Concentração: 7 práticas de meditação para fazer sempre que precisar

A meditação é uma das práticas mentais que envolvem a concentração da mente em um objeto, pensamento, emoção, ou na própria respiração, visando atingir um estado de clareza, relaxamento e atenção plena.

Nesse artigo vamos listar 7 práticas de meditação para fazer sempre que precisar. Continue lendo.

É uma técnica milenar originada em tradições espirituais e filosóficas, como o budismo e o hinduísmo, mas hoje é praticada em contextos seculares em todo o mundo, segundo o livro “A Arte da Meditação” de Daniel Goleman. 

É importante notar que não é a única solução para todos os problemas, e os benefícios podem variar de pessoa para pessoa. Ela é uma prática que requer consistência e paciência para experimentar seus efeitos ao longo do tempo.

Há várias abordagens e técnicas, e cada pessoa pode encontrar aquela que melhor se adapta às suas necessidades e preferências.

 

Confira 7 Praticas de meditação para fazer sempre que precisar

1. Meditação da Respiração Consciente

É eficaz para acalmar a mente, reduzir o estresse, melhorar a clareza mental e promover um estado de relaxamento. É uma prática acessível que pode ser incorporada facilmente à rotina diária para cultivar uma maior consciência e presença no momento presente.

2. Meditação Guiada para Relaxamento

Também  é uma maneira acessível e eficaz de reduzir o estresse e promover a sensação de calma. Há muitas gravações e aplicativos disponíveis que oferecem diferentes tipos de meditações guiadas para atender às suas necessidades específicas. Experimente diferentes opções e encontre a que ressoa melhor com você.

3. Meditação de Atenção Plena 

Costuma ser ensinada em programas formais e pode ser praticada de várias maneiras, incluindo meditações guiadas, práticas de atenção plena durante atividades diárias e sessões mais longas de meditação sentada. É uma abordagem que tem ganhado popularidade na psicologia e medicina ocidental como uma ferramenta eficaz para melhorar a saúde mental.

A essência é cultivar a consciência do momento presente, sem julgamento. Isso envolve direcionar a atenção para a respiração, sensações corporais, pensamentos e emoções presentes, observando-os sem reação emocional ou apego.

4. Meditação da Bondade Amorosa

Foi projetada para desenvolver e fortalecer emoções positivas em relação a si mesmo e aos outros, promovendo um estado mental mais compassivo e generoso. Estudos científicos têm indicado que essa prática pode contribuir para melhorar o bem-estar emocional, reduzir a ansiedade e promover relacionamentos mais saudáveis.

Uma prática que pode ser adaptada conforme a preferência pessoal, mas a essência permanece centrada na intenção de cultivar a bondade e o amor incondicional em direção a todos os seres.

5. Meditação em Movimento

É uma abordagem meditativa que envolve a prática consciente durante atividades físicas ou movimentos deliberados. Diferente da meditação tradicional em que alguém está sentado ou deitado em silêncio, a meditação em movimento integra a atenção plena no movimento do corpo. Existem várias formas de meditação em movimento, cada uma com características distintas, mas todas compartilham o objetivo de cultivar a consciência e a presença no momento presente.

6. Meditação da Observação dos Pensamentos

É uma prática meditativa que se concentra em observar os pensamentos sem se envolver emocionalmente com eles. Essa forma de meditação está enraizada na tradição da atenção plena e é frequentemente usada para desenvolver a consciência e compreensão dos padrões de pensamento. Essa prática visa cultivar a capacidade de observar os pensamentos de forma objetiva, sem se deixar levar por eles.

7. Meditação para o Sono

Foi desenvolvida com o propósito de auxiliar na descontração da mente e do corpo, induzindo um estado de serenidade que facilita o processo de adormecimento. Essa modalidade de meditação mostra-se particularmente benéfica para indivíduos que enfrentam desafios para dormir devido a questões como ansiedade, estresse ou outros fatores relacionados ao sono.

Estudos têm sugerido que a prática regular de meditação para o sono pode melhorar a qualidade do sono, reduzir a insônia e contribuir para um sono mais repousante. No entanto, é importante observar que as experiências podem variar, e é sempre aconselhável procurar orientação profissional se os problemas de sono persistirem.

Ciência afirma que dormir pelado faz bem à saúde!

Nesse calor, você é daqueles que não aguenta dormir com nada encostando na pele? Ou, ao contrário, liga o ar-condicionado no máximo para dormir com pijama e meias?

Dormir sem roupa faz bem a saúde?

Especialistas defendem que, para a saúde e bem-estar, o ideal é mesmo dormir nu, pelado mesmo.

A autora de “The Good Sleep Guide” (O guia para dormir bem, em tradução livre), Sammy Margo, defende que dormir sem nenhuma roupa é o melhor, independentemente das questões climáticas.

“Embora muitas pessoas possam pensar que agasalhar-se no inverno é a melhor maneira de se manter aquecido, dormir nu pode, na verdade, ajudar a regular a temperatura corporal e melhorar a qualidade do sono”, disse ela o jornal Metro do Reino Unido.

Quais são os benefícios de dormir sem roupa?

A fisioterapeuta e especialista em sono lista alguns benefícios para se tirar a roupa da hora de ir para a cama:

Dormir mais rápido:

Como a temperatura corporal está muito ligada ao relógio biológico, e seu ciclo circadiano, o resfriamento do corpo está naturalmente ligado a um sono profundo. Assim, se você estiver mais fresquinho sinaliza a todo o organismo que é hora de dormir, adormecendo mais rapidamente;

Melhora da pele:

Dormir sem roupa melhora a ventilação da pele, reduzindo a chance de problemas de pele como erupções cutâneas;

Aumento da autoconfiança:

Dormir nu pode aumentar sua autoestima e imagem corporal, pois incentiva você a abraçar seu corpo de maneira mais natural;

Saúde ginecológica:

A região mais quente do corpo é a genital, também propensa à umidade natural. Por isso, dormir sem roupa íntima permite que os órgãos genitais sejam arejados, mantendo-os secos e mais limpos. A dica é válida especialmente para mulheres que sofrem com recorrentes infecções vulvovaginais, como candidíase, ao diminuir a proliferação de fungos e bactérias que preferem locais quentes e úmidos.

Combater a diabetes:

Quando a gordura marrom está ativa, além de queimar calorias, o corpo também se torna mais sensível à insulina, que é a substância que ajuda a utilizar o açúcar, evitando que se acumule no organismo. Assim, como o ambiente em que se dorme é mais fresco, fica mais fácil regular os níveis de açúcar no sangue, prevenindo o surgimento de diabetes.

Reduzir o estresse e a ansiedade:

O estresse e a ansiedade são causas comuns de insônia e da má qualidade do sono, podendo afetar negativamente a qualidade de vida.

Desta forma, dormir pelado pode ajudar a melhorar a qualidade do sono, regular os níveis do hormônio cortisol que está relacionado com o estresse, e, assim, ajudar a reduzir estresse e a ansiedade.

Prevenir o ganho de peso:

Dormir pelado ajuda a adormecer mais rápido e a melhorar a qualidade do sono, o que pode ajudar a prevenir o ganho de peso.

Isto porque alguns estudos mostraram dormir não dormir o suficiente pode afetar a produção de hormônios, levando a uma redução do hormônio leptina e aumento do hormônio grelina, que estão relacionados com o controle do apetite, saciedade e fome.

Desta forma, dormir pelado pode ajudar a prevenir o ganho de peso, por favorecer uma melhor qualidade do sono e um melhor controle hormonal.

Melhorar a vida sexual do casal:

Dormir pelado com o parceiro pode contribuir para o aumento do desejo para ter o contato íntimo com mais frequência, o que também ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, e a melhorar a relação do casal.

Além disso, o contato pele a pele com o parceiro estimula a produção de ocitocina pelo corpo, que ajuda melhorar a libido e o desempenho sexual, a sensação de prazer, melhorar as relações íntimas e o afeto, além de intensificar a ereção e favorecer a ejaculação em homens.

 

*Agência O Globo

Veja também:

 

 

 

 

5 Benefícios do açafrão para praticantes de esporte

A curcumina, mais conhecida como açafrão, composto ativo da cúrcuma (Curcuma Longa L.), contém em sua composição fitonutrientes antioxidantes chamados curcuminóides com ação anti-inflamatória e antioxidantes no organismo quando consumidos em dosagens adequadas. Segundo a  nutricionista Ana Caroline de Sousa  benefícios deste nutriente para praticantes de atividade físicas ou atletas, é a prevenção danos musculares além de uma boa recuperação muscular após o exercício físico (combatendo radicais livres), por sua ação anti-inflamatória. Atualmente, precisa-se de mais estudos comprobatórios sobre a utilização dessa suplementação e seus benefícios para os esportistas. 

 

Qualidades em geral

1.Combate a depressão: Segundo alguns estudos têm demonstrado que compostos presentes no açafrão, tais como  crocina e o safranal tem ação semelhante com antidepressivos a fluoxetina e imipramina, pois ajudam a inibir a recaptação da dopamina e da noradrenalina, dois tipos de neurotransmissores que regulam o humor.

2.Ajuda no controle da diabetes: As características antioxidantes, antimicrobianas e anti-glicêmicas da curcumina presente nesta especiaria auxiliam na regulação da insulina, controle e equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue e triglicérides. Além disso, previnem o desenvolvimento de resistência à insulina ou sensibilidade à insulina, fortalecem o sistema imunológico, influenciam positivamente a gordura corporal e mitigam o estresse, contribuindo, assim, para a cura e prevenção do diabetes.

3. Alivia os sintomas da TPM: Graças às suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, a cúrcuma pode ajudar a reduzir a dor, inchaço e outras formas de desconforto associadas ao ciclo menstrual.

5. Ajuda no tratamento do Alzheimer: Foi descoberto quando os cientistas perceberam que a incidência da doença de Alzheimer é muito menor na Índia do que nas culturas ocidentais. De fato, vários estudos descobriram que a prevalência de Alzheimer na Índia era 4,4 vezes menor em adultos (70 a 79 anos) do que em outros países Ocidente.

6.Suporte ao sistema imunológico: A cúrcuma pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, fornecendo propriedades antimicrobianas e estimulando a atividade das células do sistema imunológico.

Qualidades para esportistas

Agindo como um anti-inflamatório é bastante utilizado por praticantes de esportes pois acelera a recuperação, confira a lista de benefícios: 

1.Propriedades anti-inflamatórias: A cúrcuma contém curcumina, um composto com propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo. Isso pode ser benéfico em condições inflamatórias, como artrite.

2.Saúde das articulações: A cúrcuma pode beneficiar a saúde das articulações, ajudando a reduzir a inflamação nas articulações e aliviar desconfortos associados ao treinamento intensivo.

3.Propriedades antioxidantes: A curcumina atua como um antioxidante, combatendo os radicais livres que podem ser gerados durante o exercício vigoroso. Isso pode ajudar a prevenir danos oxidativos às células.

4.Aumenta a longevidade. Muitos estudos indicam que essas propriedades encontradas no açafrão são atribuídas principalmente aos carotenoides – crocina e safranal – com propriedades antioxidantes e coletores seletivos de radicais livres.

5.Protege o coração: O açafrão evita o acúmulo de colesterol “ruim”, o que protege o coração e evita que você tenha um ataque cardíaco ou derrame. Além disso, a ciência descobriu que a curcumina reduz o risco de insuficiência cardíaca.

Para melhores respostas sobre o que a suplementação pode proporcionar em atletas iniciantes ou avançados, é fundamental uma avaliação completa de todos os parâmetros que abrangem a prática, como: dosagem, tempo de uso, efeitos colaterais e tipo de atividade física/intensidade, já que os efeitos anti-inflamatórios significam um forte aliado na recuperação muscular, variando de acordo a modalidade esportiva é aconselhável consultar um profissional de saúde, especialmente se você tiver condições médicas específicas para fazer um acompanhamento.

 

7 Alimentos que ajudam a prevenir o câncer

Segundo um estudo feito pelo Instituto Nacional de Câncer, o Brasil apresenta um alto índice de crescimento de câncer, sendo esperado 704 mil novos casos da doença nos próximos anos.

Os maiores destaques vão para a região Sul e Sudeste, que concentra cerca de 70% da incidência. Os órgãos mais afetados são o fígado, pâncreas, mama, colo do útero e próstata.

O estudo traz uma reflexão sobre cuidados e prevenção. Pensando nisso, nós listamos alguns alimentos que fazem parte do nosso dia a dia e suas qualidades para o nosso bem estar.

Essas comidinhas ajudam também prevenir doenças, como o câncer, e trazem muitos outros benefícios para o nosso corpo e saúde.

 

Confira a lista dos 7 Alimentos que ajudam a prevenir o câncer:

Brócolis

Estudos recentes feitos pela Revista Sience revela que brócolis possui substâncias e nutrientes que ajudam a combater o câncer, sendo elas:

Sulforafano: O brócolis contém um composto chamado sulforafano, que é um fitoquímico encontrado em vegetais crucíferos. Estudos sugerem que o sulforafano pode ter propriedades anticancerígenas, ajudando a reduzir a incidência de certos tipos de câncer. Ele pode agir inibindo a formação de células cancerosas e induzindo a apoptose (morte celular programada) nas células cancerosas.

Antioxidantes: O brócolis é uma boa fonte de antioxidantes, como a vitamina C e o betacaroteno. Os antioxidantes ajudam a neutralizar os radicais livres no organismo, que são moléculas instáveis que podem causar danos às células e contribuir para o desenvolvimento do câncer.

Fibras: O brócolis é uma excelente fonte de fibras, que são importantes para a saúde do sistema digestivo. A ingestão adequada de fibras tem sido associada a um menor risco de câncer de cólon.

Detoxificação: Os compostos encontrados no brócolis, como o sulforafano, também podem ajudar no processo de desintoxicação do organismo, facilitando a eliminação de substâncias nocivas.

 

Brasil Escola (foto: reprodução)

 

Gengibre

Segundo estudos realizados pela Faculdade Laboro o gengibre é uma raiz amplamente utilizada na culinária e medicina tradicional rico em substâncias que previnem o câncer de mama, estômago, pâncreas e cólon confira quais são: 

Propriedades antioxidantes: O gengibre contém compostos antioxidantes, como gingeróis e shogaóis, que ajudam a combater os radicais livres no corpo. Os radicais livres são moléculas instáveis que podem causar danos às células, contribuindo para o desenvolvimento de doenças, incluindo o câncer. Os antioxidantes no gengibre podem ajudar a neutralizar esses radicais livres.

Atividade anti-inflamatória: O gengibre tem propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo. A inflamação crônica está associada a diversos tipos de câncer, e a capacidade do gengibre de modular a resposta inflamatória pode ter um papel na prevenção.

Indução de apoptose: Alguns estudos sugerem que os compostos do gengibre podem induzir a apoptose, que é a morte celular programada. Isso é importante na prevenção do câncer, pois células cancerosas que evitam a apoptose podem se proliferar descontroladamente.

Inibição da angiogênese: A angiogênese é o processo pelo qual novos vasos sanguíneos são formados. O crescimento descontrolado de vasos sanguíneos é um fenômeno associado à progressão do câncer. Algumas pesquisas indicam que o gengibre pode inibir a angiogênese, ajudando a controlar o crescimento tumoral.

 

InfoEscola (foto: reprodução)

Tomate

Estudos feitos pela Veja Saúde é um poderoso aliado contra o cancer contendo tambem propriedades anti-inflamatorias, confira abaixo quais são:

Licopeno: O licopeno é um antioxidante encontrado em grandes quantidades no tomate, especialmente quando ele é cozido ou processado. O licopeno é conhecido por sua capacidade antioxidante, o que significa que pode neutralizar os radicais livres no corpo. Radicais livres podem causar danos às células e contribuir para o desenvolvimento do câncer.

Propriedades anti-inflamatórias: Alguns componentes do tomate, como o licopeno, têm propriedades anti-inflamatórias. A inflamação crônica é um fator que pode contribuir para o desenvolvimento do câncer, e a capacidade do tomate de reduzir a inflamação pode desempenhar um papel protetor.

Inibição da angiogênese: Assim como o gengibre, o tomate também pode ter propriedades que inibem a angiogênese, o crescimento de novos vasos sanguíneos. O controle da angiogênese é importante para limitar o fornecimento de sangue aos tumores, ajudando a prevenir a disseminação do câncer.

Proteção contra danos no DNA: Alguns estudos indicam que o licopeno presente no tomate pode ajudar a proteger o DNA contra danos. O dano no DNA é um dos eventos que podem levar ao desenvolvimento de células cancerosas, e a capacidade do licopeno de agir como um agente protetor pode ser benéfica.

 

Coisas da Roça (foto: reprodução)

Peixe

O consumo de peixe, especialmente peixes gordos ricos em ácidos graxos ômega-3, tem sido associado a alguns benefícios para a saúde, segundo estudos feitos pela Veja Saúde confira seus beneficios:

Ácidos graxos ômega-3: Peixes como salmão, sardinha e atum são ricos em ácidos graxos ômega-3, especialmente o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenoico (DHA). Esses ácidos graxos têm propriedades anti-inflamatórias, e a inflamação crônica é um fator que pode contribuir para o desenvolvimento do câncer.

Propriedades anti-inflamatórias: Os ácidos graxos ômega-3 presentes no peixe podem ajudar a modular a resposta inflamatória no corpo. Isso é importante porque a inflamação crônica tem sido associada a várias formas de câncer.

Proteção contra metástases: Algumas pesquisas sugerem que os ácidos graxos ômega-3 podem ter propriedades que ajudam a inibir a formação de metástases, que é a disseminação do câncer para outras partes do corpo.

Efeitos no sistema imunológico: O consumo de ácidos graxos ômega-3 pode influenciar positivamente o sistema imunológico, ajudando o corpo a reconhecer e destruir células cancerosas.

Antioxidantes: Além dos ácidos graxos ômega-3, o peixe também contém antioxidantes, como a vitamina D e o selênio, que podem desempenhar um papel na prevenção do câncer, ajudando a neutralizar os radicais livres.

 

Cursos CPT (foto: reprodução)

Cenoura

A cenoura é um vegetal rico em nutrientes, especialmente betacaroteno, que é um antioxidante precursor da vitamina A, Segundo CURA Medicina Diagnóstica acompanhe as qualidades abaixo: 

Betacaroteno: A cenoura é uma excelente fonte de betacaroteno, um pigmento vegetal que é convertido em vitamina A no organismo. O betacaroteno é um antioxidante que ajuda a neutralizar os radicais livres, substâncias que podem causar danos às células e contribuir para o desenvolvimento do câncer.

Vitamina A: Vitamina A é essencial para a saúde das células e tecidos, desempenhando um papel importante na manutenção da integridade do revestimento celular, o que pode ajudar na prevenção de certos tipos de câncer.

Fibras: As cenouras são uma boa fonte de fibras, que são importantes para a saúde digestiva. Uma dieta rica em fibras pode ajudar a prevenir o câncer de cólon, reduzindo o tempo de trânsito intestinal e promovendo a eliminação regular de resíduos.

Compostos antioxidantes: Além do betacaroteno, as cenouras contêm outros compostos antioxidantes, como flavonóides e carotenóides, que podem contribuir para a proteção celular e redução do estresse oxidativo.

Purifica o fígado: O suco de cenoura ajuda a limpar o fígado, além de fortalecer as funções hepáticas.

 

Decor Facil (foto: reprodução)

Feijão

Uma dieta rica em feijão, frutas secas e cereais pode prevenir o surgimento de câncer, segundo uma pesquisa realizada pela University College de Londres e publicada na revista Cancer Research, confira quais são os beneficios:

Antioxidantes: Os feijões contêm antioxidantes, como flavonoides e polifenóis, que ajudam a neutralizar os radicais livres. Os radicais livres são moléculas instáveis que podem causar danos às células e estão associados ao desenvolvimento do câncer. Os antioxidantes presentes nos feijões podem ajudar a proteger as células do estresse oxidativo.

Ácido fólico: Alguns tipos de feijão são uma boa fonte de ácido fólico, uma vitamina do complexo B. O ácido fólico desempenha um papel importante na síntese e reparação do DNA, e a sua adequada ingestão pode contribuir para a integridade genética, ajudando na prevenção do câncer.

Proteínas vegetais: O feijão é uma fonte saudável de proteínas vegetais. Substituir parte da proteína animal por proteína vegetal pode estar associado a um menor risco de certos tipos de câncer, como o câncer de cólon.

Regulação do peso: O consumo regular de feijão pode ajudar na regulação do peso, uma vez que as fibras e proteínas presentes nos feijões proporcionam uma sensação de saciedade. Manter um peso saudável está associado a um menor risco de vários tipos de câncer.

 

Minha Vida (foto: reprodução)

Espinafre

Os benefícios do espinafre formam uma lista bastante extensa. Além de ser um dos alimentos mais saudáveis e nutritivos, ele também com poucas calorias e muitas vitaminas. Segundo o Onocentro Imunopar aqui estão alguns dos fatores associados ao potencial papel preventivo do espinafre:

Cérebro poderoso: O combustível do marinheiro Popeye melhora o funcionamento cerebral e protege contra o envelhecimento prematuro dos neurônios, evitando os efeitos degenerativos da oxidação no cérebro. Os pesquisadores descobriram que se alimentar com espinafre ajuda a proteger o cérebro de danos dos radicais livres e do declínio da capacidade cognitiva relacionado à idade avançada. O alto teor de vitamina E da folhosa verde-escura também contribui para driblar a neurodegeneração cerebral.

Antioxidantes: O espinafre é rico em antioxidantes, como vitamina C, vitamina E, betacaroteno e vários flavonoides. Os antioxidantes ajudam a neutralizar os radicais livres no corpo, substâncias que podem causar danos às células e contribuir para o desenvolvimento do câncer.

Ácido fólico: O espinafre é uma boa fonte de ácido fólico, uma vitamina do complexo B. O ácido fólico desempenha um papel vital na síntese e reparação do DNA, o que pode ajudar na prevenção de mutações genéticas que podem levar ao desenvolvimento de células cancerosas.

Carotenoides: O espinafre contém carotenóides, como luteína e zeaxantina, que são pigmentos vegetais com propriedades antioxidantes. Alguns estudos sugerem que esses carotenóides podem estar associados a um menor risco de certos tipos de câncer, como o câncer de mama e o câncer de pulmão.

Regulação do peso: O espinafre é uma opção de baixa caloria e rica em nutrientes, o que pode ser benéfico na manutenção de um peso saudável. Manter um peso adequado está associado a um menor risco de desenvolvimento de vários tipos de câncer.

 

InfoEscola (foto: reprodução)

Esses sintomas de insônia podem te alertar para um possível risco de AVC

Segundo o Ministério da Saúde, o acidente vascular cerebral, mais conhecido como AVC, é uma condição médica que ocorre quando há uma interrupção do fluxo sanguíneo para uma parte do cérebro. E a insônia pode ser um fator de risco para a doença.

 

São dois tipos de AVC:

 

AVC isquêmico: é o tipo mais comum, representando cerca de 85% dos casos  ele ocorre quando uma artéria é obstruída, impedindo que haja circulação de oxigênio para células cerebrais.

 

AVC hemorrágico: esse tipo acontece quando um vaso cerebral é rompido, sendo responsável por 15% dos caos, provocando hemorragia que pode acontecer dentro do tecido cerebral ou na superfície entre o cérebro e a meninge que é a membrana que reveste o sistema nervoso e a medula.

 

Os sintomas incluem fraqueza, dormência, dificuldade de fala, confusão, problemas de visão e tontura.

O tratamento imediato é essencial para minimizar os danos e melhorar as chances de recuperação. 

 

Relação entre insônia e AVC

Alerta emitido por especialistas destacam que distúrbios do sono, tais como insônia ou apneia do sono, podem ampliar significativamente o risco de acidente vascular cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame. Essa condição é reconhecida como a principal causa de óbitos no Brasil.

Sintomas de apneia do sono e insônia que  podem ser associadas ao AVC

  • Pausas na respiração
  • Ronco alto
  • Sonolência diurna excessiva
  • Dificuldade de concentração
  • Irritabilidade
  • Dor de cabeça matinal
  • Episódios de despertar com falta de ar

Foram conduzidos estudos e experimentos no laboratório do sono usando um mecanismo chamado polissonografia (PSG) e descobriram que pacientes que com AVC demoravam mais para dormir e tinham menos eficiência no sono, comparado com aqueles que não tinham.

 

Dicas para reduzir a insônia 

Segundo especialistas uma vida saudável é fundamental para ter uma boa noite de sono, se alimentar bem, praticar exercícios regulares e descanso de qualidade gera um grande impacto para uma  boa noite de descanso, veja uma lista de como melhorar o seu sono:

  • Evitar bebidas estimulantes
  • Relaxe antes de dormir 
  • Tenha horários fixos para dormir
  • Não fume 
  • Diminuir a exposição de luz durante a noite
  • Comer alimentos leves no jantar
  • Evitar dormir muito durante o dia 

 

Instituto Deândhela (foto: reprodução)

 

Veja também

Estudo revela que parar de fumar em qualquer idade traz grandes benefícios à saúde

Benefícios de mastigar cravo para saúde! Quais doenças o condimento pode combater?

Pesquisa aponta que 5 horas de sono por noite é o mínimo para uma boa saúde

 

Mais sobre AVC e insônia

Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea.

É uma doença que acomete mais os homens e é uma das principais causas de morte, incapacitação e internações em todo o mundo.

Quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento do AVC, maiores serão as chances de recuperação completa. Desta forma, torna-se primordial ficar atento aos sinais e sintomas e procurar atendimento médico imediato.

 

SINTOMAS

Existem alguns sinais que o corpo dá que ajudam a reconhecer um Acidente Vascular Cerebral. Os principais sinais de alerta para qualquer tipo de AVC são:

  • fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo;
  • confusão mental;
  • alteração da fala ou compreensão;
  • alteração na visão (em um ou ambos os olhos);
  • alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar;
  • dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

Importante: Caso qualquer um desses sintomas apareçam, é fundamental ligar para o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU – 192)Bombeiros (193) ou levar a pessoa imediatamente a um hospital para avaliação clínica detalhada. Quanto mais rápido for o atendimento, maiores serão as chances de sobrevivência e recuperação total.

 

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico do AVC é feito por meio de exames de imagem, que permitem identificar a área do cérebro afetada e o tipo do derrame cerebral. Tomografia computadorizada de crânio é o método de imagem mais utilizado para a avaliação inicial do AVC isquêmico agudo, demonstrando sinais precoces de isquemia.

Assim que o paciente chega ao hospital, entre os cuidados clínicos de emergência estão:

  • Verificar os sinais vitais, como pressão arterial e temperatura.
  • Checar a glicemia.
  • Colocar a pessoa deitada, exceto se houver vômitos.
  • Colocar acesso venoso no braço que não estiver paralisado.
  • Administrar oxigênio, caso a pessoa precise.
  • Determinar o horário de início dos sintomas por meio de questionário ao paciente ou acompanhante.

Os procedimentos com finalidade diagnóstica em neurologia estão contemplados no Sistema Único de Saúde – SUS.

FATORES DE RISCO

Existem diversos fatores que aumente a probabilidade de ocorrência de um AVC, seja ele hemorrágico ou isquêmico. Os principais fatores causais das doenças são:

  • Hipertensão;
  • Diabetes tipo 2;
  • Colesterol alto;
  • Sobrepeso;
  • Obesidade;
  • Tabagismo;
  • Uso excessivo de álcool;
  • Idade avançada;
  • Sedentarismo;
  • Uso de drogas ilícitas;
  • Histórico familiar;
  • Ser do sexo masculino.

CAUSA DO AVC HEMORRÁGICO

AVC hemorrágico tem como causa, principalmente, a pressão alta descontrolada e a ruptura de um aneurisma. No entanto, também pode ser provocado por outros fatores, como:

  • Hemofilia ou outros distúrbios coagulação do sangue;
  • Ferimentos na cabeça ou no pescoço;
  • Tratamento com radiação para câncer no pescoço ou cérebro;
  • Arritmias cardíacas;
  • Doenças das válvulas cardíacas;
  • Defeitos cardíacos congênitos;
  • Vasculite (inflamação dos vasos sanguíneos), que pode ser provocada por infecções a partir de doenças como sífilis, doença de Lyme, vasculite e tuberculose;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Infarto agudo do miocárdio.

CAUSA DO AVC ISQUÊMICO

O AVC isquêmico se divide em quatro subgrupos, com causas distintas:

  • AVC isquêmico aterotrombótico: provocado por doença que causa formação de placas nos vasos sanguíneos maiores (aterosclerose), provocando a oclusão do vaso sanguíneo ou formação de êmbolos.
  • AVC isquêmico cardioembólico: ocorre quando o êmbolo causador do derrame parte do coração.
  • AVC isquêmico de outra etiologia: é mais comum em pessoas jovens e pode estar relacionado a distúrbios de coagulação no sangue.
  • AVC isquêmico criptogênico: ocorre quando a causa do AVC isquêmico não foi identificada, mesmo após investigação detalhada pela equipe médica.

PREVENÇÃO

Muitos fatores de risco contribuem para o aparecimento da doença e de outras crônicas, como câncer e diabetes. Alguns desses fatores não podem ser modificados, como a idade, a raça, a constituição genética e o sexo. Outros fatores, entretanto, dependem apenas da pessoa e são os principais para prevenir essas doenças.

  • Não fumar;
  • Não consumir álcool;
  • Não fazer uso de drogas ilícitas;
  • Manter alimentação saudável;
  • Manter o peso ideal;
  • Beber bastante água;
  • Praticar atividades físicas regularmente;
  • Manter a pressão sob controle;
  • Manter a glicose sob controle.

TRATAMENTO E REABILITAÇÃO

O tratamento do AVC é feito nos Centros de Atendimento de Urgência, que são os estabelecimentos hospitalares que desempenham o papel de referência para atendimento aos pacientes com AVC. Essas unidades de saúde disponibilizam e realizam o procedimento com o uso de trombolítico, conforme Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) específico.

A reabilitação pode ser feita nos Centros Especializados em Reabilitação (CERS). A melhor forma de tratamento, atendimento e reabilitação, que podem contar inclusive com medicamentos, devem ser prescritos por médico profissional e especialista, conforme cada caso.

Por que armazenar feijão em potes de sorvete pode ser prejudicial à saúde?

Quem nunca, né? Muitas vezes, repetimos hábitos ao longo da vida sem perceber os riscos à saúde que podem representar. Uma prática comum entre nós brasileiros é armazenar feijão cozido em potes de sorvete, uma tradição tão enraizada quanto o samba, o futebol e a nossa sagrada pamonha quando cai aquela chuvinha.

Mas, essa conveniência pode esconder perigos para a saúde. Descubra os motivos por trás dessa prática e como ela pode impactar negativamente sua saúde.

Fim da decepção do sorvete que, na verdade, era feijão 

Os potes de sorvete, geralmente feitos de plástico, podem conter substâncias químicas incompatíveis com o armazenamento de alimentos, conforme alertado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Embora a entidade tenha indicado que o plástico em si não cause danos prejudiciais ao entrar em contato com outros componentes, surge um problema significativo quando se trata de armazenar feijão nesses recipientes.

O principal risco está centrado no feijão contido no pote, pois ele pode absorver odores ou resíduos, facilitando a proliferação de bactérias. O pote de sorvete não foi projetado para armazenar alimentos, o que significa que o feijão pode estar exposto a bactérias e fungos. Isso aumenta o potencial de intoxicação alimentar ao consumir o produto armazenado de maneira inadequada.

Portanto, é crucial optar por potes específicos para a conservação de alimentos e evitar possíveis problemas de saúde associados a práticas inadequadas de armazenamento.

>Veja Também<

Poucas pessoas conhecem o feijão tropeiro na chapa servido em Goiânia que já foi até premiado

Cidade goiana já foi conhecida como a ‘Capital do Feijão’

Comprovado! Arroz com Pequi faz bem para a Saúde

 

Goiás tem 30.770 vagas abertas de cursos profissionalizantes gratuitos

O Colégio Tecnológico do Estado de Goiás (Cotec) anunciou a abertura de inscrições para o primeiro semestre de 2024, disponibilizando 30.770 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos. A iniciativa abrange uma gama de mais de 800 cursos, distribuídos por 17 unidades da instituição, visando atender a um diversificado perfil de alunos, incluindo aqueles com 16 anos ou mais e que possuem, no mínimo, o ensino fundamental incompleto.

A oferta formativa do Cotec abrange uma vasta gama de áreas, incluindo cursos como salgadeiro, cuidador de idosos, massagista, maquiagem profissional, mídias digitais, auxiliar em gestão da agricultura, enfermagem em diferentes níveis de complexidade e projetista de ações em segurança do trabalho. Essa diversidade visa atender às necessidades do mercado de trabalho, preparando profissionais qualificados para diversos setores.

Para realizar as inscrições, os interessados podem acessar o site oficial do Cotec [https://cotec.org.br/cursos/editais] até o dia 18 de junho, ou efetuá-las presencialmente na unidade do Cotec de sua escolha. Todos os cursos são oferecidos de forma presencial, com opções de horários nos turnos matutino, vespertino e noturno.

Os cursos oferecidos variam em duração. Aqueles de curta duração, com carga horária entre 40 e 80 horas, abrangem áreas como informática, beleza, administração e culinária, com inscrições abertas até 18 de junho. Já os cursos de média duração, com carga horária entre 160 e 360 horas, são voltados para um aprofundamento em setores específicos da área da saúde, e as inscrições se encerram em 14 de maio.

César Moura, secretário de estado da Retomada, destacou a importância dos cursos oferecidos pelo Cotec, enfatizando seu papel na transformação de vidas através da capacitação profissional, que possibilita aos indivíduos a obtenção de emprego ou o empreendimento na área de formação.

Os Cotecs, uma iniciativa do Governo de Goiás, são administrados pela Secretaria da Retomada em convênio com o Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (Cett) da Universidade Federal de Goiás. As unidades estão localizadas em diversas cidades de Goiás, incluindo Goiânia, Anápolis, Caiapônia, Catalão, entre outras.

Serviço:

Assunto: Inscrições para cursos gratuitos do Cotec

Prazos:

  • Cursos de curta duração: até 18 de junho
  • Cursos de média duração: até 14 de maio

Leia também:

Rodrigo Alves deixa Bonde do Forró e grava DVD solo em Anápolis

Cidade goiana encantadora e acolhedora já se chamou ‘Barranca’

Cidade goiana com título de princesa já se chamou ‘Calção de Couro’

Melhor que chiclete: 5 soluções eficazes contra o mau hálito

O mau hálito é uma condição que pode afetar qualquer pessoa, comprometendo não apenas a saúde bucal, mas também as interações sociais e a autoestima. Segundo a dentista Dra. Pamela Pironi, o mau hálito, é um problema que pode afetar qualquer pessoa de qualquer idade. A Dra apontou causas do mau-hálito, sendo algumas delas a higiene bucal inadequada e a alimentação. Embora as visitas regulares ao dentista sejam de extrema importância para manter a boa saúde bucal, existem algumas soluções para ajudar a combater o mau hálito. 

Enquanto muitos recorrem a chicletes para mascarar temporariamente o problema, é fundamental compreender que a solução para o mau hálito vai além do simples disfarce. Neste contexto, exploraremos cinco soluções eficazes que vão além dos chicletes, exploraremos alguns métodos para afastar de vez o indesejado mau hálito, desde dietas a hábitos diários. Descubra estratégias que não apenas refrescam o hálito, mas também promovem uma saúde bucal duradoura e bem-estar geral.

1- Evite o jejum prolongado

Evitar o jejum prolongado é a primeira regra para manter o hálito fresco. Após um longo período sem comer, a glicemia vai cair e o corpo vai precisar queimar os ácidos graxos (massa gorda) para manter seu funcionamento. E geralmente isso vai provocar mau hálito. Ou seja, a melhor forma de evitar o mau hálito é se alimentar a cada 3 horas.

2- Escove bem os dentes 

Escovar os dentes é um hábito comum, mas para uma saúde bucal completa, é preciso ir além da escovação automática. O indicado é, além de escovar, usar fio dental e enxaguatório bucal. Juntos, esses elementos vão agir contra bactérias e germes, combatendo cáries, gengivite e, claro, o temível mau hálito. Também é importante escovar a língua, pois ela acumula tantas bactérias quanto os dentes, por conta de sua superfície rugosa. Sendo assim, a falta de higienização dessa parte da boca também pode causar mau hálito.

3- Beba bastante água 

A ingestão de água pode ajudar a combater o mau hálito. Ao aumentar a ingestão de água, estimulamos a produção de saliva,  garantindo a limpeza natural da boca e reduzindo assim o mau hálito indesejado. 

4- Alguns alimentos podem ajudar

Alguns alimentos têm o poder de ajudar no combate ao mau hálito. O limão é adstringente e pode ajudar a eliminar as bactérias bucais e a regular o intestino, evitando o acúmulo de gases que podem ser eliminados pela boca. Não por acaso, a hortelã é utilizada na fórmula de várias pastas de dente, além de deixar um aroma agradável, a folha favorece a digestão. Frutas como maçã, cenoura e pepino são ingeridos com a casca e crus agem auxiliando na limpeza dos dentes. Isso porque eles levam as bactérias que estão na boca e impede que elas se proliferem causando o mau hálito. 

5- Evite alguns alimentos

Alguns alimentos têm o poder de alterar o odor do hálito, por isso é importante tomar cuidado com o excesso desses alimentos. É o caso do alho e da cebola, crus, refogados ou fritos e alimentos com alto teor de proteína e gordura animal (salame, mortadela, linguiça, entre outros.

Solução Bônus:

Existem bebidas podem a ajudar a tornar o hálito mais refrescante, algumas delas são:

– Água com folhas de hortelã

– Chá gelado de hortelã

– Chá gelado de erva cidreira

– Chá gelado de erva doce

 

>Veja Também<

Benefícios de mastigar cravo para saúde! Quais doenças o condimento pode combater?

10 cuidados com a saúde dos idosos em viagens

Comprovado! Arroz com Pequi faz bem para a Saúde

Cuidar de Pet pode ter diversos benefícios para o coração, aponta estudo da Harvard

Na agitada vida moderna, encontrar fontes de felicidade é essencial. Animais de estimação podem ser uma excelente fonte de bem-estar, visto que, além de fazer companhia para seus tutores, os pets trazem alegria, amor, conforto e até mesmo boa saúde para o coração, fato confirmado por meio de uma pesquisa realizada pela Harvard Health Publishing. Vamos explorar como essa conexão entre humanos e animais vai além da mera companhia, influenciando positivamente a saúde cardíaca.

A editora-executiva da Harvard Heart Letter, Julie Corliss, destacou pesquisas que confirmam os benefícios emocionais e físicos da relação entre pet e tutor. O assunto já foi analisado pela Associação Americana do Coração, que revelou que 95% dos tutores experimentam redução do estresse, evidenciando o impacto positivo na saúde mental. Beth Frates enfatiza a importância do vínculo emocional, mencionando momentos edificantes, como a empolgação do reencontro com cães e o reconfortante ronronar de gatos.

Os estudos indicam que acariciar os pelos dos pets pode desencadear a liberação do hormônio do amor, a oxitocina. A relação entre animais de estimação e a saúde cardíaca é ainda mais profunda, segundo revisão publicada no Current Hypertension Reports. Descobriu-se que ter um pet não só reduz o risco de hipertensão, mas também melhora o controle da pressão arterial em pessoas já diagnosticadas. Os autores do estudo defendem que os animais oferecem benefícios à saúde do coração por “amortecer a resposta do corpo ao estresse”. 

O elo entre seres humanos e animais vai além da simplicidade da companhia, tornando-se uma fonte poderosa de benefícios para a saúde. Entretanto, a médica Beth Frates adverte sobre o sono compartilhado, indicando que, ao adormecer junto ao pet, precauções devem ser tomadas para garantir a qualidade do sono e, por conseguinte, a saúde do coração. O indicado é treinar o seu cão para dormir na própria cama e fazer o seu gato dormir em um quarto separado Envolva-se nesse vínculo especial, mas com consciência e cuidado, para colher todos os frutos desse relacionamento único e benéfico para o coração e a alma. 

 

>Veja Também<

Concurso elege as fotos mais engraçadas de Pets em 2023

Saiba quais são os nomes e raças de pets mais comuns em Goiás

Alimentação natural para Pets conquista adeptos em Goiânia

As 10 verduras e legumes mais saudáveis do mundo

A alimentação saudável desempenha um papel fundamental na promoção da saúde e prevenção de doenças. Entre os grupos alimentares essenciais para uma dieta equilibrada, as verduras e legumes ocupam um lugar de destaque, oferecendo nutrientes vitais para o funcionamento adequado do organismo. 

Uma recente pesquisa da renomada Universidade William Paterson, em Nova Jersey, revela que a riqueza de cores em nosso prato não é apenas bonita de se ver, mas também um indicativo de benefícios nutricionais. 

Os especialistas realizaram a avaliação nutricional, considerando a densidade de 17 nutrientes essenciais a cada 100 kcal de vegetais crus. Esta abordagem leva em conta a variação no conteúdo nutricional decorrente dos diferentes métodos de preparo. 

“Powerhouse Fruits and Vegetables (PFV)”, em português, frutas e vegetais poderosos, foi o título dado aos alimentos que pontuaram 10 ou mais, identificado conforme os padrões do Food and Drug Administration (FDA). 

Entre os 47 alimentos analisados, apenas seis não conquistaram o título de PFV. Entre eles, figuras conhecidas como framboesa, tangerina, cranberry, alho, cebola e mirtilo que não atenderam aos rigorosos critérios estabelecidos. 

Vamos conferir quais são os 10 primeiros classificados como Powerhouse Fruits and Vegetable, com pontuações excelentes e descobrir quais as verduras e legumes mais saudáveis do mundo.

7 academias em Goiânia bem localizadas com mensalidade mais em conta

Manter-se ativo e saudável é essencial para o bem-estar, mas encontrar uma academia que se encaixe no seu orçamento e esteja convenientemente localizada nem sempre é uma tarefa fácil. Para muitos moradores de Goiânia, encontrar o lugar perfeito para se exercitar sem comprometer as finanças pode ser um desafio. No entanto, não se preocupe! Nesta matéria, vamos apresentar a você sete academias que não apenas oferecem mensalidades mais acessíveis, mas também estão estrategicamente localizadas para tornar sua jornada fitness mais prática e conveniente.

Se você está pronto para dar um passo em direção a um estilo de vida mais saudável, continue lendo para descobrir as opções que Goiânia tem a oferecer. Prepare-se para se inspirar, motivar-se e começar sua jornada de fitness em uma academia que se encaixe perfeitamente em suas necessidades e no seu orçamento. Vamos explorar juntos as melhores opções na cidade para que você possa dar o primeiro passo em direção a uma vida mais ativa e saudável.

Confira as dicas abaixo:

Academia do Clube de Engenharia

Com objetivo de proporcionar uma vida saudável aos associados e à população goianiense, em geral, o CENG possui um Clube Fitness climatizado, equipado com aparelhos modernos e um quadro de professores qualificados para um atendimento personalizado.

Os planos são bem acessíveis para os conveniados do Clube. Para saber mais, entre em contato: (62) 9 8154-3139 e (62) 3281-0000.

Endereço: Rua 132, nº 500, Setor Sul

Muscle Training

Academia tradicional no Setor Oeste, ótima localização, aparelhos modernos e mensalidade em média a R$ 100,00.

Endereço: Avenida Assis Chateaubriand, 983, Setor Oeste

Smart Fit

A Smart Fit é a maior rede de academias esportivas fora dos Estados Unidos, líder no segmento na América Latina e a 4ª maior do mundo. Em 2022, tinha cerca de 1 225 unidades no Brasil e em outros 14 países da região, além de mais de 3,7 milhões de clientes matriculados.

Em Goiânia, não é diferente e possui diversas unidades pela cidade. A mensalidade em média é de R$ 129,90.

Consulte os endereços aqui

Blue Fit

Academia que funciona 24 horas? Em Goiânia, tem! A Blue Fit conta com aparelhos super modernos, aulas de dança, e muitas unidades na cidade. A unidade do Setor Bueno funciona todos os dias e está sempre aberta. A mensalidade é em média R$ 129,90.

Consulte os endereços aqui

Viana Fit

Local amplo com ótimos profissionais para te atender. Além disso, a academia oferece uma promoção de pagamento por R$ 49,90 no plano bimestral.

Endereço: Praça do Cruzeiro, 172 – Setor Sul

Xprime Academia

O local conta com estrutura moderna e tecnológica para atender nossos alunos. Equipamentos de primeiro mundo da linha MATRIX, anilhas e acessórios da linha ZIVA e XTREME, treino totalmente digital, climatização, iluminação anti-stress e acabamentos diferenciados fazem da Xprime uma academia conceito. Mensalidades a partir de R$ 69,90 em média.

Endereço: Setor Pedro Ludovico e Serrinha / confira aqui

Academia Engenharia do Corpo

Academia completa com serviços de musculação, aulas coletivas, danças, lutas, spinning, avaliações físicas e nutricionais, estacionamento, brinquedoteca para as crianças, vestiários, armários rotativos, ambiente climatizado. Mensalidades a partir de R$ 39,90

Endereços aqui

 

O Curta Mais não se responsabiliza por eventuais mudanças. Consulte sempre antes de sair de casa!

Descubra a alternativa perfeita ao café que pode reduzir pela metade o risco de diabetes

O café é uma das bebidas mais consumidas e amadas no mundo e segunda mais consumida do Brasil. Pesquisas indicam benefícios, como diminuição do risco de câncer, Parkinson, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. No entanto, há efeitos colaterais como piora nos lipídios, pressão alta e problemas gastrointestinais.

Por isso o chá preto surge como opção viável, oferecendo vantagens similares na redução do risco de doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2, com menos contraindicações.

Recente estudo científico publicado destaca que o consumo diário de chá preto pode contribuir para o controle do açúcar no sangue. Esta pesquisa, apresentada na Reunião Anual da Associação Europeia para o Estudo do Diabetes, na Alemanha, é inovadora ao revelar potenciais mecanismos subjacentes aos benefícios do chá na redução do risco de pré-diabetes e diabetes tipo 2.

A principal conclusão indica que o hábito de beber chá preto diariamente pode atuar na mitigação do risco de diabetes tipo 2 ou na melhoria de sua progressão em adultos, graças a um aprimorado controle glicêmico.

Detalhes da pesquisa 

Pesquisadores das Universidades de Adelaide (Austrália) e Southeast (China) conduziram um estudo com 1.923 adultos na China. Comparados a não consumidores, aqueles que bebiam chá preto diariamente apresentaram risco 53% menor de pré-diabetes e 47% menor de diabetes tipo 2.

Mesmo após ajustes para fatores de risco como obesidade e histórico familiar, os benefícios foram notáveis. O chá preto demonstrou efeitos protetores no controle glicêmico, aumentando a excreção de glicose na urina e melhorando a resistência à insulina.

Especialistas alertam sobre impacto de fogos de artifício e música alta para crianças autistas

As queimas de fogos e a música alta nas festas de fim de ano significam motivo de comemoração para muitos, mas também é uma grande preocupação para pais dos pacientes autistas do Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), em Goiânia, que veem o comportamento de seus filhos mudar bruscamente com o grande barulho, causando desconforto para as crianças e seus cuidadores.

A psicóloga do Crer, Sofia Martins, atua na clínica intelectual da unidade, e explica o porquê sons altos afetam de forma diferente crianças autistas. “As crianças com espectro autista normalmente apresentam uma maneira diferente de interpretar os estímulos sensoriais, e quando eles aparecem em uma proporção que os pequenos muitas vezes não estão acostumados, ocorre uma desregulagem emocional, podendo causar choros, gritos ou agitação”.

Acácio Pedrollo é pai da pequena Luísa, que realiza diversas terapias na unidade, como fonoaudiologia, terapia ocupacional, arteterapia, musicoterapia, entre outras. Ele fala que existe uma falta de empatia das pessoas em relação a situação de crianças autistas. “Tive que colocar um cartaz na porta da minha casa informando da situação da minha filha, e mesmo assim muitos não se importam. Eu entendo que as pessoas querem festejar, e eles estão no direito, mas poderiam diminuir um pouco o volume e ter cuidado com os fogos.

Se tratando de pacientes autistas, cada caso tem sua especificidade, e cada pessoa pode ser afetada em diferentes proporções pelos barulhos extremos. “Existem formas diferentes de como as pessoas lidam com essa situação do som alto em datas festivas, mas é importante que os pais habituem gradativamente seus filhos a estímulos que eles podem vivenciar na sociedade, para que eles não estranhem tanto quando ocorrer”, reforçou a psicóloga Sofia.

Fernanda Santos é mãe do paciente Davi, e comentou que devido aos festejos de Natal, eles já estavam sem dormir há dois dias. “O Davi tem hipersensibilidade auditiva, e sofre muito por conta da queima de fogos. Quando quebra a rotina dele fica muito complicado. Tentamos ficar em casa no fim de ano para que ele não fique muito agitado. Hoje em dia eu já nem tenho muito prazer de comemorar essas datas”.

Crianças com autismo são atendidas no Crer, em Goiânia (Foto: divulgação)

Como proteger os portadores

A hipersensibilidade sensorial pode acabar desencadeando crises por parte das pessoas com autismo. Para evitar que isso aconteça, existem algumas atitudes que podem ser tomadas e que podem minimizar os efeitos dos estímulos.

Uma dica é pensar no ambiente em que essa pessoa vai estar. O ideal seria que ela pudesse passar a noite do ano-novo com pessoas que ela conhece, em um ambiente já conhecido por ela. Outra coisa que pode diminuir a intensidade dos sons seria colocar algodão no ouvido ou fones de ouvido.

Mesmo com as prevenções, uma crise ainda pode ser desencadeada. Nesse caso, é conversar, tentar acalmar, tentar afastar os estímulos auditivos e visuais para ver se a pessoa se tranquiliza.

 

Veja também:

 

 

Novembro Azul: Conscientização e prevenção contra o câncer de próstata

O movimento Novembro Azul teve origem em 2003, na Austrália, visando chamar atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina. Tal assunto é de extrema importância e precisa ser falado, tendo em vista por preconceito, falta de informação e até mesmo vergonha, muitos homens deixam de fazer exames que poderiam detectar o câncer de próstata precocemente. Ao descobrir a doença na fase inicial, a chance de cura é muito grande, sendo superior a 90%, por isso, o Novembro Azul tem o objetivo de quebrar tabus e promover a conscientização do público masculino da importância de procurar o urologista regularmente para a prevenção e combate do câncer de próstata. 

 

O Câncer de Próstata 

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. A próstata é uma glândula masculina que se localiza na parte baixa do abdômen, ela envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada, e é responsável também pela produção de parte do sêmen. 

 

O câncer de próstata é considerado um câncer da terceira idade, pois cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. Porém, a maioria cresce de forma lenta, levando cerca de 15 anos para atingir cerca de 1 cm³, que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

 

Sintomas 

O câncer de próstata tem evolução silenciosa em sua fase inicial e muitos não apresentam nenhum sintoma, ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata. Já na fase avançada, a doença pode provocar dor óssea, sintomas urinários e, em casos mais graves, infecção generalizada ou insuficiência renal. Os sintomas envolvem a dificuldade de urinar, diminuição no jato da urina, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite e sangue na urina. Na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados.

 

Detecção Precoce

A detecção precoce do câncer é uma estratégia para detectar o câncer em sua fase inicial, o que aumenta as chances de tratamento bem-sucedido. Isso pode ser feito por meio de exames clínicos, laboratoriais, endoscópicos ou radiológicos em pessoas com sintomas (diagnóstico precoce), ou em pessoas sem os sinais da doença, mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença. (rastreamento), no entanto, não há evidências científicas de que fazer esses exames de rotina sejam mais benéficos do que arriscado, e o INCA não recomenda o rastreamento de câncer de próstata sem que as pessoas estejam bem informadas sobre os possíveis riscos envolvidos. No caso do câncer de próstata, esses exames são o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).

 

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através da biópsia prostática por via trans-retal ou trans-perineal e guiada por ultrassonografia e/ou ressonância magnética. A indicação de biópsia depende do toque retal e valores de PSA e de possíveis achados suspeitos no exame de RNM.

 

Tratamento

O tratamento vai depender do estágio da doença. Para a doença localizada (que só atingiu a próstata e não se espalhou), as opções incluem cirurgia, radioterapia e até mesmo observação vigilante em alguns casos especiais. Em casos localmente avançados, pode ser necessário combinar radioterapia ou cirurgia e tratamento hormonal. Já para o câncer metastático (quando o tumor já se espalhou para outras partes do corpo), o mais indicado é a terapia hormonal. A escolha do tratamento é individual e deve ser decidida após uma discussão entre médico e paciente, considerando os riscos e benefícios de cada opção.

 

Após o tratamento, seja após a cirurgia ou após a radioterapia, o acompanhamento se dá pelas dosagens do antígeno prostático específico (PSA) em amostras de sangue a cada 3 ou 6 meses.

 

O câncer de próstata é uma doença que pode ser tratada com sucesso quando detectada precocemente, e o Novembro Azul desempenha um papel vital na conscientização do assunto, além de contribuir para que a sociedade tenha a oportunidade de quebrar tabus e promover exames regulares, incentivando um estilo de vida saudável. É crucial que os homens estejam atentos à saúde da próstata e busquem orientação médica quando necessário.

 

Fonte: Governo de Goiás – Ministério da Saúde 

 

 

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.

Goiânia recebe Feira dos Chás Medicinais com degustação gratuita

Vai um chazinho aí? Nesta segunda-feira (30) acontece a Feira dos Chás Medicinais, das 18h30 às 21h, no Shopping Estação Goiânia, Região Central da cidade. O evento aberto ao público conta com a participação de 55 alunos que oferecem serviços de avaliação funcional, avaliação de dor e vícios posturais, além de uma degustação exclusiva de chás.

“Através desta ação, o grande público pode entender melhor sobre os benefícios que os chás podem trazer a nossa saúde, além, é claro, de saborearem as opções disponíveis de forma gratuita”, enfatiza Rayam Saraiva, coordenador de marketing do Shopping Estação Goiânia.

Em sua 1° edição, a Feira dos Chás Medicinais tem como objetivo desmistificar a utilização dos chás, especialmente aqueles usados para fins medicinais, bem como os cuidados que devem ser tomados ao utilizá-los.

“Embora a maioria dos chás sejam feitos com ingredientes naturais, o uso indiscriminado das plantas medicinais podem trazer efeitos colaterais ao nosso organismo. Por isso, saber equilibrar a dose e uso dos chás é de extrema importância”, informa Nathania Santiago, coordenadora do curso de farmácia do Centro Universitário Estácio.

 

Consumo

Segundo uma pesquisa realizada pela Euromonitor Internacional, entre 2013 e 2020, a ingestão de chás cresceu 25% no País, quase o dobro da média mundial (13%).  Ainda de acordo com o estudo, a diminuição do consumo de refrigerantes e cafeína, unida a procura por alternativas mais saudáveis, contribuíram para o aumento do consumo da bebida.

 

Serviço

Feira dos Chás Medicinais

Quando: Segunda-feira (30), das 18h30 às 21h

Onde: Shopping Estação Goiânia

Imagem: Reprodução

Quer receber nossas dicas e notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos do Curta Mais. Basta clicar AQUI e escolher.