17/02/2018 23:33
Netflix / Filmes

15 filmes da Netflix que muita gente não quer que você veja

Em alguns países a multa por assisti-los pode chegar aos 400 mil reais

Redação
por Redação Curta Mais

Quando dizem que o proibido é mais gostoso, ninguem estava se referindo a esta lista, já que muitos dos nomes aqui citados foram proibidos em países por motivos bem banais, confira.

  1. Rambo IV

Produzido e estrelado por Sylvester Stallone, foi censurado em Myanmar,pois o governo militar do país (em vigor na época) não gostou da forma como os soldados birmaneses foram retratados no filme. Entretanto, os grupos que lutavam pela democracia o consideraram o oposto e distribuíram cópias do filme ilegalmente pelo país.

  1. Lara Croft: Tomb Raider

O filme que lançou Angelina Jolie foi proibido na China por retratar o governo do país como patrocinador de sociedades secretas e desorganizado.

  1. A Lista de Schindler

Dirigido por Steven Spielberg, é um dos filmes mais emblemáticos que retratam o período da Segunda Guerra Mundial, apesar de a grande maioria dos países o terem considerado aceitável para ser distribuído, o governo da Indonésia não concordou e proibiu a divulgação alegando que o longo fazia alusão as causas judaicas.

  1. O Código da Vinci

Já não bastasse a proibição do livro pela Igreja Católica, o filme também não foi bem aceito pelo governo das Ilhas Salomão por deturpar e enfraquecer as bases cristãs do país.

  1. Assassinos por natureza

O governo irlandês proibiu o longa alegando que o mesmo faz apologia e incentiva a violência. Para ser lançado nos Estados Unidos o filme teve que retirar ou refazer várias cenas.

  1. Pagando bem, que mal tem?

Apesar de as comédias não causarem tantos transtornos, esta sofreu muito até poder ser exibida, já que o governo americano proibiu as cartas, que fazia menção a sexo oral e o nome do filme, que inicialmente era "Zack and Miri Make a Porno", além dos Estado Undios, o governo tailandês alegou que filme incentivaria jovens a seguirem a carreira de atores pornôs.

  1. A morte do Demônio

Apesar do enredo parecer clichê para o gênero terror, o filme foi proibido em países como a Alemanha, Finlândia, Irlanda e Islândia, pois em uma das cenas uma jovem é violentada por um cipó, o que levou a mesma a ser considerada misógina e de bastante mal gosto.

  1. O massacre da serra elétrica

Os rumores de que o filme foi baseado em fatos reais ajudou bastante na hora de seu lançamento, entretanto, um assassino que usa a pele de suas vítimas como máscara foi considerado perturbador por vários países como: Alemanha, Islândia, França, Reino Unido e Singapura, que acabaram por proibir o longa.

  1. De volta para o futuro

Sem dúvida nenhuma você vai rir do motivo que o governo chinês deu para não exibir uma das trilogias mais icônicas do cinema, o governo simplesmente fez uma lei que proibi a divulgação de qualquer conteúdo que tenha como foco viagens no tempo, sério?! Confira: China bane filmes e shows alegando desreipeito a história.

  1. Pulp Fiction

Se um dia for a Malásia não faça a famosa piadinha do cheeseburguer pois eles não iram entender. Porque uma das obras mais famosas de Quentin Tarantino foi proibida pelo governo de lá devido ao alto índice de violência e por retratar muitos vícios da humanidade.

  1. Blue Jasmin

O filme do renomado diretor Woody Allen foi proibido na Índia por apresentar consumo alto de cigarros.

  1. O Lobo de Wall Street

O filme que com certeza deveria ter dado a Leonardo DiCaprio o Oscar de melhor ator, foi banido do Quênia e de Uganda devido ao grande uso de palavrões, sexo e drogas em diversas cenas.

  1. Jogos Vorazes

Apesar de ser um grande sucesso mundial, a trilogia de livros que foram parar no cinema foram proibidos no Vietnã, devido as cenas de violência contra crianças.

  1. Shrek 2

Uma animação infantil foi proibida? Serio? Você deve estar perguntando, sim, Shrek 2 foi proibido pelo governo do Irã por fazer piadas com castração.

  1. O Albergue

É um dos filmes de terror que segue a linha Jogos Mortais, o longa foi banido na Islândia devido ao vilão, nada convencional, ser de origem irlandesa, o diretor fez questão de ressaltar esse fato o que gerou uma imagem negativa para a população do país. Após a proibição, o diretor do filme, Eli Roth, pediu desculpas em público ao povo da Islândia.

 

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Netflix

Site inspirado em Black Mirror mostra quanto tempo durará seu relacionamento

Já pensou saber quanto tempo você e seu par ainda terão juntos?


+ Netflix

Séries que estreiam nesse feriado de carnaval

Lançamentos para animar o bloco dos viciados em séries


+ Netflix

Confira os filmes e séries que entram na Netflix em fevereiro

Dezenas de novidades são um prato cheio para quem quer passar o mês de Carnaval em casa


+ Netflix

Confira os filmes e séries que entram na Netflix em janeiro

2018 já começa cheio de novidades na plataforma de streaming


+ Netflix

Os 10 melhores filmes da Netflix em 2017

Eles foram incluídos no catálogo do serviço de streaming no último ano e nos conquistaram de vez.


+ Netflix

15 filmes na Netflix que vão fritar a sua mente

Tramas cheia de ideias perturbadores, capazes de dar um nó na sua cabeça


+ Netflix

13 filmes de terror na Netflix que oferecem muito mais que sustos

Porque nem só de medo se faz um ótimo filme do gênero


+ Netflix

10 documentários inspiradores na Netflix para refletir sobre violência contra mulher

Para ajudar os internautas com uma leitura mais crítica sobre o tema


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2018. Todos os direitos reservados.