mercadão mesmo.

5bd582d69ec65443ef9812946f65dfe9.jpg

Endereço: R. 74, 329 - St. Central, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3524-1111

Horário de Funcionamento: Segunda a Sábado das 7h às 23h.

 

2. Cultura, vai ter visita em museu sim!

Para quem deseja experiências intelectuais a cidade oferece bibliotecas, museus, teatros e centros culturais, ótimo pra quem gosta de fazer uma verdadeira imersão na cultura local. Com toda certeza, um dos representantes desse tópico é o Memorial do Cerrado.

Memorial do Cerrado 

4f3d5d39be2d8012a27892974e530ea8.png

Unindo história, cultura e natureza, o Memorial do Cerrado é um museu diferente dos tradicionais: com muita área verde e contato direto com a fauna e a flora goianas, o passeio no local é quase obrigatório – para turistas ou moradores da capital. Considerado um dos lugares mais bonitos da capital, o complexo fica no Campus II da PUC Goiás, foi criado em 1999 e reúne diferentes espaços que narram a história da Terra, do Brasil e de Goiás.

A prefeitura disponibiliza uma lista completa dessas atrações e, caso queira saber mais, clique aqui.

 

3. Parques, que tal curtir um pouco a natureza?

Goiânia conta com 42 parques e bosques, uma ótima pedida para quem gosta de aproveitar a natureza ou manter as atividades físicas em dia.

Um bom representante é o Parque Mutirama,  também conhecido como Parque dos Dinossauros de Goiânia, além das esculturas de dinossauros em tamanho real o parque conta com uma ampla área verde, espaço para comemorações e atrações tais como trenzinho, roda-gigante, autorama, dentre outros. 

a8f605beea3e7984d30e40e469447c5c.jpeg

A prefeitura de Goiânia disponibiliza uma lista completa de todos os parques e bosques e, caso queira saber mais, clique aqui.


4. Comércio Popular, amontoado de coisas que a gente gosta de comprar 

É na Praça Tamandaré que, aos finais de semana, descobrirão que nem só do comércio de roupas baratas vive a capital, mas, também, de feiras repletas de artesanatos, comidas e bebidas típicas, acessórios, itens para casa, presentes e muita pamonha. As principais atrações da praça são a Feira da Lua e do Sol, que começam no meio da tarde e funcionam até às 22h (os horários podem mudar conforme disponibilidade de feirantes e quantidade de público).

Feira da Lua (Sábado) - Nela podem ser encontrados itens de alimentação, artesanato, vestuário feminino, vestuário masculino, vestuário infantil, calçados e acessórios.
Feira do Sol (Domingo) - Oferece produtos similares aos da Feira da Lua, sendo que alguns feirantes até participam nas duas edições, porém, a Feira do Sol tem um foco maior no comércio de alimentos.

451ad1dd1db06672ad924a517fd9ed42.jpg

Também ocorre na Praça Tamandaré a Feira de Antiguidades. Como o nome sugere, nessa feira podem ser encontrados objetos antigos, obras artesanais, relíquias, automóveis, mas conta ainda com entretenimento, comidas típicas e muito mais. Suas edições são mensais e a programação pode ser conferida na página do evento.

346b344cabc09b515dc2391f4db25c92.jpg


Rua 44

Uma espécie de 25 de março de Goiânia e atualmente o maior pólo do comércio atacadista de roupas da cidade. A região inteira é dedicada ao setor de confecções e atrai turistas e sacoleiros de todos os cantos. Conta com boa rede hoteleira e fica ao lado da Rodoviária de Goiânia.

f983269578a65a87b099bdd96bb7a573.jpg


Feira Hippie

A Feira Hippie é considerada a maior feira ao ar livre da América Latina. Nela é possível encontrar produtos como roupas, bolsas, acessórios, produtos artesanais, itens para casa, eletrônicos, calçados e muito mais.

8371ebd9581abf3dc97d165391d69df9.jpg

Feira do Cerrado

É um tradicional centro de cultura e artesanato goiano. Todas as quintas-feiras, a partir das 17h, no Parque da Criança, visitantes encontram expositores e culinaristas que levam à edição extra produtos como os que já são comercializados aos domingos, há 13 anos.

6a954e107e20a312fee7e11fedb6b452.jpg

Nota: Diferentemente de algumas cidades interioranas, aqui a maioria dos feirantes aceitam cartões de crédito/débido como modalidade de pagamento. No entanto, é sempre bom levar um dinheirinho na carteira, afinal, imprevistos podem acontecer e ninguém merece ter fome e não poder fazer uma boquinha, né?

 

5. Hospedagem, porque relaxar também é bom

Se você é fã de tecnologia e economia compartilhada, não pode perder a oportunidade de vivênciar experiências novas ao negociar, diretamente com o proprietário, a estadia em um apartamento por temporada através de aplicativos para smartphone tal como o Airbnb.

Já para os mais tradicionais, sempre há a opção de negociar hospedagem temporária diretamente com pessoas em grupos de redes sociais ou por meios formais, tais como imobiliárias.

De toda forma, desembarcando em Goiânia, na mão você não ficará. Abaixo seguem duas opções de hotéis que recomendamos:

 

Hotel Mercure 

Fica localizado perto do centro de Goiânia, isso ajuda o hóspede a se movimentar dentro da capital. É o hotel ideal para quem viaja a negócios ou a lazer, com quartos funcionais, uma sala de estar, cozinha, Wi-Fi e serviço de quarto 24 horas, bem como estacionamento com manobrista e um bar no lounge que serve bebidas refrescantes. O restaurante oferece café da manhã, almoço e jantar como uma ótima maneira de começar e terminar o dia. hotel conta como restaurante coralina. Na imagem abaixo nota-se a beleza das paredes do Restaurante Coralina, situado no hotel.

63de4588452a6840e366db0f2acb6ff6.jpg

 

Castro's Park Hotel

Reconhecido por seu tradicionalismo e estilo único em atendimento o Castro’s Park Hotel possui 171 apartamentos, em 12 categorias diferentes. Está localizado no centro da cidade de Goiânia fica a 10 minutos de caminhada do Museu de Arte de Goiânia, a 12 minutos do Teatro Goiânia e a 8 km do Aeroporto Internacional de Goiânia - Santa Genoveva. O hotel oferece café da manhã e estacionamento gratuitos. Outras comodidades incluem um restaurante internacional de luxo, bar casual, duas piscinas externas e uma banheira de hidromassagem externa.

841be097d4f86d271813f22f4e71c727.jpg

 

6. Entretenimento, pois nem só de trabalhar viverá o homem

Quanto as possibilidades de entretenimento, é uma verdade sobre a cultura sertaneja ser bem forte na região. No entanto, quem prefere vivenciar algo alternativo, será muito bem recebido no Setor Marista, onde vários pubs, boates e restaurantes estão localizados.

Para os adeptos de música alternativa a Bananada é uma boa pedida, já quem procura diversidade cultural será bem recebido no festival Vaca Amarela. A cidade também recebe o festival Villa Mix, com programações nacionais (sobretudo sertanejo) e internacionais (há boatos que até os cantores Shawn Mendes e Demi Lovato pisaram por ali).

Além destes, é possível se divertir nessas atrações:

- Festival Goiânia Noise;
- Festival de Samba;
- Pecuária;
- Evento Canto de Ouro,

E muito mais!

 

7. Mobilidade Urbana, pra bater perna, comprar coisas e conhecer o povo

Caso você busque se locomover de forma barata a melhor opção é o transporte coletivo. Para tanto é preciso fazer sua carteirinha em algum terminal e as recargas podem ser feitas nos próprios terminais e pontos de recarga. Existem aplicativos que facilitam a vida de quem não conhece o transponte coletivo em Goiânia, dentre estão o SIM RMTC e o Moovit.

Além disso, Goiânia conta também com transportes privados que podem ser solicitados por meio de aplicativos de smartphone. É possível solicitar transporte via carro através do Uber, 99, Urbano Norte, Mobbi, ou, se preferir motocicleta, o app ideal é o Picap. A cidade conta também com o City Bus 2.0, transportando pessoas em um mini ônibus.

Nota: Caso você tenha animais de estimação é preciso dar uma conferida nas normas dos apps, mas pode ficar tranquilo que alguns motoristas aceitam levar seus doguíneos e gatíneos para onde você for.


8. Curiosidades (bônus)

1. A cidade é conhecida como a capital da música sertaneja, e grande parte desses cantores são oriúndos do estado de Goiás, incluindo Goiânia.  A cidade é, portanto, um dos lugares que mais dão visibilidade para esses artistas.
2. Em Goiânia são encontradas roupas a preços super baixos. Para quem se interessar, vale a pena dar uma passada na Rua 44, na Avenida Bernando Sayão, no Shopping Gallo da região 44 ou na Feira Hippie localizada na Praça do Trabalhador.
3. Geralmente quem dá seta ao dirigir em Goiânia é confundido com turistas, portanto, dirija com cuidado.
4. Goiânia quase se chamou Petrônia. Entenda isso clicando aqui.
5. O maior arranha-céu do Brasil está localizado em Goiânia, possui 190 metros de altura e se chama Órion Business & Health Complex.
6. O maior acidente radioatiativo brasileiro ocorreu em 13 de setembro de 1987 e se deu através da contaminação por césio 137.
7. Atenção, o pequi é uma comida típica que não deve ser mordida!!! Mas... após 15 anos de estudos está para ser lançado o pequi sem espinhos. Confira aqui.
8. Em 10 de julho de 1994 Goiânia registrou a temperatura de 2,6° C e, PASMEM, nevou! Já o maior calorão enfrentado pelos goianos foi de 40,4 °C e ocorreu em 17 de outubro de 2015.
9. Goiânia possui uma das maiores frotas de carros do país. Típico de metrópole, né gente? Só que existem formas de contornar essa situação, confira aqui.

Ainda quer saber mais? Acesse nossa lista com 85 curisiosidades sobre goiânia.

Fotos: Marcos Aleotti/Curta Mais

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Turismo

(Re)descubra Goiânia pelo olhar de um turista e entenda porque eles sempre voltam

Pequi, sertanejo e dinossauros são só o começo


+ Turismo

8 destinos para viajar em baixa temporada dentro e fora de Goiás

Para os viajantes que gostam de planejar uma viagem mais tranquila e barata


+ Turismo

Conheça Campos Belos, cidade cercada por montanhas que é uma verdadeira pintura da natureza em Goiás

O primeiro nome do lugar foi Almas, o mesmo da fazenda que deu origem a cidade


+ Turismo

O que fazer de melhor em Goiânia

Para os turistas que desejam conhecer a capital, tem um roteiro completinho aqui


+ Turismo

7 destinos em Goiás para sacudir a poeira e superar o fim do namoro (ou casamento)

Uma listinha incrível para recompor os ânimos e fazer as pazes com o coração


+ Turismo

12 melhores lugares para viajar em cada mês do ano em Goiás

Os viajantes de alma inquieta, com certeza já estão montando o calendário de 2020


+ Turismo

Descubra como é voar de Parapente e sentir a adrenalina do alto em Goiás

O Curta Mais traz para você essa indescritível experiência de liberdade com dicas e informações


+ Turismo

Parque Ecológico Indaiá: Um roteiro de cachoeiras incríveis para fugir da vida urbana

Uma imersão da Curadoria do Curta Mais no complexo de cachoeiras incríveis de Formosa (GO)


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2020. Todos os direitos reservados.